CULTURA DE INOVAÇÃO

Tudo o que você precisa saber!

Lillian Donato

Lillian Donato

Publicado em 27/10/2020

Cultura de inovação é um conjunto de de hábitos e valores que promove a criatividade e apoia a geração de ideias vinda de todos os setores da empresa, buscando mudar a forma de fazer negócios, valorizar os colaboradores, otimizar recursos e melhorar resultados.

CULTURA DE INOVAÇÃO

cultura-de-inovação

CONFIRA:

  • O que é Cultura de Inovação
  • Qual é a importância da Inovação para o desenvolvimento das empresas
  • Quais as boas práticas para a Inovação?
  • Benefícios da Cultura de Inovação
  • Os primeiros passos para implementar a Cultura de Inovação
  • Como desenvolver uma Cultura de Inovação?
  • Comportamentos essenciais para a Cultura de Inovação nas empresas

inovação é frequentemente associada à introdução de novos produtos ou serviços em sua empresa. No entanto, também pode ser relacionada a como mudar a forma de fazer negócios. E isso tem uma relação direta com a cultura da sua organização.

Inovar abrange novos usos de tecnologias, métodos de trabalho aperfeiçoados, novas formas de atender os clientes e melhores sistemas e processos.

Para ter sucesso, a inovação precisa ser apoiada por você, sua equipe e todos os outros parceiros de negócios

Continue acompanhando este artigo e veja os principais benefícios que a cultura da inovação traz ao seu negócio.

O que é Cultura de Inovação

Quando se pensa em inovação, qual a primeira coisa que vem a sua cabeça? A maioria das pessoas pensa que inovação está presente apenas em grandes Startups e que o seu conceito se limita em criar novas tecnologias, produtos e serviços. 

A inovação vai muito além disso. Inovar envolve criar novos modelos de negócios, novas formas de atender necessidades dos consumidores, novos processos organizacionais, novos meios de competir e cooperar no ambiente empresarial. Num cenário cada vez mais competitivo e globalizado, a inovação é essencial para a sobrevivência de qualquer organização.

Seja qual for o seu segmento de atuação ou o tamanho do seu negócio, pequeno, médio ou grande, manter-se em constante processo de inovação é essencial para um diferencial competitivo. Afinal, é só inovando que a gente consegue se manter à frente da concorrência. 

A grande sacada para transformar a inovação num diferencial competitivo, efetivo e sustentável é agregar a cultura nesse processo.

Dentro de uma organização, o significado de cultura está diretamente relacionado aos comportamentos, valores, crenças e hábitos que a empresa adota na intenção de otimizar a criatividade dos seus funcionários, o que resulta em processos de criação inovadores e sustentáveis, novos produtos, resoluções, e até métodos de planejamento.

Promover uma cultura de inovação dentro da empresa é fundamental para um negócio duradouro. 

Quando dizemos que a cultura é de inovação, significa que aquela empresa foca na criatividade das suas equipes, fornecendo autonomia e permitindo que novas ideias surjam. Seus benefícios já são confirmados em muitas grandes empresas.

Organizações que promovem uma cultura de inovação acreditam que a inovação não vem apenas das lideranças, mas sim de qualquer pessoa na organização. 

 

ASSISTA NOSSO WEBINAR: Cultura de inovação em tempos de crise

QUAL A IMPORTÂNCIA DA INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DAS EMPRESAS

Não há empresas, organizações ou instituições que consigam sobreviver ao longo dos anos sem inovar, sem implementar melhorias que agreguem valor para seus consumidores.

A inovação é ferramenta fundamental para uma empresa competir e sobreviver. É algo novo, que gera lucros, atraindo os consumidores e aumentando a receita.

Organizações que se preocupam em inovar sua cultura constantemente são as que mais crescem. A prática da cultura de inovação faz ser possível revitalizar e garantir o crescimento do seu negócio, possibilitando melhorias na produção e utilidade de produtos. 

Pode também promover mudanças na missão e valores da sua empresa e pode ser adaptada para qualquer tipo de negócio.

A princípio, mudanças podem despertar inseguranças, afinal, é mais fácil se prender ao conhecido e se manter na zona de conforto. Porém, para crescer e se desenvolver é necessário arriscar.

Isso não implica que você precise todos os dias criar algo completamente novo ou fazer mudanças bruscas dentro da sua organização. A eficiência se encontra nas pequenas mudanças do cotidiano. 

Encare a inovação como uma oportunidade de crescimento, que possibilita um diferencial competitivo no mercado.

QUAIS AS BOAS PRÁTICAS PARA A INOVAÇÃO?

A utilização de práticas certas e sólidas para a inovação podem trazer uma maior assertividade e gerar uma melhora significativa na cultura da sua organização. Conhecer boas práticas de inovação e investir de maneira correta nessa área pode ser um divisor de águas para a sua empresa. 

Contar com uma boa gestão de inovação mostra que a sua empresa é atualizada e está disposta a se adaptar às mudanças no mercado e no consumo.

Quando o público e os colaboradores percebem o valor nesse investimento, passam a olhar a instituição com outros olhos.

A colaboração é uma das principais práticas. Adotar uma cultura colaborativa permite um relacionamento mais aberto entre os membros de uma organização. 

Também é importante lembrar de investir sempre em um ambiente com uma atmosfera agradável que garantam a motivação e energia necessária na produtividade. Aqui na AEVO um dos nossos pilares é o ambiente leve. Valorizamos muito a questão de ter um local de trabalho favorável para produção, e mesmo em home office, buscamos manter a interação e engajamento com reuniões e happy hours online.

Outro foco importante é promover a criatividade e a iniciativa. Seja através da utilização de ferramentas digitais de colaboração ou de iniciativas que facilitem o surgimento de novas ideias.

Uma cultura de inovação adequada possibilita hábitos como gerenciar competências, aspectos comportamentais, ambientes, processos, recursos e estratégias que agrega na cultura empresarial.

BENEFÍCIOS DA CULTURA DE INOVAÇÃO

Se você desenvolver um foco inovador nos seus processos de negócio, vai garantir que todos estejam trabalhando para desenvolver melhores práticas e otimizar a eficiência e o desempenho da empresa.

Veja alguns benefícios da cultura da inovação:

MAIOR ATRATIVIDADE DE CLIENTES

Em um mundo onde a informação é amplamente disponível e a comparação entre concorrentes é facilmente realizada, empresas com cultura de inovar certamente se destacam.

Isso acontece porque essas organizações criam valor continuamente e passam a ser percebidas como parceiros estratégicos para os seus clientes. A capacidade de inovar, e não somente uma inovação específica, se torna uma competência essencial do negócio.

USO MAIS EFICIENTE DE TODOS OS RECURSOS

Esse é um grande desafio para as pequenas e grandes empresas. Os colaboradores de uma empresa com forte cultura de inovação estão sempre avaliando e revendo a sua forma de trabalhar e isso é fundamental para reduzir custos, aumentar a produtividade e garantir efetividade dos negócios.

MAIOR ATRAÇÃO E RETENÇÃO DE TALENTOS

Todos gostam de trabalhar em ambientes inovadores e desafiadores, que promovem a importância das pessoas para a resolução de problemas. Organizações com a cultura de inovação reforçam o reconhecimento do papel do seu time para os resultados e valorizam o potencial criativo e analítico dos colaboradores independente da função e hierarquia. 

ABORDAGEM PROATIVA

Organizações inovadoras criam um ambiente propício para a proatividade, pois os seus colaboradores incorporam à sua rotina a análise crítica sobre os problemas e a criação de soluções. 

Essa capacidade naturalmente se tornam um dos valores dessas companhias, transformando-se na forma natural como os seus funcionários realizam suas atividades.

Agora que você já sabe os principais motivos para desenvolver a cultura da inovação na sua empresa, é hora de buscar as ideias de inovação, certo? E você sabe qual o melhor lugar para buscar essas ideias inovadoras

QUEM TEM IDEIAS INOVADORAS? OS COLABORADORES

Isso mesmo, a sua equipe.

A maioria das ideias para aumentar o crescimento corporativo e lucros não são descobertas de madrugada ou no isolamento do escritório.

Elas vêm de pessoas que, diariamente, estão na linha de frente da empresa, atendendo os clientes, trabalhando nos processos, explorando novos mercados e enfrentando a concorrência.

Em outras palavras, os colaboradores.

Muitas empresas que fizeram sucesso com inovação tem como parte de sua estratégia contínua aproveitar as energias criativas e os insights de seus empregados que ocorrem através das funções de cada um.

Isso é fácil de dizer, não é? Mas como, exatamente, eles fizeram isso? O caminho é empoderar as suas equipes a propor ideias inovadoras para alimentar o funil de inovação da empresa.

Seus funcionários não devem ser treinados apenas para fazer suas rotinas diárias. Eles precisam ser guiados para pensar além. Devem ser orientados para perceber ativamente os problemas e buscar ideias inovadoras para resolvê-los. 

De acordo com Alan Robinson e Dean Schroeder, autores do livro “Organização Guiada por Ideias”, existem 4 principais motivos para você aproveitar as ideias de seus colaboradores, sendo:

1 - FUNCIONÁRIOS DA LINHA DE FRENTE ENXERGAM MELHOR OS PROBLEMAS E OPORTUNIDADES DO DIA A DIA DA OPERAÇÃO QUE OS GESTORES E DIRETORES

A alta liderança das empresas tipicamente tem acesso a indicadores consolidados do negócio e, com isso, consegue identificar os principais desafios que a organização deve superar. 

No entanto, são os colaboradores da linha de frente os mais capazes de dar soluções para resolver esses desafios, pois eles estão em contato direto com os clientes e com os processos de trabalho.

Em resumo, as organizações com cultura da inovação são direcionadas pelo topo e conduzidas pela base. 

2 - A MAIORIA DAS IDEIAS É OBJETIVA E DE BAIXO CUSTO DE IMPLANTAÇÃO

Um dos grandes problemas da inovação é que muito se fala a respeito, mas pouco se faz de concreto. Em muitos casos, a razão para isso é que são criadas iniciativas grandiosas com equipes dedicadas à missão de inovar e delas esperam-se grandes resultados como que em um passe de mágica.

Quando são dadas responsabilidade e autonomia para todos das linhas de frente inovarem, as soluções encontradas são muito mais simples, pois são pensadas por quem conhece a fundo o processo de trabalho ou o cliente sendo atendido. 

3 - AS IDEIAS IMPACTAM DIRETAMENTE EM ASPECTOS INTANGÍVEIS DO NEGÓCIO

Em última instância, os negócios são realizados entre pessoas. Resultados tangíveis são muitas vezes obtidos devido a aspectos intangíveis do negócio, como qualidade de atendimento e o entendimento profundo das necessidades dos clientes.

Esses aspectos, no entanto, são difíceis de ser percebidos e atacados pela alta liderança, enquanto podem ser facilmente identificados pelos colaboradores da linha de frente. O diferencial frequentemente está nos detalhes.

4 - FORNECE AO NEGÓCIO UMA PERSPECTIVA ÚNICA DOS FUNCIONÁRIOS SOBRE AS POTENCIALIDADES DOS CLIENTES

As soluções que surgem no atendimento da linha de frente podem se tornar uma fonte inesgotável de ideias inovadoras. 

Sua equipe pode ser capaz de sentir as dificuldades dos clientes e se engajar a partir de uma perspectiva única e, se forem treinados e seguirem um processo de gestão de ideias, podem se engajar para resolver continuamente os problemas que aparecem.

Em resumo, prepare-se para aceitar as soluções que sua equipe te apresenta: afinal, a inovação é um trabalho de toda a equipe.

OS PRIMEIROS PASSOS PARA A IMPLANTAR A CULTURA DE INOVAÇÃO

A cultura de inovação é um conceito que está ganhando cada vez mais espaço nas organizações e que objetiva promover a competitividade num cenário em que se destacar é crucial. 

Isso envolve a busca por atitudes e mudanças inovadoras dentro da empresa. Para introduzir essa cultura dentro da empresa é preciso que seja um objetivo comum de todos os gestores, que não seja uma regra, mas sim uma característica dos colaboradores como um todo. Que de fato faça parte da essência organizacional, de forma que seja colocada em prática no dia a dia. 

Para isso, é necessário deixar para trás qualquer resquício de ambiente engessado e permitir que todos possam de fato explorar suas ideias, isso possibilita adotar mudanças e estratégias na rotina empresarial para construir um ambiente mais propício à inovação. 

Ainda tem dúvidas de porque implantar a cultura da inovação ou de como fazer isso?

Conheça agora algumas dicas que irão impactar significativamente a vida da sua organização:

NOVAS IDEIAS SÃO SEMPRE BEM-VINDAS

A cultura da inovação só persevera em um ambiente que seja propício para o seu desenvolvimento. Por isso, cultive uma atmosfera favorável, estimulante e flexível, com condições necessárias que fomente a busca por inovação dos colaboradores.

Crie mecanismos para incentivar a participação dos colaboradores, estimule-os a expressarem as suas ideias, amplie sua capacidade de questionamento. 

Celebre as conquistas. Mostre os resultados de posturas inovadoras. Invista em um espaço onde o diálogo é bem-vindo e todos se sentem convidados a expressarem os seus pensamentos. 

Uma empresa inovadora é aquela que dá oportunidade para seus colabores inovaram e absorverem os resultados desse processo.

SOFTWARES E APLICATIVOS DE GESTÃO DE IDEIAS

Não é porque inovar vai além da tecnologia que você não pode aproveita-la a seu favor. Inovação tem tudo a ver com tecnologia, por isso, usufrua ao máximo o que a era digital em que vivemos pode oferecer.

Nesse cenário, destacam-se os aplicativos e softwares. Eles podem servir como um grande facilitador para diminuir as burocracias dentro da empresa.

Pense em tudo que pode ser automatizado na sua empresa. É possível aproveitar ferramentas digitais para diminuir o trabalho burocrático e deixar os seus colaboradores mais livres para pensarem em estratégia – e, é claro, em inovação!

Nesse segmento, a plataforma de gestão de inovação, AEVO Innovate, é uma ótima solução para acompanhar e promover a inovação em empresas.

ACOMPANHAMENTO DE TENDÊNCIAS DO MERCADO

Inovar tem tudo a ver com originalidade, mas também com olhar para fora do próprio negócio. Se informar e estar por dentro do que outras empresas e o mercado estão fazendo ajuda a empresa a se atualizar e se adaptar as novas tendências do mercado.

Busque compreender quais são as estratégias e soluções que têm funcionado para outras empresas e reflita sobre como elas podem ser úteis também no seu modelo de negócio.

Conversas de benchmarking também podem ser interessantes para ter boas ideias, assim como a participação em eventos do segmento da sua organização.

Se inspire para deixar a sua empresa cada vez melhor.

O INCENTIVO DA CRIAÇÃO COLETIVA

É impossível inovar sozinho. Incentive os seus colaboradores a trabalharem juntos, ambientes que estimulam o trabalho em equipe estão mais propícios à inovação. Pois duas cabeças criando são melhores que uma. 

Estimule a capacidade dos seus colaboradores de trabalharem em conjunto, unindo ideias diferentes em prol do mesmo objetivo. 

Cabe ao líder manter o time focado em inovar e trabalhando em grupo. Para isso, relembre os colaboradores dos objetivos da empresa e busque trazer novas ideias para dentro do grupo. Troque ideias e opiniões num contexto em que os resultados vão ser benéficos para todos os envolvidos.

DÊ O EXEMPLO

Como é papel dos gestores atuarem como líderes no processo criativo, é muito importante que eles adotem sempre uma postura inovadora e questionadora.

 Atuando como verdadeiros exemplos a serem seguidos , os colaboradores tendem a seguir as posturas e modelos mentais de seus líderes.

De nada adianta pregar a inovação se ela não estiver presente em seu comportamento e escolhas.  Das menores e mais simples até aquelas mais significativas dentro da organização. É papel do líder educar pelo exemplo e mostrar como é possível inovar no dia a dia.

METAS: NÃO TENHA MEDO DE ERRAR

Toda mudança na organização deve acontecer com um objetivo por trás, por isso, tenha objetivos claros com a inovação. 

Inovar por inovar, sem metas definidas, pode resultar em desperdício de tempo e dinheiro. Qualquer que seja o seu foco, o importante é que ele seja bem definido e mensurável.

Depois de colocar a inovação em prática, acompanhe e meça os resultados. Avalie se as mudanças estão trazendo os resultados desejados. Se sim, hora de celebrar! Mas, caso contrário, não desanime, continue buscando soluções inovadoras e não tenha medo de errar. 

Errar faz parte do processo. Se algo não sair conforme o esperado, volte uma casa e corrija a rota.

Você e seu time sairão desse processo com mais força e conhecimento. Não tenha medo, inovar exige coragem. Seja ousado, criativo e inovador e prepare-se para colher os frutos dessa decisão.

Ter uma cultura da inovação implementada com sucesso é um grande diferencial competitivo atualmente.

Agora que você já sabe como colocar essa mudança em prática dentro da sua organização, é só se preparar para colher os bons resultados!

Implementar práticas de inovação consiste em mudanças estruturais na sua empresa, por isso, aplicar e manter uma cultura da inovação não é fácil. Mas, tenha paciência, essa é uma ação que pode levar tempo para se consolidar, porém, os frutos a serem colhidos tendem a ser sempre positivos.

É um processo trabalhoso e que requer paciência, conhecimento e a consciência de que, na maioria das vezes, os resultados serão visíveis e mensuráveis em longo prazo. Por isso, manter a motivação do colaborador sempre acesa é o que dará impulso para que ele inove constantemente.

 

Leia também: Ciclo PDCA – Como aplicar a melhoria contínua na prática

COMO DESENVOLVER UMA CULTURA DE INOVAÇÃO?

Estabelecer uma cultura de inovação na empresa envolve uma impactante mudança na forma de agir das pessoas. Para isso, é preciso sensibilizar e motivar todos os níveis da organização para atingir esse resultado.

Veja essas dicas para motivar os colaboradores a fazerem parte da cultura da inovação.

INCENTIVE UMA POSTURA DE APRENDIZADO

Os funcionários devem ser incentivados a compartilhar as suas ideias e a explorar as suas iniciativas sem medo de errar. A inovação pressupõe a incerteza e, por isso, é natural que os erros ocorram.

O ideal é que a liderança da empresa reforce que inovar envolve errar e aprender em iterações contínuas. Além disso, deve haver um reconhecimento de que não tentar nada inovador é muitas vezes o maior risco que uma empresa pode correr.

CONTRATE PESSOAS COM PERSPECTIVAS DIFERENTES

Valorize profissionais que entendem a visão da empresa e estejam alinhados com os seus valores, mas que não necessariamente pensem igual. 

Crie equipes com perspectivas diferentes, origens, paixões e capacidades diversas. Ter funcionários com um conjunto alternativo de ideias e abordagens de resolução de problemas irá facilitar a criação de um ambiente inovador.

LIDERE PELO EXEMPLO

Seja aberto e acessível a novas ideias. Certifique-se de que cada colaborador seja incentivado a compartilhar os seus insights. 

Crie espaços dentro das reuniões rotineiras para discutir a inovação.  Certifique-se de todos os líderes da empresa também estimulem a inovação.

De forma geral, valorize o comportamento inovador.

TENHA UM PROCESSO

Certifique-se de que há um processo que todos entendem para avaliar cada nova ideia. Os funcionários se sentirão encorajados a fazer sugestões e recomendações se estiverem confiantes de que suas ideias serão devidamente consideradas.

Para isso, é essencial que seja implantado e comunicado um programa corporativo de ideias de inovação.

Ao implementar uma cultura de inovação em seu negócio apoiada por práticas de trabalho para incentivar a participação dos funcionários, sua empresa vai avançar com a demanda do cliente e se beneficiar de rentabilidade melhorada que, afinal, é um resultado do crescimento.

E o mais importante de tudo: você terá colaboradores altamente motivados e que serão dedicados à sua visão de negócios e inspirados a contribuir para o sucesso do seu negócio.

E então, pronto para aproveitar as ideias do seu time e estabelecer a cultura da inovação?

4 COMPORTAMENTOS ESSENCIAIS PARA A CULTURA DE INOVAÇÃO NAS EMPRESAS

Para liderar um programa de inovação orientado por ideias, é necessário que o profissional e sua equipe tenham uma mentalidade de eficiência e desapego a cargos e posições hierárquicas. Um executivo apegado ao poder do cargo fatalmente entrará em conflito com os pré-requisitos necessários para a implementação de uma cultura de inovação.

Tomadas de decisão, influência sobre seus colaboradores e diversos outros aspectos da gestão de uma organização podem acabar sendo prejudiciais para uma liderança inovadora.

Os autores Alan Robinson e Dean Schroeder, em seu livro Organização Guiada por Ideias, citam efeitos negativos como “menos cuidado (…) e dificuldade em considerar o que os outros já sabem” e que “o poder reduz a complexidade do pensamento de uma pessoa”.

Para ajudá-lo a combater esse efeito negativo e danoso para o compartilhamento de ideias e para uma liderança inovadora, listamos a seguir quatro comportamentos necessários para liderar o desenvolvimento de uma cultura de inovação em seu empreendimento. Confira!

1. HUMILDADE

Em um mercado cada vez mais competitivo, é um erro comum enxergar humildade como uma fraqueza, ou como uma característica indesejável por projetar insegurança ou passividade. 

Assim, para um líder interessado em desenvolver uma cultura de inovação e incentivar o livre tráfego de ideias na organização, a percepção de que ser humilde é algo negativo não poderia estar mais longe da verdade.

Uma gestão de inovação encarada com humildade faz toda a diferença para o input de novas ideias e, por consequência, para o desenvolvimento e a execução de trabalhos e realizações com maior qualidade e potencial competitivo.

É importante saber se colocar em um contexto colaborativo e ter humildade para ouvir e respeitar opiniões diferentes.

Em uma organização com liderança inovadora, as contribuições e o trabalho de todos devem ter a mesma importância e, nesse momento, a humildade torna-se uma característica essencial.

Inclusive, a humildade é vital em processos relacionados diretamente com o cliente, e a gestão deve estar preparada para saber operacionalizar suas ideias na otimização de seus processos.

2. SER ORIENTADO POR MELHORIAS

Tendo a humildade como um pré-requisito para uma cultura de inovação, é preciso também que o líder de inovação saiba direcionar seus esforços e os de sua equipe para uma melhoria contínua.

É fundamental que a liderança de inovação saiba identificar as ideias que podem reduzir custos e aumentar as receitas – sejam através de iniciativas de melhoria dos processos de atendimento aos clientes ou de renegociação com fornecedores para melhorar o tempo de entrega ou reduzir custos operacionais. 

Somente fornecer uma solução para a submissão de ideias, utilizando tecnologias como o AEVO Innovate, sem fazer com que essas ideias sejam incentivadas e orientadas para melhorar os fluxos e processos da organização é desperdiçar o potencial dessa ação.

Para implementar melhorias, é importante ouvir sua equipe. Mas é um comportamento-chave fazer com que sua liderança inovadora seja orientada por melhorias.

Dessa forma, é incentivada a circulação de ideias que sejam realmente relevantes e possam fazer com que a empresa cresça e se desenvolva.

3. TER MENTALIDADE DE EXECUÇÃO

Assim como os próprios processos da jornada de seu cliente, a cultura de inovação depende de um processo eficiente.

Ideias, por melhores ou mais bem-intencionadas que sejam, não têm peso ou valor de argumento sem que sejam implementadas e testadas na prática.

Ter uma mentalidade de execução é o que faz sua liderança inovadora sair da  teoria para uma realidade de fato.

As ideias são frutos de um processo criativo entre você, sua gestão e seus colaboradores. E nesse tipo de processo, muitas vezes, não são consideradas variáveis que podem alterar todo o resultado e até mesmo o andamento do projeto antes mesmo de ele atingir a maturidade necessária.

Por isso, é importante uma mentalidade de execução aliada às demais características-chaves fundamentais.

Uma metodologia essencial para incentivar essa mentalidade para sua liderança de inovação e para as ideias de seus colaboradores é a prototipagem.

Modelos, esquemas, miniaturas, versões funcionais para teste, dados coletados em nuvem, são muitas as ferramentas que ajudam o ato de idealizar a se transformar em execução de fato.

Um líder de inovação precisa promover e viabilizar essa mentalidade nos projetos que administra por meio dessas ferramentas e de uma filtragem de ideias orientadas à melhoria e que possam ser aperfeiçoadas ou ajustadas para que resistam à etapa de execução e implementação.

 

Leia mais: Design Thinking – Tudo o que você precisa saber.

4. TER HABILIDADE DE TRABALHAR DE FORMA COLABORATIVA

Como já mencionamos ao apresentar a humildade como comportamento-chave para a liderança inovadora, é importante para o líder de inovação saber se colocar em um contexto colaborativo.

É importante salientar que ter a habilidade de trabalhar de forma colaborativa envolve não apenas ter, de fato, o conhecimento necessário para promover inovação em sua gestão.

Um trabalho colaborativo exige que o líder de inovação saiba educar seus colaboradores, engajando-os para que possam colaborar efetivamente por meio de suas ideias e atitudes.

Uma ação importante para que a cultura de inovação se propague é o gestor permitir que processos colaborativos ocorram de forma livre e contínua.

Primeiramente, é preciso ouvir seus colaboradores, clientes e outros gestores e orientá-los sobre como contribuir para um trabalho viável e orientado a melhorias.

Após esse passo, é importante que o gestor saiba como comunicar de modo atrativo e engajador a cultura de inovação e seus resultados para a empresa como um todo.

Pequenas ações como facilitar a realização de reuniões ágeis para a solução de problemas ou incentivar ideias e atividades de aperfeiçoamento dos processos fazem toda a diferença ao promover um ambiente que favoreça a criatividade, a inovação e a colaboração.

Para que tudo isso ocorra, é vital que o trabalho corporativo seja bem visto e recompensado dentro da própria cultura da empresa. Fazer recrutamento interno, por exemplo, pode ser um bom indicativo de como é relevante para sua equipe desenvolver habilidades para trabalhar de forma colaborativa e aderente à cultura da organização.

CONCLUSÃO

Desenvolver uma cultura de inovação não é simples, mas é fundamental. Existem culturas empresariais, pressões do mercado externo e desconfiança por parte de alguns profissionais, além de outros obstáculos que impedem que essa cultura possa crescer.

Posições de poder de gestores que não tem nem querem desenvolver comportamentos necessários para uma liderança de inovação podem colocar em risco o engajamento dos funcionários e uma cultura voltada à geração de ideias inovadoras e focadas nas necessidades de sua empresa.

É preciso saber destacar os profissionais certos e proporcionar um ambiente amigável e propício para a cultura de inovação e colaboração. E sem um líder humilde, orientado por melhorias, com mentalidade de execução e a habilidade de trabalhar de forma colaborativa, não há organização nem ideias que possam ser realmente inovadoras.

E na sua organização, há uma cultura de inovação? 

Se você se interessa pelo assunto saiba como nós da AEVO podemos te ajudar. Fale com um especialista.

 

Confira também:

Desenvolvido por: