Empreendedorismo e inovação: qual a relação?

empreendedorismo-e-inovação

Com a transformação digital e muitas mudanças significativas acontecendo em diversos nichos do trabalho, a capacidade de inovar se torna um fator indispensável no contexto atual, tanto para as empresas quanto para a sociedade como um todo.

Outro elemento que se integra à essa equação é o empreendedorismo, que apresenta um potencial de transformação grande quando associado à inovação.

Mas como empreendedorismo e inovação de fato se relacionam? Descubra essa e outras informações neste artigo.


O que é inovação?

A inovação é um termo muito relevante no mundo de hoje e inovar refere-se à construção de algo completamente novo, desenvolvimento ou transformação de algo que já exista.

A inovação precisa gerar soluções que agreguem valor real às necessidades daquele contexto, empresa ou grupo de indivíduos. Ou seja, uma solução inovadora precisa fazer a diferença no cenário onde foi criada.

Atualmente, vemos muitas práticas de inovação sendo implementadas no mundo corporativo e até empresas que já nasceram para serem inovadoras, como é o caso do Airbnb ou do Nubank.

Leia mais em nosso guia completo de Inovação


Por que inovar em uma empresa?

Como falamos anteriormente, inovar é criar algo novo ou algo a partir do que já existe, e entender isso é essencial para que se possa observar o potencial transformador que a inovação tem dentro das organizações.

Pensar em inovação hoje, em um contexto tão volátil, é indispensável para repensar as práticas organizacionais, garantir a melhoria de processos internos, se manter competitivo no mercado e aprimorar as soluções e a organização como um todo. Com o mundo VUCA, volátil, incerto (uncertainty), complexo e ambíguo, inovar é a melhor saída.

Muitos podem pensar que inovar é caro e é necessário de um alto investimento em tecnologia, mas isso não é verdade. A inovação incremental prova justamente o contrário, é possível inovar de forma gradual, com menos risco e baixo investimento.

Além de oferecer esses benefícios para as empresas, a inovação estabelece uma relação direta com o empreendedorismo, sendo portanto, essencial no mundo dos negócios.


Como empreendedorismo e inovação se relacionam?

Cada vez mais as organizações estão em busca de profissionais que pensem com uma mente empreendedora e trabalhem dessa forma, estimulando o intraempreendedorismo.

Empreendedorismo e inovação estão estritamente relacionados, pois, o empreendedorismo busca soluções, identifica oportunidades, solicita espaços de criação e transformação, e portanto, de inovação.

Empreendedores direcionam seu olhar para nichos e setores em que outros não estão considerando, para crescerem e obterem resultados ainda mais rápido, assim como a inovação.

As empresas que não inovam tendem a ficar obsoletas diante do mercado e acabam se tornando insustentáveis ao longo do tempo, e o mesmo acontece com profissionais que não investem em cursos de atualização ou capacitação, ficam estagnados no mercado.

Essa relação só torna mais clara a importância de buscar estratégias de inovação para superar os desafios da empresa e da carreira.

Vamos conferir agora 07 dicas para manter seu empreendimento no topo com práticas inovadoras.


Empreendedorismo e inovação: 07 dicas para manter-se no topo

Inovar por inovar, sem uma estrutura, planejamento e real entendimento do mercado, provavelmente não trará resultados benéficos para o negócio, pois, sabemos que é preciso obter um equilíbrio entre empreendedorismo e inovação e entender as necessidades existentes no mercado.

Separamos algumas dicas para garantir o desenvolvimento do negócio e manter-se no topo. Confira:


1.  Faça benchmarking

Fazer benchmarking, ou seja, entender os pontos de referência do seu nicho, é indispensável para garantir o sucesso do seu negócio e adotar práticas inovadoras.

Se você conhece o mercado ao qual está inserido, as marcas de referência, seus concorrentes e o que eles estão fazendo, fica mais fácil pensar em inovação partindo desse ponto.


2.  Alinhe sua comunicação aos valores do negócio

Entenda qual é o seu core business, valores e objetivos, alinhe isso à uma comunicação forte e passe uma mensagem totalmente voltada para os seus objetivos, assim você não investirá tempo em atividades que não estão direcionadas ao seu propósito.


3.  Dê protagonismo aos colaboradores

Seus colaboradores são os ativos mais importantes da sua empresa, então, invista na sua equipe e dê protagonismo à ela.

A inovação não pode partir apenas de gestores ou CEOs, é necessário ter um alinhamento entre a equipe e capacitar os colaboradores a pensarem de forma inovadora.

Leia mais: Como estruturar um programa de intraempreendedorismo


4.  Capacite sua equipe

Capacite-se e ofereça cursos e treinamentos à sua equipe de colaboradores.

Quanto mais integrados e alinhados à cultura inovadora que você está implantando no seu negócio, mais otimizado será o fluxo de trabalho.

Investir em qualificações é indispensável para manter sua empresa no topo e atingir resultados de alta performance, além da retenção de talentos.


5.  Estimule a colaboração e a criatividade da sua equipe

Soft skills são essenciais no ambiente corporativo. Portanto, estimular a colaboração e a criatividade da sua equipe, proporcionará um diferencial muito grande.

Você pode estimular a cooperação entre sua equipe de diversas formas, com benefícios, premiações ou encorajando um ambiente de integração e comunicação assertiva.

O programa de ideias é perfeito para isso, pois além de incentivar a participação dos seus colaboradores, ele cria um senso de pertencimento a empresa, motivando ainda mais seu time.


6.  Direcione o foco para o cliente

Inovar exige coragem, por isso, é fundamental não ter medo de quebrar paradigmas na criação de soluções, processos ou serviços.

Entenda as demandas dos seus clientes, foque na real necessidade deles e não tenha medo de pensar fora da caixa.

Dessa forma, você criará uma organização que se preocupa com as dores de seus consumidores, e eliminará as chances de não contemplar as demandas do seu público-alvo.


7.  Considere estratégias de Design Thinking

Algumas estratégias de Design Thinking podem gerar resultados muito interessantes para as empresas, estimulando a quebra de paradigmas, a melhoria de processos internos e a descoberta de soluções para os desafios de forma inovadora e criativa, estimulando sempre um ambiente de inovação na empresa.


Conclusão

Agora que você já sabe a importância de inovar bem como a relação entre empreendedorismo e inovação, e conheceu algumas dicas de ouro para manter seu negócio no topo e adotar práticas inovadoras, chegou a hora de dar o próximo passo.

O uso de um Software de Gestão da Inovação como o AEVO Innovate, irá facilitar a caminhada da sua empresa rumo à inovação. Fale com um de nossos especialistas e conheça a solução ideal para médias e grandes empresas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *