Fast learning: entenda o que é e como aplicar

O fast learning é uma proposta simples para estimular o aprendizado da equipe e manter o ritmo de evolução, acompanhando as mudanças constantes do mercado e garantindo uma posição competitiva.

A capacitação profissional tem um histórico de treinamentos longos e muitos conteúdos, mas essa não precisa ser a realidade na sua equipe. Através do fast learning é possível obter resultados rápidos com instruções pontuais, e adotar um sistema de desenvolvimento constante no qual os profissionais aprendem e aplicam novas habilidades mais rapidamente.

Esse modelo traz diversos benefícios, tanto para a organização quanto para seus colaboradores, e é um movimento de grande valor para negócios que desejam acompanhar o ritmo acelerado de transformações pelo mundo.

Conheça melhor o fast learning, com dicas práticas para explorar o potencial dessa metodologia na sua organização!

O que é fast learning?

O fast learning, ou aprendizado rápido, é exatamente o que o nome diz. Ele tem como foco a assimilação ágil de conteúdos curtos e diretos.

Na prática, o fast learning acontece o tempo inteiro, mas nem sempre nos damos conta. Ler um artigo como esse aqui é um exemplo: em alguns minutos você entende o que é o assunto, quais as suas vantagens e como aplicá-lo.

É possível, no entanto, adotar o fast learning de modo estruturado, e usá-lo para impulsionar o desenvolvimento de um profissional ou de toda uma organização, com objetivos claros e resultados concretos para a jornada de aprendizagem.

Características do fast learning

A característica mais evidente do fast learning já está no nome – a velocidade – mas para ser, de fato, rápido, ele vai precisar de alguns atributos:

Conteúdo em pílulas

O material de estudo deve ser muito conciso, permitindo a entrega das informações mais importantes em minutos. Artigos de poucas páginas, vídeos de “como fazer” e testes com respostas rápidas são alguns exemplos comuns.

Adequação à rotina de trabalho

Nas empresas, o fast learning permite que os profissionais aprendam enquanto trabalham. Não é preciso reservar horas ou dias para um treinamento, basta assistir um vídeo entre uma tarefa e outra, otimizando o tempo dos colaboradores.

Rápida validação dos conhecimentos

Após uma “sessão” de fast learning o estudante deve ser capaz de atender questões para as quais não tinha resposta, ou aplicar na prática o seu novo conhecimento.

Isso significa que não basta ser rápido, afinal também é preciso ser útil.

Uso intensivo de tecnologias

Para entregar conteúdos de qualidade, adequando-se ao tempo do indivíduo, as tecnologias de comunicação trazem a solução perfeita.

O conteúdo geralmente é criado e consumido em computadores ou smartphones, e essa é uma característica central para a sua agilidade.

Como aplicar na sua equipe

Para ter resultados com o fast learning numa organização, não basta dizer para as pessoas buscarem conteúdos rápidos – é preciso ter metas, além de incentivar o engajamento para que os profissionais invistam tempo em seu aprendizado.

Tenha um objetivo claro

Os colaboradores podem receber incentivo para buscar conteúdos de acordo com os próprios interesses, mas também é importante que a empresa trace planos para o aprendizado.

Defina o que é esperado de cada profissional, e qual prazo ele tem para desenvolver aquela habilidade. A partir daí, é possível dar autonomia para que a pessoa busque os materiais e crie seus próprios horários.

Envolva os participantes

Trazer sua equipe para discutir os benefícios e a aplicação do fast learning é uma ótima ideia.

Muitos profissionais já gostam de aprender com ferramentas ágeis, e podem compartilhar fontes de informação interessantes, seu cronograma de estudos ou outros tipos de dicas, ajudando os colegas a avançar rapidamente.

Recompense a evolução concreta

O objetivo do fast learning não é consumir centenas de conteúdos em poucos dias e se tornar um “aprendedor profissional”.

A empresa pode evitar isso premiando os resultados práticos, conforme os colaboradores demonstram que estão de fato desenvolvendo novas habilidades.

Centralize os materiais

Embora exista uma quantia interminável de aulas e textos valiosos por toda a internet, é interessante construir uma base de conteúdos dentro da empresa.

Ela pode conter materiais criados por pessoas da própria organização, ou fazer a curadoria do que for interessante para o grupo.

A escolha de um profissional em cada equipe, responsável por manter e alimentar essa estrutura, é uma forma simples de garantir que sempre existam conteúdos novos e relevantes à disposição. Outra opção comum é direcionar o RH para essa tarefa

Benefícios do fast learning

Aprendizado eficiente

O fast learning não é rápido por ser, e uma de suas principais vantagens é a eficiência no aprendizado. Cada colaborador pode focar no que lhe falta, evitando realizar um curso inteiro se ele já domina grande parte daquelas informações.

Senso de evolução

Os profissionais irão perceber que seus estudos trazem uma evolução rápida – ao fim de uma aula, leitura ou prática, eles realmente terão aprendido algo novo, de valor tanto para a empresa quanto para sua própria carreira.

Mantém o ritmo da equipe

Com essa metodologia os colaboradores não tem de “parar para estudar”, prejudicando o ritmo da equipe.

Eles podem assimilar o próximo conteúdo enquanto esperam o computador executar uma tarefa em segundo plano, por exemplo, mantendo ou até mesmo elevando a produtividade.

Explora o conhecimento interno

Produzir os conteúdos nesse formato também é mais rápido do que estruturar um curso, e isso permite que os profissionais mais experientes possam compartilhar seu conhecimento de forma ágil, gravando aulas para seus colegas.

Conclusão

O fast learning é uma proposta simples para estimular o aprendizado da equipe e manter o ritmo de evolução, acompanhando as mudanças constantes do mercado e garantindo uma posição competitiva.

Empresas inovadoras não podem dispensar essa ferramenta, e devem pensar em recursos para garantir a sua implementação.

Uma plataforma de gestão como o AEVO Innovate pode facilitar a tarefa, pois dá espaço para os colaboradores trocarem conteúdos, criarem times de estudos ou desenvolverem projetos inovadores para colocar as novas habilidades em prática.

Fale com um de nossos especialistas e conheça outras maneiras de impulsionar o aprendizado e os resultados do seu negócio com a ajuda da AEVO!

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.