Engajamento no trabalho: 7 passos para estimulá-lo

O engajamento no trabalho se trata do nível de empenho e envolvimento dos funcionários nas atividades da organização.

Comparando o ambiente de uma empresa a um jogo de xadrez, podemos dizer que todos os colaboradores são peças fundamentais. Para uma estratégia funcionar da melhor forma, eles não podem apenas estar presentes, devem estar engajados e fazer bons movimentos.

Por isso, os gestores devem ter sempre em mente a importância do engajamento no trabalho e investir em atitudes que proporcionem o seu aumento.

O que é engajamento no trabalho?

O engajamento no trabalho se trata do nível de empenho e envolvimento dos funcionários nas atividades da organização.

O capital humano é o que faz o ambiente de trabalho funcionar verdadeiramente. Quanto mais comprometidos os colaboradores estiverem com esse ambiente, maior será o movimento na empresa.

É o comprometimento que torna os processos mais dinâmicos, as ações mais precisas e os resultados mais expressivos.

Dito isso, é fácil entender como o engajamento no trabalho determina o futuro da organização.

Ter o apoio e participação dos colaboradores é essencial, no entanto, muitas companhias, pecam em manter esse engajamento em alta.

Se os colaboradores tendem a se manter desengajados no trabalho, eles não vão conseguir criar um vínculo emocional com a organização e isso, por sua vez, pode resultar em consequências indesejáveis, como o aumento do turnover e baixa na produtividade.

Por essas razões, os gestores devem focar em estratégias para manter esse tesouro chamado capital humano bem ativo e engajado no trabalho.

Como estimular o engajamento no trabalho

1 – Promova ações de engajamento

Antes de mais nada, as ações direcionadas para o engajamento no trabalho são a forma mais efetiva de trazer bons resultados nesse sentido.

A própria gestão deve se fazer presente e participar ativamente dessas práticas, inspirando os colaboradores com sua liderança empenhada.

Como os líderes são os que melhor conhecem o que afeta positivamente e negativamente o time, nada mais natural que acompanhem bem de perto tudo o que for desenvolvido.

Falando em conhecer bem o time, uma ação imprescindível é fazer pesquisas de satisfação, tanto para acompanhar o engajamento como para saber quais ações serão as mais certeiras para promover na equipe.

Os gestores devem se preocupar, por exemplo, em estruturar treinamentos, promovendo o aprendizado e, com isso, a sensação de crescimento profissional naquele espaço.

2 – Reconheça o bom desempenho

Os colaboradores não só precisam como merecem se sentir valorizados pela contribuição que oferecem à empresa.

Com o devido reconhecimento, eles irão perceber que o seu trabalho é importante e que a organização vê seu comprometimento com bons olhos, expressando satisfação com o que está sendo entregue.

Esse reconhecimento pode vir na forma de recompensas, por exemplo, ou por elogios e comemorações das conquistas que o time alcança.

Se as conquistas – pequenas ou grandes – não passam em branco, certamente a empresa terá em troca funcionários mais dispostos a buscar resultados maiores a cada dia.

3 – Tenha uma cultura do feedback

Manter os indivíduos de uma equipe empolgados com o próprio potencial é fundamental para que eles sejam participativos. Para ter acesso às impressões que seus líderes têm da qualidade de seus serviços, os colaboradores precisam receber feedbacks frequentemente.

Para que isso aconteça de forma efetiva, é muito importante que a cultura de feedback se solidifique na corporação, assim, os profissionais não vão demorar a obter retorno sobre seu trabalho.

Pode apostar que a influência que isso terá sobre o engajamento no trabalho será sem igual.

4 – Tenha uma comunicação aberta

Se os funcionários manifestam receio em mostrar sua voz para os seus gestores, significa que a empresa transmite uma postura fechada e talvez até hostil em relação à comunicação interna.

Em um ambiente assim, naturalmente os membros da organização se fecham e participam menos dos processos.

Por outro lado, se os líderes se mostram dispostos a ouvir as opiniões e aceitar sugestões de sua equipe, isso prova que aquela empresa valoriza a comunicação aberta, sem gerar desconforto.

Desse modo, os colaboradores se sentirão muito mais à vontade para conversar e se envolver com as atividades organizacionais.

5 – Empodere os líderes e colaboradores

Líderes e colaboradores confiantes são mais engajados. Portanto, oferecer oportunidades, treinamento e capacitações para esses indivíduos ampliarem suas qualidades e colocá-las em prática é sinônimo de valorização e é a chave para o engajamento no trabalho.

É fundamental se empenhar para tornar esses profissionais mais preparados e estimulados. Isso irá romper as inseguranças que eles carregam e vai empoderá-los na sua trajetória dentro da empresa.

6 – Analise o e-NPS

Toda empresa que demonstra real interesse em engajar mais no ambiente de trabalho deve reconhecer a importância do e-NPS e adotá-lo continuamente.

O e-NPS, ou Employee Net Promoter Score, é uma ferramenta usada para medir o nível de satisfação do público interno da empresa, ou seja, dos colaboradores.

Para ser mais exato, analisar o e-NPS permite saber se os profissionais estão interessados em promover a sua empresa, ou seja, em recomendá-la, falar de forma positiva sobre a organização, seus produtos e o espaço de trabalho para outras pessoas.

Ao possibilitar a metrificação e análise do engajamento dos funcionários, essa metodologia é também uma forma de tornar a gestão de pessoas mais estratégica.

7 – Seja orientado por dados de People Analytics

Adotar o People Analytics é outra maneira poderosa de promover o engajamento no trabalho. Isso acontece por causa dos dados precisos que se obtém com essa ferramenta.

Por meio deles, os gestores poderão saber como está o seu time em questão de comprometimento e também obter insights para as próximas decisões.

Tendências como as análises em tempo real, por exemplo, permitem que a gestão faça consultas junto à equipe.

Dessa forma, ela irá monitorar, de forma contínua, aspectos como o desempenho, a satisfação e, é claro, o engajamento no trabalho dos colaboradores.

Esse acompanhamento ajuda a fazer o diagnóstico das preferências dos funcionários com o objetivo de aprimorar o seu envolvimento nos processos organizacionais.

Conclusão

O engajamento no trabalho se expressa no quanto os funcionários se conectam e se motivam nas organizações. Sem esse ingrediente presente no time, o negócio não conseguirá resultados notáveis tão cedo.

Para o sucesso vir mais rápido, uma gestão estratégica não pode dispensar a importância da inovação e performance, uma plataforma como o AEVO Innovate, por exemplo, permite implementar de modo prático os 7 passos que vimos nesse artigo, e é o software ideal para os gestores alcançarem benefícios diretos no engajamento dos colaboradores.

Descubra o que mais a AEVO pode fazer pelo engajamento e pelos resultados da sua equipe!

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.