Big Data Analytics: como esse conceito vai revolucionar sua empresa?

 

Big Data Analytics é o processo de examinar grandes quantidades e variedades de dados para descobrir padrões escondidos, correlações desconhecidas, preferências do clientes, tendências de mercado e outras informações de grande valia que podem ajudar organizações a tomar decisões de negócios mais informadas. As aplicações de Big Data Analytics permitem analisar dados e tirar deles conclusões, oferecendo respostas na velocidade que os negócios precisam.

Os três Vs do Big Data Analytics

Mas como o Big Data Analytics consegue fazer todas essas coisas? A tecnologia tem a possibilidade de entregar melhores resultados, tanto na redução de custos quanto na geração de novas soluções graças aos 3 Vs do Big Data: Volume, Variedade e Velocidade.

Essas três propriedades definem o poder do Big Data e são seus componentes. O volume é o V mais comumente associado ao recurso, por motivos óbvios. Os “grandes dados”, afinal, são muitos e sua proporção pode ser exagerada.

A velocidade, por outro lado, é a medida de tempo em que esse grande volume de dados é gerado. Pense no Facebook e na quantidade de coisas que são postadas por minuto. Digerir, processar, arquivar e alcançar essas informações é uma das capacidades que a plataforma precisa ter para operar bem.

O terceiro V diz respeito a variedade de dados. Ao longo deste artigo você perceberá que a maioria das conclusões benéficas as quais indústrias chegam com auxílio do Big Data só é possível porque eles conseguiram combinar informações de diversas fontes. Redes sociais. Software de CRM. Um aplicativo interno. E-mails e contatos com clientes.

Combinados, esses três Vs descrevem os dados a serem analisados. Afinal, Big Data Analytics é sobre encontrar valor em toda a informação que a sua companhia conseguiu acumular ao longo dos anos.

A evolução do Big Data Analytics

Embora o conceito de Big Data exista há anos, a maioria das organizações só passou a entender recentemente a importância de capturar todos os dados que passam pelo seu negócio.

Mas, desde a década de 1950, empresas usam a análise de dados para descobrir insights e tendências e tomar decisões informadas. Isso costumava ser feito com números em planilhas, manualmente examinadas por funcionários dedicados à essa tarefa e, por isso, era exclusividade das grandes corporações.

Na atualidade, porém o Big Data Analytics eliminou essa etapa tediosa e trouxe para a mesa velocidade e eficiência. Se antes negócios acumulavam informação para depois analisá-la e decidir o que fazer com ela, hoje é possível aplicar Big Data para tomar decisões imediatas. Essa habilidade de trabalhar com velocidade dá às organizações uma vantagem competitiva incrível na hora de encontrar oportunidades.

O Big Data pode ser novidade para startups e empresas de pequeno e médio porte, mas as grandes companhias já lidam com ele faz algum tempo. Mas por que há tamanho interesse na tecnologia? Como tantos outros recursos, ele pode trazer a redução de custos e a melhoria na produtividade, além de fomentar a inovação.

Redução de custos com Big Data Analytics

Empresas de grande porte, como a Intel, usam a Big Data e a análise preditiva como uma forma de criar seus chips mais rapidamente. Em fase de manufatura, cada chip da companhia passa por testes de qualidade que incluem uma bateria com quase 19000 experimentações. Para reduzir o tempo delas, a Intel começou a analisar os dados históricos de outros chips feitos pela companhia, antes do seu lançamento.

Implementar o uso dessas informações poupou para a companhia três milhões de dólares em custos de manufatura só no ano de 2012. E essa é apenas uma das histórias de sucesso do Big Data Analytics, que tem sido alardeado como um construtor de novas oportunidades e menos como um redutor de custos.

Mas nessa área sua performance impressiona. Afinal, muitos negócios fazem um péssimo trabalho quando o assunto é reduzir custos. Big Data Analytics pode, produtivamente, ser usado para tomar decisões automatizadas que mandam alertas aos gestores sobre oportunidades de economias, como nesse cenário explorado pela Intel.

Se usar informação que você já possui pode economizar no longo prazo, o sistema avisará. Assim sendo, o Big Data Analytics adiciona valor às organizações de duas maneiras: eliminando custos e criando novas fontes de renda.

Big Data Analytics e a melhoria da produtividade

Outro grande objetivo do Big Data é a redução do tempo necessário para a execução de tarefas, e consequentemente, o aumento da produtividade. A loja Macy’s tem um estudo de caso interessante sobre o assunto, que pode ilustrar bem como isso funciona na prática. Em sua iniciativa de otimização de preço dos produtos a empresa utilizou Big Data para reduzir o ciclo de tempo necessário nos complexos cálculos, que costumavam levar horas ou, até mesmo, dias.

Dessa forma, colocar 73 milhões de produtos em oferta, para a gigante de vendas, deixou de ser um desafio e passou a ser uma tarefa que leva apenas uma hora.

O que acontece é que, quanto melhor uma marca se conhece (e tem dados para avaliar isso), melhor é sua interação com consumidores e com o mundo ao seu redor. Quando a Macy’s conseguiu informatizar a lógica de seus preços e colocar toda essa informação nas mãos de um software de Big Data Analytics, ele sabia o que fazer para obter resultados ótimos em tempo recorde.

Inovação e Big Data Analytics

A coisa mais ambiciosa que organizações podem fazer com Big Data Analytics, por sua vez, é empregá-lo no desenvolvimento de novos produtos e serviços baseados em dados. Muitas das companhias que aplicam esse recurso tem negócios online, o que significa que elas obtêm vantagem ao se basear em dados. Veja, por exemplo, o caso do Google.

O Google usa Big Data para desenvolver todos os seus algoritmos de produto. E, ele descreve até mesmo o seu carro auto-dirigível como uma aplicação de Big Data.

Descobrir o que seus consumidores valorizam é importante. E, tomar decisões em cima desses dados, criando os produtos de que eles precisam mais ainda. O Big Data incentiva a inovação porque dá o instrumental necessário para ambos acontecerem.

Encontrando padrões precisos no meio de um mar de informações, o Big Data orienta gestores a tomar as decisões certas quanto a que produtos lançar ou que iniciativas implementar em suas empresas. E é por isso que trata-se de um recurso inestimável para a inovação.

Gostou de conhecer melhor o Big Data Analytics e como ele vai revolucionar sua empresa? Comente!

Posts Relacionados
A logística tem um papel importante dentro do modelo de negócios de uma empresa. A
Você acompanha o blog da AEVO? Se sim, provavelmente já aprendeu algumas coisas bem importantes
O trabalho não é uma realidade fixa. Ele muda com o tempo, acompanhando outras mudanças

Deixe uma resposta