Cultura do feedback: saiba como desenvolver na sua empresa

A cultura do feedback é uma forma de comunicação contínua onde há uma troca de retornos sobre o desempenho profissional de cada participante numa equipe.

A cultura do feedback é essencial para impulsionar a eficiência de qualquer organização. Por meio dela é possível aumentar o engajamento dos colaboradores do negócio e potencializar a sua produtividade, corrigindo erros e valorizando os acertos.

Essa ferramenta, no entanto, é muitas vezes negligenciada ou mal utilizada pelas organizações, que possuem uma visão negativa da prática, e acabam não percebendo a sua importância.

Saiba como estimular e desenvolver a cultura do feedback no seu negócio neste artigo. Continue a leitura.

O que é cultura do feedback?

É uma forma de comunicação contínua onde há uma troca de retornos sobre o desempenho profissional de cada participante numa equipe.

Todos que fazem parte da instituição recebem retorno, logo os que estão em cargos mais elevados não ficam de fora.

Os gestores conversam com os colaboradores sobre o desempenho em suas funções e no trabalho entregue, e os próprios colaboradores também podem dar feedbacks sobre a gestão da liderança.

As questões abordadas nos diálogos podem ser elogios ou críticas construtivas. Ao analisar o trabalho entregue, é apresentado ao funcionário em quais partes ele mostrou uma boa atuação, como também quais áreas devem ser aprimoradas.

O feedback serve para aperfeiçoar o desempenho do profissional, contribuindo para o crescimento do colaborador, gerando mais produtividade, e assim promovendo o desenvolvimento da empresa como um todo.

Pode ser difícil para um colaborador expor seus pensamentos em relação à liderança, por causa das questões hierárquicas.

Além disso, até mesmo o líder pode ter problemas ao levantar críticas, pois se ele falar sobre as falhas de maneira equivocada e no momento errado, causará desentendimentos.

Por esses motivos é importante explicar a todos o que é um feedback, qual a sua funcionalidade e como ele deve ser trabalhado, além de construir uma cultura na qual eles sejam bem aceitos por todos os envolvidos. Dessa forma, é possível promover uma comunicação mais natural entre todos os setores e níveis da companhia.

Como desenvolver uma cultura do feedback?

Primeiramente, para implantar uma cultura do feedback bem organizada e que dê resultados em sua empresa, é necessário tomar algumas medidas no que diz respeito à comunicação interna.

Oriente a liderança

O exemplo vem de cima, logo os cargos mais altos devem ser os primeiros a expressar entendimento sobre a cultura do feedback.

Os líderes e supervisores precisam ser abertos ao diálogo, promover a troca de ideias, e até pedir a opinião de seus colaboradores, ouvindo as questões que devem ser aprimoradas na gestão.

Guie seus colaboradores

Os funcionários necessitam entender que um feedback, seja positivo ou negativo, só vai contribuir com o desenvolvimento e desempenho profissional dele.

É interessante apresentar essa cultura do feedback aos futuros contratados logo nos seus primeiros dias de trabalho utilizando o onboarding, prática que apresenta as dependências, funcionalidades e processos da empresa ao novo membro da equipe.

Para quem já está na organização, é possível usar de conversas, treinamentos e incentivos para construir aos poucos uma mentalidade aberta à cultura do feedback.

Leve em consideração o sentimento do funcionário

Para uma cultura do feedback bem aplicada, é importante que os gestores e demais responsáveis por transmitir o retorno façam isso com empatia e respeito.

Mesmo na hora de transmitir feedbacks negativos, o trabalho do profissional deve ser valorizado, mantendo as críticas no campo do que precisa ser melhorado em sua atuação e evitando comentários sobre a pessoa em si.

Pratique feedbacks com mais frequência

Não basta abordar o desempenho dos funcionários uma vez ao mês ou ao ano. É preciso ter um contato maior com essa prática. A conversa de retorno pode ser realizada no momento em que o problema é detectado, ao invés de esperar para solucioná-lo.

Tenha em mente que estamos falando sobre uma nova cultura para a organização, portanto é preciso incluir os feedbacks na rotina de todos os participantes. Essa prática acelera o alcance dos seus benefícios, e deixa os profissionais mais receptivos às avaliações.

Aceite o ponto de vista do colaborador

Os gestores e a liderança precisam estar conscientes de que o feedback também vem da parte do funcionário.

Cada pessoa terá uma visão sobre o negócio e a posição ocupada dentro dele, e deve ter espaço para expressar o que percebe de valioso na empresa, bem como os possíveis pontos fracos.

Principais benefícios

Não é apenas o colaborador que adquire maior crescimento profissional, pois a empresa também é beneficiada com maior produtividade e melhores resultados.

A equipe só tem a ganhar em todos os sentidos com uma implementação de uma cultura do feedback bem desenvolvida.

1 – Comunicação alinhada

A comunicação entre os colaboradores e gestores apresenta maior alinhamento e fluidez. Uma boa comunicação produz um ambiente organizacional adequado.

Dessa maneira, os profissionais podem ter clareza sobre os objetivos da instituição e agir para alcançá-los.

2 – Equipes mais produtivas e engajadas

Quando o colaborador sabe quais áreas precisam ser aperfeiçoadas e conhece as medidas a serem adotadas, ele não se sente mais perdido, o que promove motivação e empenho, gerando assim mais produtividade.

3 – Satisfação dos colaboradores

Os profissionais se sentem mais realizados, pois um diálogo aberto diminui os desentendimentos, o que contribui para um melhor desempenho profissional.

Essa percepção é reforçada quando os bons resultados comprovam o seu crescimento.

4 – Melhores resultados

Além de engajar os profissionais, os feedbacks vão ajustar seus erros conforme eles são identificados, tornando o trabalho mais eficiente e proporcionando resultados melhores.

5 – Colaboradores mais inovativos

Se os colaboradores têm liberdade para se expressar, eles podem mostrar o que mudariam no próprio setor ou na própria função, contribuindo para a inovação da empresa através do intraempreendedorismo.

6 – Fortalecimento do employer branding

A cultura do feedback serve como uma estratégia para o employer branding, já que a instituição apresenta maior estabilidade e harmonia com os profissionais.

Isso fortalece a imagem da empresa como um bom espaço de trabalho, atraindo e mantendo seus talentos.

Conclusão

A cultura do feedback é uma aliada no desenvolvimento da organização e dos seus colaboradores, permitindo abertura à comunicação e um ganho de eficiência em cada tarefa realizada.

Com uma plataforma de gestão da inovação como o AEVO Innovate, você pode intensificar essa cultura adotando um programa de ideias, que permite aos seus colaboradores compartilhar suas melhores propostas, além de receber feedbacks sobre elas, e transforma-las em projetos para desenvolver a empresa.

Solicite uma demonstração gratuita e saiba o que mais a AEVO pode fazer pelo crescimento do seu negócio.

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.