Data Mining: o que é e como aplicar no seu negócio

data-mining

Fala-se muito da importância de reunir informações a respeito do segmento de mercado e público consumidor para criar estratégias mais eficientes em empresas. No entanto, não basta juntar um grande número de dados.

É preciso identificar as informações que realmente são valiosas e fazer relações com outros dados disponíveis.

Basicamente, esse é o conceito de data mining e se você quer saber mais sobre esse termo e como aplicar no seu negócio continue com a leitura deste artigo e confira as informações presentes nos tópicos a seguir.


O que é data mining?

Data mining é traduzido como mineração de dados e consiste em obter informações realmente valiosas e úteis para a sua empresa por meio da análise de um volume significativo de dados.

Com essa mineração, é possível encontrar padrões, relações e obter insights, além de ter acesso a informações que nem sempre são encontradas ou conhecidas, o que pode ainda ajudar na competitividade do seu negócio.

O data mining permite o desenvolvimento de estudos e relatórios consistentes. Para os dias atuais, essa consistência é fundamental, já que mesmo com acesso facilitado a uma imensa quantidade de dados, nem sempre eles são confiáveis ou totalmente reais.

A mineração de dados, portanto, é uma forma não só de reunir informações, como também de filtrá-las para fazer uso apenas do que é verdadeiro e relevante.

Para realizar a adequada filtragem dos dados, o data mining, primeiramente, busca as informações necessárias e as reúne. Depois, as organiza com a ajuda de um algoritmo que permite identificar padrões e associações.

O banco de dados empresarial pode ser usado na mineração se fornecer um volume suficiente de informações. A estatística, Inteligência Artificial e machine learning são outros recursos que permitem aplicar esse conceito.


Data mining e sua relação com Big Data e BI

O data mining se relaciona com outros conceitos, podendo até mesmo ser confundido com eles, como é o caso do Big Data e do BI – Business Intelligence. Mas ao conhecer melhor esses termos é possível separá-los adequadamente.

O Big Data, por exemplo, refere-se aos dados que possuem uma grande variedade, que existem em volumes crescentes e que aparecem com muita velocidade. Em outras palavras, são volumosos, complexos e advindos de diferentes fontes.

A relação com o data mining é que o Big Data pode servir para colocar a mineração de dados em prática, pois é justamente o que se busca para então organizar, analisar e buscar padrões, relações, etc.

Porém, é importante dizer que a mineração não precisa ser feita somente com um imenso volume de dados como o Big Data. Como já citado, bancos de dados são suficientes para realizar a mineração.

Em alguns casos, pode ser até mesmo mais eficiente, pois o Big Data trabalha com dados muito variáveis, assim, grande parte deles pode ser descartada ao aplicar o data mining. Já o banco de dados fornece informações direcionadas a empresa.

Por sua vez, o BI – Business Intelligence consiste em tomar decisões com base em dados precisos e não na intuição dos gestores.

Para tanto, as informações são ordenadas em bancos de dados e, posteriormente, apresentadas com recursos visuais para que sejam facilmente analisadas.

A relação está no fato do data mining servir para analisar os dados no processo de BI, embora para executar o Business Intelligence não é preciso necessariamente encontrar padrões e regras. A mineração também pode trabalhar em conjunto com o BI.

Os dados podem ser inicialmente analisados de maneira ampla para ajudar na tomada de decisões pontuais. E, depois, serem rigorosamente estudados para que sejam encontrados padrão e assim criem-se estratégias de médio e longo prazo.


Quais as vantagens de fazer data mining?

Ao compreender o significado de data mining já é possível listar as suas principais vantagens, começando pela obtenção de informações valiosas que podem se transformarem em cenários distintos com diferentes oportunidades para a empresa.

Com isso, o negócio consegue estar mais bem preparado para o futuro, ao identificar o que deve se feito para melhorar o seu desempenho.

Outro benefício da mineração de dados é que podem ser ordenados e analisados os mais diversos tipos de informações, tanto em relação ao nicho de mercado, público-alvo, concorrência, fornecedores, parceiros em potencial, etc.

Essas análises permitem identificar tendências e se antecipar a elas, conquistando um importante diferencial competitivo.

Também é um método muito útil para os procedimentos de análise de risco, que visam identificar possíveis problemas de uma ação e como agir perante cada um deles.


Minha empresa precisa mesmo fazer data mining?

Se o seu negócio quer se destacar da concorrência, conquistar cada vez mais clientes e aumentar a sua conversão de vendas, então, é possível dizer que sim, a sua empresa precisa fazer data mining.

Afinal, como já mencionado, com a mineração a sua equipe pode ter acesso a uma série de informações, basta saber o que se procura e usar as ferramentas adequadas.

Uma questão importante sobre o data mining é que ele tem potencial para substituir o atendimento presencial dos clientes. Empresas que pouco têm contato físico com eles deixa de obter muitas informações relevantes.

Apesar de ser menos eficiente, o atendimento presencial ajuda a identificar padrões de comportamento dos clientes. Mas com a mineração é possível suprir essa necessidade e até ser mais assertivo.

Isso porque com a mineração consegue-se encontrar informações que nem sempre são vistas em um primeiro momento, pois estão escondidas em meio a tantos outros dados.

Para entender melhor, pode-se usar como exemplo uma empresa que aplica o data mining para descobrir quais são os produtos mais vendidos na sua loja em um determinado período.

Ao minerar as informações existentes sobre o período em questão, a empresa identifica que dois produtos foram os mais adquiridos. A partir dessa constatação, ela pode criar a promoção de um combo com eles dois para aumentar as vendas.


Conclusão

Já que o data mining tem potencial para ser aplicado em diferentes segmentos de mercado e para buscar padrões dentro de fontes diversas de informação, é um método útil em inúmeras situações.

E para apresentar os resultados esperados, sua equipe deve usar as ferramentas adequadas. Mas se você quer que a sua empresa se torne uma referência em termos de inovação pode conhecer o AEVO Innovate.

Nosso software de inovação permite o compartilhamento de experiências e a criação de projetos únicos. Saiba mais sobre o seu funcionamento e como pode fazer a diferença no seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *