Execução da estratégia corporativa: o que é e como fazer

A execução da estratégia é um dos maiores desafios enfrentados pelas organizações, exigindo uma tradução cuidadosa de objetivos em ações. Para alcançar os objetivos estratégicos, é crucial ser abrangente, o que começa pelo desdobramento de metas e chega às adaptações que podemos fazer com base nos resultados reais.

A eficácia na execução da estratégia corporativa é o que separa as empresas bem-sucedidas das que lutam para se destacar em um mercado competitivo.

Essa é a diferença entre um plano brilhante no papel e a realização efetiva que impulsiona o crescimento: a capacidade de transformar visões e estratégias em ações práticas é o que dita o sucesso nos negócios.

Entretanto, essa é uma área que muitas empresas ainda não exploraram a fundo.

A execução da estratégia frequentemente se depara com desafios, obstáculos e armadilhas que podem atrapalhar a busca por resultados.

Por essa razão, o foco nas ações estratégicas se torna essencial para qualquer organização que deseja aprimorar suas operações e maximizar seus resultados.

Confira o que é necessário para a definição e execução da estratégia e quais são as boas práticas que as empresas líderes estão adotando para obter sucesso. Siga a leitura.

O que é estratégia corporativa?

A estratégia corporativa é o conjunto de decisões e ações de alto nível tomadas por uma organização para atingir seus objetivos e metas de longo prazo.

É um plano abrangente no qual definimos a direção que a empresa deseja seguir, considerando fatores internos e externos, e delineia como ela pretende alocar recursos e esforços para alcançar seus objetivos.

Essa estratégia normalmente envolve a definição da visão e missão da organização, que estabelecem seu propósito e identidade.

Também abrange a identificação de metas e objetivos claros, que ajudam a empresa a medir seu progresso. Além disso, a estratégia corporativa passa pela identificação das iniciativas e ações necessárias para atingir esses objetivos.

Nas palavras de Bruce Henderson, fundador do Boston Consulting Group e referência na gestão empresarial, ela é:

A busca deliberada por um plano de ação para ajustar e desenvolver a vantagem competitiva de uma empresa.


Uma estratégia eficaz leva em consideração o ambiente de negócios, incluindo a concorrência, tendências de mercado, regulamentações e outros fatores externos.

Ela é flexível o suficiente para se adaptar a mudanças nas circunstâncias, mas também fornece uma direção clara para a organização seguir.

Leia mais:
O que são metas, como definir e gerenciar?

OKR: o que é, como medir e exemplos

Como definir a estratégia empresarial?

A definição da estratégia empresarial é um processo complexo e crítico que se desenvolve numa sequência de etapas:

Análise do ambiente

A análise do ambiente é o ponto de partida para qualquer estratégia corporativa. Envolve uma compreensão profunda dos fatores internos e externos que afetam a empresa.

Para isso, é comum o uso da análise SWOT: Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças.

analise-swot-aevo

As forças e fraquezas referem-se aos recursos, capacidades e deficiências internas da empresa, enquanto as oportunidades e ameaças estão relacionadas ao ambiente externo, como tendências de mercado, concorrência e regulamentações.

Esta análise fornece informações cruciais para identificar as áreas em que a empresa pode se destacar e as que precisam ser melhoradas.

Definição da visão e missão

A visão representa o estado futuro desejado da empresa. Ela serve como um farol que guia a organização em direção a seus objetivos de longo prazo.

A missão, por outro lado, define o propósito da empresa e sua razão de existir.

A visão e a missão fornecem uma base sólida para a estratégia corporativa, ajudando a alinhar todos os esforços e ações com um propósito claro.

Objetivos

Os objetivos estratégicos referem-se ao longo prazo que a empresa deseja alcançar.

Eles devem ser mensuráveis e contribuir de alguma forma para o alcance da visão e missão.

Estabelecer objetivos claros e realistas é essencial para que, mais à frente, a execução da estratégia se torne possível.

Estratégias

Com base na análise do ambiente e nos objetivos definidos, as estratégias gerais da empresa são estabelecidas. Elas podem ter várias formas, por exemplo:

Como garantir a execução da estratégia da empresa?

A execução eficaz da estratégia é um dos maiores desafios enfrentados pelas organizações, exigindo uma tradução cuidadosa de objetivos em ações.

Para alcançar os objetivos estratégicos, é crucial ser abrangente, o que começa pelo desdobramento de metas e chega às adaptações que podemos fazer com base nos resultados reais.

Desdobramento de metas

O desdobramento de metas é um processo que transforma a estratégia em metas e ações específicas para cada unidade de negócios ou departamento da empresa.

Essa é uma etapa indispensável para a execução da estratégia, por traçar passos claros para equipes e colaboradores.

Ele envolve a definição de metas que estejam alinhadas com os objetivos estratégicos e o desenho de planos detalhados para atingi-las.

O desdobramento de metas ajuda a garantir que todos os níveis da organização estejam alinhados com a estratégia e saibam como contribuir para seu sucesso.

Alocação de recursos

Para executar a estratégia com sucesso, também é fundamental alocar os recursos necessários, como orçamento, pessoal e tecnologia.

A alocação de recursos deve ser alinhada com as prioridades estratégicas e com as metas estabelecidas, permitindo que a empresa tenha os meios necessários para executar sua estratégia de forma eficiente.

Comunicação e engajamento

A comunicação eficaz é essencial para garantir que todos na organização compreendam a estratégia, suas metas e seu impacto.

Além disso, o engajamento dos colaboradores desempenha um papel fundamental na execução da estratégia.

Colaboradores engajados são mais propensos a se esforçar para atingir as metas da organização e a contribuir para o sucesso da estratégia.

A liderança desempenha um papel fundamental na promoção de um ambiente de trabalho que incentive o engajamento, abrindo o caminho para que cada profissional possa dar o seu melhor.

Implementação e monitoramento

A execução da estratégia requer um plano sólido de implementação. Ele envolve a definição de responsabilidades e prazos, para cada ação, buscando antecipar as possibilidades e prevenir ou mitigar os riscos.

Além disso, é crucial estabelecer sistemas de monitoramento e avaliação que permitam acompanhar o progresso em direção às metas estratégicas.

O monitoramento contínuo ajuda a identificar desvios e tomar medidas corretivas quando necessário.

Aprendizado e adaptação

A estratégia corporativa não é um plano rígido e imutável.

À medida que o ambiente de negócios evolui, é essencial que a empresa esteja disposta a aprender com as experiências e se adaptar conforme necessário.

Sem essa capacidade de revisar e ajustar a estratégia à medida que novas informações e desafios surgem, é possível que dentro de alguns meses ou anos os objetivos buscados já não façam sentido.

Benefícios de uma boa execução da estratégia

  • Alinhamento de equipes e profissionais: todos na organização estarão cientes das metas e trabalharão juntos para alcançá-las;
  • Melhor utilização de recursos: pessoas, tempo, materiais e ferramentas são alocados de forma eficiente para as iniciativas estratégicas mais importantes;
  • Maior competitividade: a capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças do mercado melhora a posição competitiva de qualquer organização;
  • Crescimento sustentável: uma execução sólida leva a um crescimento sustentável no longo prazo, sem sacrificar o futuro para aproveitar as oportunidades do presente
  • Satisfação do cliente: as estratégias bem executadas resultam em produtos e serviços inovadores para o cliente, preços mais competitivos e atendimento de maior qualidade.
  • Melhoria contínua: a execução de estratégias envolve aprimoramento contínuo, impedindo a estagnação e oferecendo possibilidades constantes de crescimento.

Boas práticas

Você pode adotar essas práticas para impulsionar o resultado obtido com o planejamento e a execução da estratégia.

Medir o desempenho de forma contínua

Para garantir o sucesso da execução da estratégia, é fundamental estabelecer métricas claras que ajudem a monitorar o progresso em direção aos objetivos.

Essas métricas devem ser regularmente avaliadas e atualizadas à medida que as circunstâncias mudam. A medição de desempenho permite identificar desvios a tempo de tomar ações corretivas antes que eles se agravem.

Liderança engajada e apoiadora

Os líderes devem não apenas definir a estratégia, mas também demonstrar seu comprometimento com a execução, apoiando e incentivando a equipe.

Eles são modelos a seguir, fornecendo recursos e removendo obstáculos que possam surgir no caminho.

Comunicação clara e regular

Manter uma comunicação constante e transparente em todos os níveis da organização é vital. Os colaboradores precisam entender a estratégia, seus objetivos e como suas funções se encaixam nela.

A comunicação deve ser bidirecional, permitindo que as equipes também expressem preocupações, forneçam feedback e compartilhem insights.

Conclusão

Elaborar uma estratégia sólida é apenas o primeiro passo para o sucesso da organização; a verdadeira diferença é feita na implementação eficaz. A execução da estratégia é um desafio complexo, mas também é a chave para permanecer ágil e alcançar os objetivos do negócio.

Para guiar esse processo, ferramentas como o software AEVO oferecem uma contribuição valiosa. Ele simplifica a execução e gestão da estratégia, permitindo o desdobramento claro das metas, o monitoramento em tempo real e uma comunicação eficaz.

Com os recursos do software, as organizações podem manter o foco na execução e melhorar seu desempenho.

Ele também permite que os profissionais tragam contribuições inovadoras, facilitando ainda mais o cumprimento dos objetivos estratégicos.

Fale com um de nossos especialistas em estratégia, e saiba como podemos trabalhar juntos para executar a estratégia da sua empresa!

Livia Nonato

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), atua na área de marketing, content e SEO há quatro anos, tendo como principal foco a otimização para mecanismos de busca, gestão e crescimento dos canais de aquisição orgânico, performance e growth. Experiência e conhecimento em SEO para empresas B2B e produtos complexos. Atualmente, é analista de SEO na AEVO e aborda temáticas de inovação e tecnologia como redatora do blog AEVO.

Compartilhe o post

Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sidebar versão 2 para o copy AEVO One-Stop Shop de Inovação

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.