4Ps da inovação: sabe o que é?

4Ps da inovação é um método abrangente para entender como executar a inovação. Os 4ps da inovação significam propósito, processos, pessoas e políticas.

A palavra inovação, dentro do ambiente corporativo, pode significar muitas coisas: ideias criativas, novos produtos, mudanças no mercado e etc – tudo vai depender dos objetivos e necessidades da organização. Uma forma de se aprofundar na temática é conhecer os 4ps da inovação.

O que mais importa para as empresas é que a inovação esteja presente de maneira estratégica, e para aplicá-la de forma eficaz é necessário enxergar os caminhos a serem trilhados com mais clareza e definição.

A gestão precisa conhecer e saber usar metodologias que auxiliam a obter essa perspectiva, como é o caso dos 4Ps da inovação; assim, o negócio irá colher os resultados desejados dentro de um tempo determinado em seu plano – seja no curto, médio ou longo prazo.

O que são os 4Ps da inovação?

4Ps da inovação é um método abrangente para entender como executar a inovação em sua empresa de forma simples. Os 4ps da inovação significam propósito, processos, pessoas e políticas.

Além disso, auxiliará na percepção de possíveis oportunidades ou ameaças nessas iniciativas. Por essa razão, eles são um método indispensável para aplicar em sua empresa.

Os quatro 4Ps da sigla se referem às categorias em que a inovação se apresenta em um negócio. Cada um representa uma área de atuação das estratégias inovadoras dentro da empresa.

Quando esses Ps formam um combo e funcionam conjuntamente, garantem uma estratégia poderosa para o sucesso da empresa em seus projetos. São eles:

  • Propósitos
  • Processos
  • Pessoas
  • Políticas

Dá para perceber que os quatro não são nenhum mistério, na verdade, eles podem ser facilmente identificados em qualquer projeto.

Os 4Ps da inovação não se restringem a um porte específico de negócio. Organizações de todas as dimensões podem aplicar essa ferramenta, no entanto, ela foi desenvolvida visando a realidade de pequenas e médias empresas.

Com os quatro Ps, organizações de menor porte conseguem visualizar de forma ampla as maneiras de realizar a gestão da inovação em seu negócio e crescer mais.

No entanto, empresas maiores também podem utilizá-lo para seguir inovando continuamente e manter sua posição favorável no mercado.

Entenda os 4ps da Inovação

1. Propósito

O propósito para inovar é o primeiro dos 4Ps, pois ele se refere aos objetivos que o negócio pretende alcançar através da inovação.

Isso é, sem dúvidas, algo a ser determinado logo de início, pois vai guiar todos os passos ao longo do processo.

Se você pretende aumentar a produtividade, diminuir os custos, melhorar a qualidade de atendimento, tudo isso está dentro do seu propósito e precisa ser apontado como meta para a inovação.

Anote tudo de forma organizada em um quadro ou documento para que as informações não se percam – para dar estrutura, organização e engajamento do processo de inovação, você pode contar com um software como o AEVO Innovate.

aevo-innovate-blog

2. Processos

Após o propósito estar definido, agora você precisa saber como as estratégias de inovação que escolheu podem ser colocadas em prática para se alinhar a ele. Ou seja, que processos serão selecionados para executar o seu plano de inovação da melhor maneira.

Na fase de processos as etapas são definidas de forma clara, para que assim a gestão da inovação seja realmente eficiente.

Além disso, deve ser considerada a perspectiva de todos os envolvidos para pensar que mudanças podem ser feitas para melhorar os processos, como a adoção de tecnologias e ferramentas.

Com os processos bem definidos, os gestores conseguem ter uma boa visão do caminho que será percorrido na busca pelos resultados desejados.

3. Pessoas

O terceiro P trata das pessoas envolvidas no processo inovativo. Afinal de contas, para a inovação funcionar de verdade, as pessoas certas devem fazer parte do seu time.

A gestão da inovação deve estar na mão de colaboradores e líderes que possuam espírito inovador. O motivo é que indivíduos com esse perfil são capazes de colocar em prática as estratégias e soluções necessárias para alcançar os objetivos estabelecidos.

Nesta etapa dos 4Ps da inovação, os membros da equipe são selecionados, portanto, é muito importante avaliar cuidadosamente quem vai entrar na empreitada.

É essencial que criatividade e flexibilidade sejam atributos presentes, mas, além disso, é necessário que haja nos participantes a compreensão da inovação como um todo, pois só assim eles podem lhe ajudar a alcançá-la.

É claro que essas características também podem ser desenvolvidas, então realizar treinamentos e capacitações é um fator crucial para garantir que os profissionais adquiram esse mindset.

Na hora de organizar sua equipe, você ainda irá fazer uma divisão desses colaboradores em dois grupos: o dos inovadores empreendedores, que são os geradores de ideias, e os inovadores gestores, responsáveis pela condução dos projetos.

4. Políticas

No último P, os assuntos são as políticas, que regem a cultura organizacional da empresa. Não adianta tentar construir uma gestão da inovação em uma empresa pouco flexível, que não está disposta a receber mudanças em seus processos para a geração de melhorias.

Muito pelo contrário: as regras e os processos que ela segue precisam ser propícios para fomentar estratégias inovadoras, pois para uma empresa inovar na linha de frente, ela precisa ser inovadora em sua essência.

Se sua empresa deseja inovar, é preciso ter em mente que a cultura de inovação deve ser construída e alimentada para que seja bem sucedida. O espírito inovador deve ser valorizado, desde o processo seletivo até o desenvolvimento de habilidades dos colaboradores.

Relação com a tríplice hélice da inovação

Como você viu, a ferramenta dos 4Ps da inovação oferece uma visão geral de como a empresa irá implantar iniciativas em seu dia a dia, de acordo com os propósitos, processos, pessoas envolvidas e políticas da organização.

A dinâmica envolvida nos 4Ps pode ser comparada à de um outro paradigma importante na área: a tríplice hélice da inovação.

Nesse método, três elementos compartilham objetivos e atuam em conjunto para alcançá-los, são eles: as empresas, as universidades e o governo.

Com essa quebra nas divisões entre essas entidades e a possibilidade de trabalharem em conjunto, os projetos inovadores funcionam melhor e trazem resultados mais expressivos.

A partir daí construímos o paralelo com os 4Ps da inovação, pois cada um deles complementa o outro em prol de um mesmo objetivo: promover a inovação.

Conclusão

Os 4Ps da inovação não deixam a sua empresa ficar no escuro quando decide inovar, pois abrem as perspectivas sobre como os projetos devem ser manobrados.

Com essa metodologia fica muito mais fácil identificar as oportunidades e os caminhos para inovar, aproveitando o que for favorável ao sucesso do empreendimento.

Empresas que inovam constantemente irão perceber que os resultados crescem de maneira contínua quando estimulam essa prática, usando ferramentas como a plataforma de gestão da inovação como o AEVO Innovate, você dá mais autonomia aos seus colaboradores.

Solicite uma demonstração gratuita do nosso software, e descubra o que mais ele pode fazer pelo seu negócio!

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.