Employer branding

O employer branding é um conceito que define a marca construída por uma empresa em relação aos colaboradores, stakeholders e parceiros. Ele indica a reputação do negócio como um espaço de trabalho positivo ou negativo, e está muito ligado à sua cultura organizacional.

Profissionais qualificados estão encontrando condições cada vez melhores para escolher onde vão trabalhar, e as empresas que não se adequam a esse movimento podem sentir dificuldades para encontrar colaboradores de alta performance. Uma solução para esse problema é investir nas estratégias de employer branding.

Com algumas ações direcionadas, há o fortalecimento da imagem, dos valores e da cultura organizacional da empresa. Dessa forma, a empresa conseguirá obter um diferencial em relação às demais, estabelecendo o seu lugar na mente dos talentos que buscam um bom ambiente de trabalho.

O que é employer branding?

O employer branding é um conceito que define a marca construída por uma empresa em relação aos colaboradores, stakeholders e parceiros. Ele indica a reputação do negócio como um espaço de trabalho positivo ou negativo, e está muito ligado à sua cultura organizacional.

Se você ainda não sabe o que é employer branding, talvez pense que apenas grandes empresas utilizam essa ferramenta, mas saiba que todo negócio tem uma reputação na área, não importa o seu tamanho.

Quando os gestores não aplicam um esforço consciente para conduzir essa imagem, ela será construída pelos comentários que seus colaboradores fazem nas redes sociais, sites de avaliação e até mesmo num encontro com amigos.

Criar um ambiente de trabalho favorável, que impulsione os profissionais ao invés de desgastá-los, é o pilar para um bom employer branding.

Além disso, é preciso conhecer e estruturar os valores da organização, apresentando uma referência aos atuais e futuros colaboradores.

Algumas empresas são reconhecidas por incentivar a inovação, por exemplo, outras são vistas como espaços desafiadores, há as que possuem bons planos de carreira e as que se destacam por oferecer autonomia.

Nenhuma opção está certa ou errada, elas são como a identidade do negócio, e cada organização deve ter a sua própria.

Importância do employer branding

Hoje em dia, profissionais acima da média tem uma facilidade incrível para encontrar capacitações em qualquer parte do mundo, graças ao ensino virtual.

A tecnologia também apresenta mais oportunidades de trabalho, aproximando candidatos e organizações que não poderiam atuar juntos de outra maneira.

Este cenário criou um poder de escolha para quem investe e se dedica a desenvolver competências elevadas, e faz com que as empresas tenham de oferecer condições relevantes para atraí-los.

Para ter profissionais qualificados e motivar a equipe, o salário é apenas um dos elementos, e será necessário oferecer alguns benefícios. É aí que entra o EVP.

Defina seu EVP

O Employee Value Proposition (EVP), ou Proposta de Valor ao Empregado, consiste em um conjunto de ofertas e benefícios oferecidos aos profissionais, que traz um diferencial para a empresa no mercado, retendo e atraindo talentos.

O EVP é um tipo de identidade empregadora da empresa, e deve ser formulado de maneira estratégica. Na elaboração de EVP é preciso saber quais atrativos a empresa possui para um candidato em potencial, e o que incentiva os funcionários atuais a permanecerem na instituição.

Para conseguir as respostas dessas questões, é necessário primeiramente estudar o EVP atual. Talvez a empresa não tenha definido uma proposta, mas os profissionais certamente já tem uma visão sobre ela, e você pode consultá-los para ter mais informações.

Para isso, realize entrevistas sobre o ambiente organizacional com os colaboradores, ex-funcionários e candidatos!

Se a empresa tem um porte maior, também é possível analisar sites de avaliação do empregador, investigando os comentários e a reputação do negócio. A maioria dessas plataformas permite avaliações anônimas, então as pessoas tendem a dizer o que realmente pensam.

Coletada as informações, comece a definir os valores da proposta que será construída. O EVP deve estar alinhado aos princípios da companhia e ao perfil dos futuros funcionários – é como se eles fossem clientes, e você estivesse tentando vender um emprego.

As recompensas que podem ser oferecidas pela empresa são diversas. Entre elas estão:

  • Horários flexíveis;
  • Cursos;
  • Home office;
  • Plano de saúde;
  • Plano de carreira.

O EVP deve ser atualizado com as mudanças no mercado de trabalho, por isso os responsáveis – líderes da companhia e gestores de RH – precisam sempre monitorar o cenário e perceber o que necessita de correção.

Vantagens do employer branding

vantagens do employer branding

Agora que você já sabe o que é employer branding, que tal conferir as principais vantagens de adotar essa prática na sua organização?

Diminui a rotatividade

Se os colaboradores de um negócio estão satisfeitos com o ambiente de trabalho, porque iriam deixá-lo? A grande maioria dos profissionais que pede demissão faz isso para se livrar de conflitos com gestores e colegas, ou para buscar um espaço mais alinhado aos seus valores pessoais, portanto as medidas employer branding são capazes de frear a perda de talentos.

Atração de talentos

Os mesmos elementos que impedem a partida de bons profissionais também irão atrair novos quadros para a organização. Essa abordagem traz profissionais com habilidades únicas e valiosas, que podem escolher onde vão atuar, e estes podem contribuir de forma estratégica para o crescimento da organização.

Reconhecimento de mercado

Conforme as questões de sustentabilidade recebem cada vez mais atenção, muitos consumidores desejam comprar de empresas que demonstram responsabilidade em áreas diversas.

Oferecer condições de trabalho diferenciadas à sua equipe certamente é uma dessas áreas, e pode atrair mais negócios para a organização.

Além dos consumidores, outras empresas interessadas em saber o que é employer branding ou implementar iniciativas nesse campo também podem se aproximar de você, oferecendo parcerias valiosas para o crescimento dos dois lados.

Colaboradores mais engajados e produtivos

Identificar-se com os valores da organização também faz os colaboradores darem um pouco mais de si nas tarefas. Se eles estão alinhados à visão do negócio, vão ter interesse pessoal em concretizar esse objetivo, engajando-se mais profundamente no trabalho.

aumento de produtividade é o resultado mais óbvio dessa dinâmica, que também faz os talentos contribuírem mais com ideias para melhorar a empresa, favorecendo a inovação.

engajamento também tende a reduzir conflitos, pois cada um estará focado em se sair bem nas próprias funções e isso reforça a construção do employer branding.

Promotores ativos da marca

Você provavelmente já ouviu falar nas listas de melhores empresas para trabalhar, e elas representam a síntese do que é employer branding. O reconhecimento como um bom espaço de trabalho, no entanto, vai muito além dessas listas.

Os próprios colaboradores, satisfeitos como as condições encontradas, vão falar bem da empresa em suas redes sociais, eventos de networking ou quando encontrarem um colega de faculdade no almoço.

Dessa forma, eles estarão atraindo possíveis talentos para integrar o negócio, de uma forma natural e muito efetiva.

Principais estratégias de employer branding

estrategias de employer branding

Para implementar um employer branding bem-sucedido é preciso adotar as estratégias certas.

Se você ainda não sabe por onde começar, separamos os primeiros passos que devem ser tomados para dominar essa ferramenta.

Fortaleça a cultura organizacional da sua empresa

Antes de tudo, os responsáveis pela empresa precisam conhecer bem quais são os valores, crenças, princípios e posicionamento da empresa. Essas características englobam a cultura organizacional da instituição, e devem ser reforçadas constantemente.

Uma cultura organizacional forte é “a cara” da empresa, e deve ser conhecida por todos que trabalham nela. Essa informação precisa ser transmitida logo no processo de seleção dos futuros contratados.

Um funcionário com os valores e crenças em comum com a instituição tende a entrar e permanecer na mesma, então pense bem na mentalidade dos profissionais que você gostaria de atrair, e qual visão a empresa deve transmitir para eles.

Além disso, uma das formas mais eficientes de ter um employer branding positivo é oferecendo aos colaboradores um ambiente de trabalho saudável. Isso se refere a boas acomodações, com espaço suficiente e ergonômicas, de modo que possam realizar suas atividades

Também é importante que eles possuam as ferramentas, máquinas e acessórios adequados para desempenharem as suas funções. Além disso, a empresa deve estimular o trabalho em equipe e não a competição entre os profissionais.

Ofereça onboarding para novos contratados

onboarding é uma forma de familiarizar pessoas ao negócio, onde a empresa explicará para o recém-chegado cada setor da instituição e a sua funcionalidade. Essa imersão traz maior acolhimento, o que cria uma sensação de pertencimento e gera mais empenho do novo profissional.

A prática do onboarding também permite apresentar os valores da organização, indicar quem a pessoa deve buscar quando tiver dúvidas e criar relacionamentos saudáveis entre os novatos e os colaboradores com mais tempo de casa.

Melhore a experiência dos seus colaboradores

Boas experiências obviamente fazem os colaboradores tecerem bons comentários sobre a empresa.

Eles podem se tornar “advogados” da marca para a organização, atraindo talentos que os seguem nas redes sociais ou frequentam os mesmos eventos de networking, por exemplo.

Além disso, não podemos esquecer que as experiências positivas também favorecem a retenção dos profissionais.

Outro ponto de atenção da experiência é o acolhimento de ideias e opiniões, os profissionais sente-se bem ao terem suas ideias ouvidas, pois assim são valorizados. 

É importante promover uma comunicação horizontal permanente, onde todos se sintam à vontade para se expressarem, além de trabalhar o feedback positivo.

Tome ações em conjunto com o marketing

Muitos possíveis contratados podem ser encontrados em redes sociais como, LinkedIn, Facebook e até Instagram. Por esse motivo é importante estar bem atualizado e usar essas ferramentas para divulgar a sua EVP.

Busque manter a página e se comunicar com os seguidores. Essas atitudes servem para oferecer visibilidade à companhia e transmitir confiança ao público, sejam clientes ou futuros contratados.

Também é possível usar as plataformas para compartilhar o dia a dia no trabalho e para valorizar profissionais que se destacaram. As pessoas gostam de receber homenagens como essas, e certamente vão compartilhar os conteúdos.

Ainda é possível contar a história da empresa, como ela começou, os objetivos, as conquistas e seus valores.

Esse conteúdo institucional fará algumas pessoas se identificarem com a marca, e despertará nelas o desejo de fazer parte dessa história.

Endomarketing

endomarketing ou marketing interno, é um grande aliado no employer branding. Sendo responsabilidade do setor de comunicação ou recursos humanos, o endomarketing é o que conecta o colaborador a empresa.

Dentro do seu escopo estão ações como aniversariantes do mês, para promover engajamento e confraternização, publicações comemorativas parabenizando um profissional pelo seu dia como ”dia do engenheiro”, envio de e-mails para toda empresa para destacar um profissional promovido, entre outras.

E não pense que em época de home office o endomarketing não é possível, pelo contrário, todas essas opções podem ser adaptadas. Por que não lançar um happy hour virtual depois do horário comercial? Ou até mesmo um amigo ifood. Todas essas atitudes demonstram que a empresa valoriza seus funcionários e se preocupa com seu bem-estar.

Como aliar a cultura de inovação e o intraempreendedorismo ao employer branding

cultura de inovação é um conjunto de hábitos e valores que promove a criatividade dos colaboradores, bem como o seu engajamento, motivação e a gestão mais horizontal.

Já o intraempreendedorismo consiste em empreender dentro da empresa. Ou seja, transformar os colaboradores em empreendedores do seu negócio. Para tanto, basta dar mais autonomia e os recursos necessários.

Ambos são essenciais para o employer branding, pois contribuem com a qualidade do ambiente de trabalho, motivando os colaboradores e fazendo com que eles se sintam parte importante do negócio.

Portanto, se você deseja ter uma boa reputação e alcançar todos os benefícios que as suas práticas proporcionam, a cultura da inovação e o intraempreendedorismo são outros conceitos para colocar em prática na sua empresa.

Conclusão

Em tempos de crises financeiras e econômicas, manter a competitividade é essencial. Para isso, o employer branding pode ser a resposta para as suas perguntas. Então, invista em ações e nas ferramentas que contribuam com a sua aplicação.

O AEVO Innovate é uma das ferramentas que pode fazer toda a diferença no seu negócio. Trata-se de um software que promove a inovação, por meio da colaboração da sua equipe.

Com esse recurso, os profissionais podem desenvolver projetos inovadores de forma conjunta, o que garante não só resultados criativos e positivos, como um ambiente de trabalho agradável e que promove o desenvolvimento pessoal.

Fale com um de nossos especialistas e agende uma demonstração.

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.