Como definir o gestor de inovação do Programa de Ideias da sua empresa

perfil gestor de inovação

Aqui no Blog da AEVO já tivemos artigos falando sobre como implantar um programa de ideias, como escolher o modelo ideal de programa de sugestões, boas práticas de endomarketing e agora você saberá como definir o gestor de inovação do programa de ideias da sua organização.

Este artigo destaca as principais características que o profissional responsável por gerenciar um programa de ideias deve possuir.

Não pense que somente uma pessoa será capaz de realizar toda a gestão do programa de ideias. Para o sucesso do programa, é importante que existam profissionais responsáveis pela análise, aprovação e implantação das inovações. Mas é fundamental que exista dentro da empresa um profissional que responda sobre o desempenho do programa de ideias.

Características essenciais

Para construir um programa de ideias que gere inovação e retorno financeiro para a sua empresa, você deverá definir o profissional responsável pela gestão do programa. Essa não é uma escolha fácil, mas as características listadas abaixo irão ajudar.

Em qual setor está o gestor de inovação do programa?

Bem, essa não é uma característica, mas uma dúvida recorrente na fase de estruturação do programa de inovação. No cenário ideal, a sua empresa está atualizada com as necessidades do mercado atual e já possui um setor responsável por gerenciar a inovação. Nesse caso, o programa de inovação deverá ficar sob essa alçada.

Entretanto, ainda não é comum a existência de um setor de inovação em empresas no Brasil. Por isso, os setores de RH, Customer Experience, Engenharia e até TI (quando utilizam plataformas/softwares) aparecerem como boas opções para a gestão de inovação da empresa. Mas, na verdade, o sucesso do programa não está atrelado ao seu gerenciamento sob determinado setor, mas sim à capacidade de gerenciamento da pessoa responsável pelo programa.

Lidar bem com pessoas

O responsável pelo programa deve ajudar a criar ações para aumentar o engajamento dos colaboradores da empresa no programa de ideias. Além da utilização de ações de endomarketing, em muitas empresas é comum a designação de multiplicadores (também conhecido como patrocinadores, padrinhos ou agitadores) para estimularem os colegas a participarem e tirarem dúvidas do programa. A capacidade de transmitir conhecimento é essencial nesta parte, pois cabe ao gestor de inovação do programa educar os apoiadores.

Uma parte incômoda, porém necessária, é ter de lidar com os ofensores do programa de inovação (profissionais responsáveis pela aprovação ou emissão de pareceres que possuem alguma atividade em atraso). A falta de retorno/feedback para o autor da ideia é um dos fatores que levam programas de inovação ao fracasso. Por isso, um gestor experiente evita este tipo de situação reconhecendo os aprovadores mais engajados no programa de inovação. Mesmo assim, pode ser necessário uma cobrança de comprometimento deste profissional.

Proximidade com a liderança

O responsável pelo programa de ideias assume um cargo de confiança dentro da organização. Para obter ideias alinhadas com as necessidades e expectativas do negócio, é importante que o gestor de inovação do programa conheça informações estratégicas da organização para definir os desafios que serão compartilhados com os colaboradores. Em outro artigo do Blog da AEVO, tratamos sobre como os desafios são capazes de mover pessoas e empresas.

Características desejáveis

Apesar de não serem consideradas essenciais, a ausência de características desejáveis pode determinar o nível de dificuldade que o gestor responsável encontrará na estruturação do programa de inovação.

Ser engajado/resiliente

Cada empresa deve encontrar a melhor abordagem para o seu programa de ideias. O modelo de negócio, a capacitação dos colaboradores e o nível da cultura de inovação são diferentes em cada empresa. É necessário colocar em prática o programa, para que se entenda como obter os melhores resultados possíveis. Nesse processo de aprendizado contínuo, o gestor de inovação responsável deve sempre acreditar no potencial de inovação advindo das ideias dos colaboradores da sua organização.

Facilidade com números

Criar regras de pontuação em função da participação dos colaboradores no programa de ideias permite a criação de um ranking de participação e é uma boa estratégia de engajamento no programa. Além disso, permite que se criem regras simples e transparentes de premiação. Outra parte do trabalho que envolve habilidade numérica, é justificar os investimentos no programa de ideias. O gestor deve ser capaz de calcular o ROI da inovação do programa.

Boa Comunicação Escrita/Visual

Para estimular a participação em programas de ideias, é interessante a realização de ações de endomarketing e comunicação interna. Campanhas de e-mail, comunicados posicionados em locais não-convencionais da empresa e até vídeos institucionais reforçam a existência do programa com os colaboradores, ajudam no engajamento e estimulam a cultura de inovação da empresa.

No cenário ideal, o profissional responsável pelo programa conta com uma equipe que pode auxiliar nas diferentes frentes dentro do gerenciamento do programa. Independente da realidade da sua empresa, esse profissional tem que ser capaz de gerenciar uma comunicação efetiva para todos os colaboradores.

Habilidades para gestão da inovação – Sem Plataforma de gestão de inovação

Neste cenário, o gestor de inovação do programa não possui uma plataforma específica de gestão de inovação e utiliza diversas ferramentas online para conseguir gerenciar o seu programa de inovação. Entre elas, e-mail e/ou formulários online para obter os insights, e planilhas para realizar a gestão das ideias e da implantação das inovações.

Capacidade organizacional avançada

No primeiro cenário, o responsável pelo programa de inovação precisa ser capaz de organizar uma rotina árdua de envio de e-mails, sendo o intermediário entre as ideias e os responsáveis pela aprovação. Esta tarefa manual está sujeita a erros, e pode acontecer do responsável esquecer de encaminhar um parecer e deixar o autor da ideia sem feedback.

Conhecimento avançado de EXCEL

Para justificar o programa de ideias, o colaborador deverá ser capaz de gerenciar as ideias que recebe via e-mail. O caminho mais simples é utilizar uma planilha de Excel para consolidar as informações. O trabalho de alimentar essas planilhas é extremamente manual e não é viável. Para torná-lo minimamente possível, o gestor de inovação responsável deverá possuir conhecimento avançado em Excel e saber lidar com macros.

De mesa em mesa

Se pensarmos em uma empresa com mais de 50 participantes no programa de inovação, analisar o engajamento no programa sem o auxílio de uma plataforma pode se tornar uma atividade hercúlea e uma memória. Sem um consolidado dos dados, o gestor deverá se guiar pelo feeling dos e-mails/conversas/recados/textos para definir os mais e menos engajados no programa.

Habilidades para gestão da inovação – Com o AEVO Innovate

Neste cenário, considere que a sua empresa já utiliza o AEVO Innovate, software de gestão de inovação da AEVO, para gerenciar o seu programa de inovação.

Noções básicas de informática

Nada de intermediários e atividades repetitivas. Com o AEVO Innovate, você terá um programa de inovação transparente. Onde a plataforma realizará uma comunicação automática entre o autor e aprovador da ideia. Cabendo ao responsável do programa cadastrar – de uma vez – os gestores incumbidos da aprovação de cada departamento, sendo possível o cadastro de grupos como aprovadores. Tudo isso de forma bem intuitiva.

Capacidade analítica de gráficos

Esqueça a necessidade de conhecimento avançado em EXCEL. Com nossa plataforma de inovação, todos os dados são consolidados em gráficos automaticamente, sendo facilmente analisados e permitindo uma rápida tomada de decisão dentro do programa. Desta forma, exige-se um perfil mais analítico e menos operacional para a gestão do programa.

Leitura dinâmica

No AEVO Innovate, é possível reconhecer de forma rápida e transparente os colaboradores mais idealizadores e que mais interagem com os insights de seus pares através de comentários. Também é possível analisar os profissionais aprovadores mais participativos. Tudo isso consolidado em apenas uma central.

O programa de inovação precisa de responsável, mas sem uma equipe a empresa não inova

Para o sucesso do programa de inovação, o responsável pelo programa deverá possuir algumas das habilidades e características citadas até aqui. Porém, em um programa de ideias, não se transforma ideias em retorno financeiro para a organização com o esforço de apenas um colaborador. Uma equipe é necessária, e chamamos atenção para dois pontos específicos:

I) Ideias que se transformam em projetos

O principal objetivo em implantar um programa de ideias, é obter ideias realmente inovadoras, que tragam diferenciais competitivos para a organização. Seja através da redução de custos ou lançamento de novos produtos e serviços. Para implantá-las, você deverá realizar a gestão de implantação desse projeto. Mas não cabe ao gestor de inovação do programa realizar o gerenciamento desta iniciativa, mas, sim, ao departamento no qual o projeto irá acontecer.

II) Ideias com potencial retorno financeiro

Uma ideia aplicada que gere retorno financeiro para a organização não precisa ser necessariamente complexa de ser implantada, mas a mensuração do retorno financeiro obtido pode ser complicada de se fazer por quem não lida com a realidade envolvida diariamente. Mensurar o retorno financeiro sobre a inovação é essencial e justifica a existência do programa de ideias. Por isso, o mais comum é que o acompanhamento do retorno financeiro seja realizado pelo departamento envolvido com a implantação da inovação.

E na sua empresa, quem é o gestor pelo programa de ideias da sua organização? Vocês já possuem um setor de inovação? Ou o programa de ideias fica sob a alçada de outro departamento? Compartilhe com a gente nos comentários!

Posts Relacionados
Um ecossistema de inovação é como um ecossistema natural: um conjunto de relações complexas. No
O ano está quase virando, daqui a pouco estaremos em 2019. Toda virada de ano
Se você é um empreendedor, empresário ou gestor de negócios, e quer criar uma plataforma

Deixe uma resposta