Inovação na construção civil: conceito, exemplos e novidades

A inovação na construção civil representa uma abordagem holística que redefine os processos, materiais e práticas na indústria da construção. Trata-se da busca contínua por soluções criativas e eficientes que aprimorem como os projetos da construção civil são concebidos, executados e mantidos ao longo do tempo.

A inovação na construção civil é um dos alicerces que sustentam o progresso do país. No entanto, num Brasil, onde mais de 50% dos investimentos têm a construção como protagonista, o cenário ainda é desafiador.

De julho de 2020 a novembro de 2023, os custos dispararam: materiais aumentaram em 52%, mão de obra em quase 30%. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), referência para o setor, apontou um crescimento de 37,28% nesse período.

A necessidade de reinventar o setor é evidente. Nesse cenário, a inovação na construção civil emerge como a ferramenta ideal contra os altos custos, e a chave para um renascimento construído sobre bases mais eficientes, seguras e sustentáveis.

Os avanços têm acontecido, e o potencial é de transformações ainda mais profundas.

Confira as novidades e saiba como a inovação na construção civil impacta as empresas do setor, a economia e a sociedade como um todo. Siga a leitura.

O que é a inovação na construção civil?

A inovação na construção civil representa uma abordagem holística que redefine os processos, materiais e práticas na indústria da construção.

Trata-se da busca contínua por soluções criativas e eficientes que aprimorem a forma como os projetos da construção civil são concebidos, executados e mantidos ao longo do tempo.

No cerne desse conceito está a transformação do modelo construtivo, impulsionando o setor em direção a um futuro mais ágil, sustentável e economicamente viável.

Leia mais:
Quais as principais tendências de inovação em 2024?
Eficiência operacional: o que é, como calcular e importância

Pilares da inovação na construção civil

A construção civil é um setor de impacto na sociedade, na economia e na inovação.

Seus produtos não só afetam a vida dos clientes, eles também podem transformar a paisagem, a natureza e o cotidiano de todos numa cidade ou região.

Por conta da sua influência, é preciso se atentar a três pilares fundamentais:

Tecnologias

A incorporação de tecnologias avançadas, como Modelagem da Informação da Construção (BIM), realidade virtual, drones e automação, desempenha um papel fundamental para a inovação na construção civil.

Essas ferramentas proporcionam uma visualização mais precisa dos projetos, melhorando o planejamento, a eficiência e a comunicação entre as partes envolvidas.

Materiais

A introdução de materiais inovadores, como concretos de alta performance, materiais sustentáveis e compostos inteligentes, visa não apenas melhorar a qualidade das construções, mas também reduzir impactos ambientais e aumentar a durabilidade das estruturas.

Processos

A inovação na construção civil busca otimizar os processos construtivos, desde a fase de projeto até a execução.

Métodos modulares, técnicas de pré-fabricação e abordagens lean na gestão de projetos são exemplos de como a eficiência pode ser aprimorada, resultando em prazos mais curtos e custos mais controlados.

Importância da inovação na construção civil

A relevância da inovação na construção civil torna-se mais evidente quando observamos os desafios enfrentados pelo setor e o potencial crescimento que a adoção de práticas inovadoras pode proporcionar.

A nível global, 84% das empresas de construção relatam custos superiores ao previsto nos últimos anos, enquanto 72% mencionam que os projetos ultrapassam os prazos esperados.

Esses desafios financeiros e temporais destacam a necessidade urgente de abordagens mais eficientes e inovadoras.

Para 69% das empresas, a solução foi o aumento nos valores dos contratos. Essa estratégia pode ajudar a fechar as contas, mas tem o potencial de acarretar em novos impactos no mercado como um todo.

Ela mostra o quanto é preciso focar em inovação na construção civil como uma forma de manter a sustentabilidade econômica no longo prazo.

No campo da sustentabilidade, os desafios também se acumulam.

A produção atual de concreto, por exemplo, é responsável por 5% de todas as emissões globais de carbono. Esse impacto pode ser mitigado através de materiais e modelos mais limpos, criados por meio da inovação.

Apesar das complexidades envolvendo o setor, as perspectivas são animadoras.

O Brasil tem demonstrado um aumento significativo nos investimentos na construção civil. Em comparação com nações desenvolvidas, o país ainda corre atrás na adoção de tecnologias inovadoras, mas está fechando a lacuna ano após ano.

Desde a implementação de BIM até o uso de materiais sustentáveis, o setor de construção civil nacional tem um vasto campo para explorar e integrar soluções que impulsionem seu crescimento de maneira sustentável e eficiente.

Participação das construtechs no ecossistema

A presença crescente das construtechs, startups dedicadas à inovação na construção civil, é um catalisador fundamental da transformação no setor.

Essas empresas, inovadoras por natureza, moldam o futuro da indústria, trazendo agilidade, criatividade e soluções disruptivas para um setor que durante muito tempo ficou marcado por sua resistência à mudança.

Agilidade operacional

As construtechs, por sua estrutura enxuta e orientação para a inovação, são inerentemente mais ágeis em comparação com as empresas tradicionais do setor.

Essa agilidade permite que testem rapidamente novas ideias, adotem tecnologias emergentes e respondam de maneira dinâmica às demandas do mercado.

Capacidade de assumir riscos

Por não estarem vinculadas a estruturas organizacionais rígidas, as construtechs têm a liberdade de se arriscar e experimentar mais.

Essa capacidade de assumir riscos calculados é um diferencial, permitindo a busca por soluções inovadoras sem o receio de impactar negativamente uma fórmula já consolidada.

Inovação como diferencial competitivo

As construtechs são impulsionadas pela busca incessante por inovação, transformando-as em agentes de mudança na indústria.

Seja na aplicação de tecnologias avançadas, na introdução de novos modelos de negócios ou na reinvenção de processos construtivos, essas startups têm o potencial de criar novas lideranças no mercado ao oferecer soluções disruptivas.

Atendimento amplo à indústria

Além de criar líderes emergentes, as construtechs desempenham um papel crucial ao atenderem as necessidades abrangentes da indústria.

Elas não apenas oferecem soluções específicas, mas também espalham a transformação ao influenciar e inspirar empresas tradicionais a adotarem práticas mais inovadoras.

Exemplos de inovação na construção civil

Infográfico tendências de inovação na Construção Civil

A construção civil vem passando por uma grande transformação, com algumas novidades que já se tornaram essenciais para o setor e outras que tem o potencial de impactá-lo ainda mais.

BIM

O Building Information Modeling (BIM) melhora a precisão e acelera o ciclo de vida de um projeto, impactando positivamente todas as fases da construção.

Ao integrar informações detalhadas em modelos digitais tridimensionais, o BIM aprimora a colaboração, reduz erros de projeto e otimiza a eficiência na gestão de obras.

Cidades inteligentes

O advento das cidades inteligentes introduz uma nova era na construção civil. Com a integração de tecnologias como sensores, Internet das Coisas (IoT) e análise de dados, elas buscam otimizar a infraestrutura urbana.

Desde sistemas de transporte mais eficientes até a gestão sustentável de recursos, a inovação construção civil desempenha um papel vital na criação de ambientes urbanos mais conectados, acessíveis e sustentáveis.

Drones e robôs

Drones e robôs estão se tornando protagonistas nos canteiros de obras.

Os drones agilizam a inspeção de obras, fornecem dados precisos de mapeamento e monitoramento, enquanto os robôs executam tarefas repetitivas e perigosas.

Essas tecnologias não apenas aumentam a segurança no local de trabalho, mas também otimizam a eficiência e a precisão das obras.

Inteligência artificial na construção civil

A Inteligência Artificial (IA) está introduzindo uma era de decisões mais informadas na construção civil. Desde a análise de dados para prever riscos até a otimização de cronogramas e recursos, a IA promete transformar a gestão de projetos.

A IA também contribui para antecipar problemas, reduzir custos e maximizar a eficiência em todo o ciclo de vida da construção.

Realidade virtual

A Realidade Virtual (RV) proporciona uma experiência imersiva que revoluciona a visualização de projetos.

Arquitetos, engenheiros e clientes podem explorar virtualmente os locais antes da construção, facilitando a identificação de possíveis ajustes e aprimorando a comunicação entre as partes.

Reutilização e remodelação

A renovação de estruturas existentes, aliada à incorporação de materiais reciclados e práticas ecoeficientes, promove a redução do impacto ambiental.

Essa abordagem não apenas estende a vida útil das construções, mas também alinha o setor com as crescentes demandas por práticas mais sustentáveis.

Materiais inovadores e sustentáveis

A busca por um setor mais sustentável e ecoeficiente também está por trás de uma revolução nos materiais utilizados.

Tinta fotovoltaica

Essa tecnologia inovadora permite a aplicação de células solares diretamente nas superfícies, transformando paredes, tetos e fachadas em geradores de energia.

A tinta fotovoltaica maximiza o aproveitamento de espaço enquanto integra a produção de energia de forma discreta e esteticamente agradável.

Tijolos sustentáveis

Os tijolos sustentáveis representam uma resposta inovadora aos desafios ambientais associados à produção convencional de tijolos.

Esses novos materiais podem ser feitos a partir de recursos reciclados, como resíduos de construção, plásticos ou até mesmo materiais orgânicos.

Bioconcreto

Utilizando bactérias especiais que são ativadas na presença de água e dióxido de carbono, o bioconcreto tem um processo de autoreparo.

Essa característica única o torna uma solução promissora para elevar a vida útil das estruturas e reduzir a necessidade de manutenção.

Além disso, o uso de bioconcreto contribui para a redução das emissões de carbono associadas à produção convencional, alinhando-se aos princípios da construção sustentável.

Conclusão

O uso de tecnologias como BIM, a aplicação de materiais inovadores e a incorporação de práticas sustentáveis são elementos essenciais para construir de maneira mais inteligente.

A inovação na construção civil não deve parar por aí, afinal está claro que ela é necessária para um futuro mais eficiente, sustentável e resiliente.

Empresas que desejam aproveitar o cenário e contribuir para os avanços podem contar com a AEVO para facilitar sua jornada de inovação.

A AEVO oferece uma plataforma completa para que as empresas possam gerenciar todas as iniciativas de inovação, e consultoria especializada que desenha e implementa projetos personalizados, de forma que às organizações possam ter uma visão holística do processo.

Fale com um dos nossos especialistas e saiba como a AEVO pode apoiar seus próximos passos.

Lillian Donato

Formada em Publicidade e Propaganda pela UFES e pós-graduada em BI, Marketing Digital e Data Driven pela PUCRS, Lillian trabalha com marketing há 8 anos, tendo passado por agências de marketing, veículos de comunicação, trabalhando com rádio e televisão, além do setor de tecnologia e software. Ao longo de sua experiência profissional, já trabalhou com design, redação, SEO, mídias pagas, CRO e diversas outras áreas no marketing, tendo como especialidade marketing b2b. Atualmente é coordenadora de marketing na AEVO.

Compartilhe o post

Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sidebar versão 2 para o copy AEVO One-Stop Shop de Inovação

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.