Business agility: como adotar o pensamento ágil na sua empresa

business-agility

Em meio a tantas inovações tecnológicas como logística 4.0, indústria 4.0, big data, business inteligence e internet das coisas, se torna cada vez mais difícil acompanhar o ritmo das novidades e se adequar em tempo hábil com a nova demanda do mercado.

Para conseguir prosperar em um mercado altamente competitivo e volátil, de forma que sua empresa seja vista e se posicione de forma inovadora é essencial aderir ao Business Agility.

O Business Agility é uma forma diferente de gerenciar uma empresa e seus processos, direcionado por algumas diretrizes como metologias ágeis, ele é capaz de trazer resultados de forma mais assertiva e rápida


O que é Business Agility?

O Business agility é a resposta ao mundo BANI, um mundo frágil, ansioso, não linear e incompreensível.

Com tantas transformações digitais acontecendo simultaneamente nos diferentes segmentos, as empresas resilientes precisaram se adaptar rapidamente as novas demandas, novos públicos, novas exigências, mas principalmente a nova concorrência.

Com a digitalização dos processos, abrir uma empresa se tornou ainda mais fácil, aumentando fortemente a competitividade. E apesar de termos um cenário positivo em relação ao uso das novas tecnologias, a migração de cenário e adaptação das empresas que nasceram na era não-digital pode ser muitas vezes um gargalo.

O Business agility auxilia a manter o potencial da empresa alinhado à volatilidade do mercado e das pessoas, com a criação de soluções inovadoras, focadas nos meios digitais e no cliente final, dando um lugar de destaque a organização em meio a concorrência.

Seu principal objetivo é tornar a empresa capaz de atender plenamente seu público-alvo, independente das mudanças provocadas pelo futuro no mercado.

Ou seja, para que uma empresa seja capaz de sobreviver a tantas mudanças, é necessário aplicar muito mais do que recursos, é necessário aplicar uma estratégia baseada no Business Agility.


Como surgiu o Business Agility

Em resposta as transformações do mundo de hoje, o business agility surge a partir de uma metodologia ágil.

Se antes as empresas realizavam planejamentos estratégicos anuais, hoje, eles devem ser revisto a cada três meses, assim como as definições de metas e okrs.

Essa volatilidade tornou inviável a utilização de frameworks tradicionais, que exigiam mais tempo de elaboração e eram inflexíveis.

O business agility vem para sanar essa dor, utilizando frameworks como o Scrum, orientado por sprint que tradicionalmente duram até 15 dias e o Kanban, que auxilia na visualização e priorização de tarefas.


Como funcionam as estratégias do Business Agility?

A inovação é a força que direciona o business agility. Não basta ser ágil, mas também deve ser inovador. Esse atributo deve ser o pilar principal da estratégia para que ela funcione.

Isso porque as empresas que não inovam, não conseguem se adequar com rapidez as mudanças do mercado, e, consequentemente, são deixadas para trás, podendo muitas vezes até deixarem de existir como foi o caso da Kodak e BlackBerry.

Vale ressaltar que o business agility não deve fazer parte apenas de um squad, mas sim de toda a organização, para que todos estejam na mesma página e trabalharem para o mesmo objetivo.

As startups são grandes adeptas a essa metodologia. Com um modelo de negócios voltado a alavancagem e crescimento exponencial, uma startup precisa desenvolver um MVP antes de se lançar no mercado.

Um MVP é o mínimo produto viável, ou seja, ele não é o produto final, mas sim uma versão simplificada para provar ou não sua viabilidade.

Precisando de agilidade e eficiência, a startup não pode passar anos desenvolvendo e aprimorando um produto sem nem saber se atende as necessidades do seu público-alvo. Ela deve ser rápida e criar algo que poderá ser otimizado posteriormente conforme a necessidade.


Por que adotar o Business Agility

Embora o manifesto ágil tenha sido criado a princípio para o setor de T.I e programação, ele deve ser aplicado a todos os departamentos: marketing, vendas, financeiro, sucesso, RH. O mindset ágil deve estar presente na cultura da empresa e adota-lo só tem benefícios.

Vantagens

Como foi dito anteriormente, o business agility torna o seu negócio ágil, mas o que isso quer dizer na prática?

  • Aumento de produtividade das equipes;
  • Diminuição do retrabalho;
  • Melhoria contínua de processos;
  • Organização integrada e alinhada com o mesmo objetivo;
  • Promoção da Cultura de Inovação na empresa;
  • Desenvolvimento da mentalidade ágil.

Com o business agility, sua organização será capaz de se adaptar em meio ao caos e ainda entregar valor ao seu maior ativo, as pessoas.


Conclusão

O business agility de forma simples, pode se transformar em um dos caminhos possíveis para o posicionamento no topo do mercado pela organização.

Mas, lembre-se sempre: a agilidade em uma empresa não significa somente rapidez, se trata também de eficiência.

Você acha que sua organização está pronta? Tome as decisões necessárias e coloque em prática! Caso precise de auxílio, o AEVO Innovate, nosso software de Gestão da Inovação, conta com um módulo exclusivo para gestão de portfólios e projetos.

Solicite uma demonstração e adote o mindset ágil na sua empresa hoje mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *