Altas taxas de crescimento são um objetivo a ser alcançado por toda empresa. O mundo dos negócios, buscando sempre novos conceitos para otimizar suas operações, explora opções inovadoras para alavancar suas organizações. As Organizações Exponenciais, termo cunhado por Salim Ismail, embaixador da Singularity, apontam um novo caminho para esse gigante crescimento.

De acordo com a definição dos autores  do livro Organizações Exponenciais: por que elas são 10 vezes melhores, mais rápidas e mais baratas que a sua (e o que fazer a respeito), “uma Organização Exponencial (ExO) é aquela cujo impacto (ou resultado) é desproporcionalmente grande – pelo menos dez vezes maior – comparado ao de seus pares, devido ao uso de novas técnicas organizacionais que alavancam as tecnologias aceleradas”.

Organizações Exponenciais vêm se destacando por serem extremamente adaptáveis e escaláveis. Os avanços tecnológicos revolucionaram setores da economia de uma maneira irreversível. Com a complexidade e o maior acesso a dados, é preciso fazer parte dessa mudança no mercado.

Você conhecerá, no artigo de hoje, um pouco mais sobre o conceito das ExOs, ou Organizações Exponenciais. Descubra, a seguir, o que são Organizações Exponenciais e porque elas vão além, inclusive, de seus números. Afinal, novos paradigmas de crescimento tornam-se novas bases de como transformar a gestão de seu negócio de forma inovadora. Confira!

Organizações lineares x exponenciais

O conceito de exponencialidade, já conhecido em funções matemáticas do tempo de escola, mostra um fenômeno de crescimento rápido. Organizações exponenciais surgem em oposição a modelos tradicionais de crescimento linear. Para compreender o pensamento exponencial, é importante entender como esses modelos se estruturavam.

Empresas lineares são caracterizadas por sua estrutura hierárquica. Seu foco de investimento é em adquirir ativos físicos e humanos de modo convencional. Ou seja, é a forma ordinária de criar e gerir uma empresa.

Organizações exponenciais, geralmente, não têm uma grande quantidade de ativos ou colaboradores. No entanto, essas empresas têm ao seu lado tecnologias que permitem um crescimento acelerado. Tecnologias, inclusive, já abordadas no blog da AEVO, como Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (AI) e Impressão 3D!

O pensamento exponencial está melhor adaptado a mudanças no cenário dos negócios. O futuro está na utilização intensa de novas tecnologias. Organizações Exponenciais, nesse quesito, não dependem de burocracias gerenciais de setores ou grandes grupos de funcionários. Assim, o pensamento dominante tende a ser abandonado à medida em que mudanças ocorrem.

Características das ExOs

ExOs têm características particulares que fazem seu impacto ser desproporcionalmente maior em relação a seus concorrentes. São as seguintes:

Atributos SCALE (ESCALA)

  • Staff on Demand (Equipe sob demanda): garante flexibilidade nas demandas, podendo ser aplicado em operações de diferentes complexidades.
  • Community and Crowd (Comunidade e Público): organizações lineares buscam inovação interna. Já ExOs buscam inovação também a partir de sua comunidade e público externo.
  • Algorithms (Algoritmos): destaque no mercado em busca do desenvolvimento de um algoritmo próprio.
  • Leveraged Assets (Ativos Alavancados): com ativos compartilhados, ExOs ganham maior rapidez respondendo a mudanças.
  • Engajament (Engajamento): uso de recursos interativos, incentivando uma relação forte com a empresa. Canais de feedback, sistemas digitais e jogos podem gerar engajamento.

Atributos IDEAS (IDEIAS)

  • Interfaces: ExOs têm processos de filtragem, seleção e comparação com base em algoritmos e automatização dos fluxos de trabalho.
  • Dashboard: forma facilitada de gerenciar a organização e mensurar resultados.
  • Experimentação: diferente do pensamento linear, Organizações Exponenciais prezam pela autonomia total em experimentar novos métodos e formas de gerenciar seus processos.
  • Autonomia: ExOs são autônomas e utilizam tecnologias que facilitam suas interações sociais.
  • Social (Tecnologias Sociais): a natureza experimental das ExOs faz com que essa categoria de empresa promova maior engajamento e interação, agilizando a tomada de decisões.
  • Flexibilidade nos processos: ExOs têm maior adaptação a mudanças, modificando seus processos de acordo com a necessidade.

Passos para criar uma ExO

1. Escolha um PTM

Um grande norteador dessas características é o PTM, ou Propósito Transformador Massivo. O Propósito Transformador Massivo procura definir um futuro para a empresa e guiar estratégias que a levarão para esse ponto, com foco em uma mudança cultural externa.

Por meio do PTM, busca-se saber o motivo de realizar o trabalho e nortear o propósito da organização.

2. Crie ou faça parte de comunidades PTM relevantes

Seu PTM precisa ser escalável e se alinhar a uma comunidade. Por isso, é importante criar ou começar a se conectar comunidades que tenham uma visão semelhante.

3. Componha uma equipe

Selecione os profissionais que se encaixam em um modelo de Organizações Exponenciais e estejam abertos para um modelo adaptável.

4. Parta de uma ideia revolucionária

Uma Organização Exponencial precisa de uma ideia que seja disruptiva para o mercado. A partir de um time focado, soluções inovadoras podem ser o ponto de partida para um novo negócio.

5. Crie um quadro de modelo de negócio

Mapeie as possibilidades para que o modelo de negócio possa ser apresentado de forma clara.

6. Encontre um modelo de negócio

Após mapear e filtrar as ideias mais promissoras, busca-se um modelo de negócio que a comporte.

7. Crie um MVP (Minimum Viable Product)

O objetivo do Produto Mínimo Viável é validar a ideia revolucionária. Afinal, é crucial saber se a ideia sobreviverá à prática!

8. Valide o Marketing e Vendas

Acompanhar as métricas em tempo real é uma etapa necessária para que Organizações Exponenciais possam se direcionar. A informação em tempo real definirá se a ideia tem tração para atingir seu público com pouco ou nenhum investimento.

9. Implemente os 11 atributos de SCALE e IDEAS

As características citadas anteriormente estão relacionadas a como sua organização exponencial trabalha atributos internos (IDEAS – idéias) e externos (SCALE – escala). Nessa etapa, elas são implementadas para auxiliar no processo de geração da organização.

10. Defina a cultura

A partir dos atributos, define-se a cultura organizacional como um todo.

11. Faça perguntas-chave periodicamente

Fazer as perguntas necessárias é importante para a manutenção do negócio. Organizações Exponenciais estão constantemente se perguntando o porquê de a organização existir e fazer o que faz.

12. Construa e mantenha uma plataforma

Uma plataforma robusta permite organizar o crescimento acelerado das Organizações Exponenciais. Construa uma plataforma que possa organizar e monitorar os dados necessários para que seu negócio atinja os objetivos.

13. Decole!

O sucesso de uma Organização Exponencial necessita de uma reinvenção constante. É preciso pensar em novas soluções, se relacionar com a comunidade e inovar com novos produtos.

Organizações exponenciais (ExOs): tecnologicamente inteligentes, adaptáveis e abrangentes em um novo mundo que vai operar, para no final transformar

No modelo econômico atual, empresas preparadas para evoluir seu negócio e se adaptar se destacarão no longo prazo. ExOs podem ser adaptadas de empresas convencionais ou mesmo em um modelo Lean Startup, por meio de testes e validações rápidas.

A evolução permanente dos negócios gera benefícios para um grande grupo de envolvidos, seja interna ou externamente. Que tal evoluir o seu negócio?

Você já conhecia as Organizações Exponenciais? Ficou com alguma dúvida sobre o tema? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima!