Healthcare: o que é e como implementar o Lean Healthcare

lean-healthcare

Para empresas construírem sua credibilidade e alcançarem altos patamares, elas tiveram que passar por vários processos de melhoria contínua. Essa melhoria é necessária em todos os segmentos, não somente em empresas ligadas à inovação, mas também na saúde. E onde o Lean Healthcare entra nisso? Prossiga com a leitura e entenda mais sobre a filosofia Lean.


O que é Lean Healthcare?

Em geral, definimos Lean Healthcare como um conjunto de filosofias operacionais e métodos para criar valor máximo aos pacientes. Com isso, se busca a redução do desperdício e do tempo de espera.

A filosofia Lean (inglês para “magro”) é sobre trabalhar de maneira enxuta, consumindo o mínimo de recursos e healthcare, significa cuidado com a saúde, ou seja, o lean healthcare busca aplicar essa metodologia em empresas ligadas a saúde, como hospitais, laboratórios e clínicas.


Por que a metodologia Lean Healthcare é utilizada?

A metodologia Lean Healthcare é sobre proporcionar o máximo de valor agregado aos pacientes. Contudo, não é sempre que se vê isso na prática.

Como podemos ver, há dois grandes problemas na gestão em saúde – justamente o que a metodologia Lean Healthcare visa resolver!


Quais são os princípios da metodologia Lean?

Para ser possível um ciclo de melhoria contínua, a metodologia Lean segue 6 princípios para implementação ou avaliação desse processo.


1º princípio: melhoriaa contínua

O significado de Lean Healthcare é sobre aprimorar processos de forma contínua para melhorar a qualidade da gestão da saúde. Para ter sucesso com essa metodologia, é necessário promover uma cultura em toda a empresa por parte dos gestores e colaboradores.


2º princípio: criação de valor

O valor da sua empresa deve ser o objetivo da sua gestão, de forma a aperfeiçoar o que o paciente recebe em seu espaço.


3º princípio: propósito

Para existir o Lean Healthcare no hospital, é necessário unir as equipes em torno de um objetivo único na empresa e todos devem trabalhar com omesmo propósito.


4º princípio: capacitação

O Lean é também sobre capacitar os funcionários da linha de frente, de forma que seja possível impulsionar a melhoria em todas as áreas, do atendimento inicial a a pós cirurgia.


5º princípio: inovação

O Lean Healthcare também deve possuir centros de rastreamento visual, que permitem acesso fácil aos dados obtidos no estabelecimento. Com essas informações novas, é possível observar riscos e gerar novas ideias.


6º princípio: flexibilidade

É essencial que os colaboradores possam mudar padrões para otimizar processos.


Quais são os benefícios do Lean Healthcare na gestão em saúde?

Aplicar o lean nos hospitais é sobre potencializar resultados, ou seja, os benefícios do Lean Healthcare se voltam para aprimoramento de todos os aspectos da empresa. Dessa forma, os benefícios se estendem por todo o seu negócio:

  • Diminui o tempo de espera para atendimento;
  • Permite maior eficiência dos procedimentos médicos;
  • Previne erros médicos e infecções;
  • Reduz a necessidade de horas extras;
  • Impede que haja falta de material.

Quais são as ferramentas Lean Healthcare?

Para implantar o Lean Healthcare, existem algumas ferramentas que facilitam esse processo.


Diagrama de Espaguete

Essa é uma ferramenta utilizada para visualização da otimização de um processo. Por ela, se enxerga o fluxo de trabalho e se pode captar possíveis desperdícios.


5S ou método Kaizen

Para aperfeiçoar o ambiente de trabalho, utilize de uma ferramenta para mudança de hábitos e atitudes, o Kaizen. Através dela, é possível trabalhar a gestão de qualidade e aperfeiçoar a qualidade de vida dos seus colaboradores. Os 5S são:

  • Utilização/Descarte: apenas trabalhar com o necessário;
  • Organização: estabelecer critérios de ordenação para facilitar acesso e manuseio dos objetos de trabalho;
  • Limpeza: manter o local de trabalho e os equipamentos totalmente limpos;
  • Padronização: incentiva a boa conduta dos funcionários, para que os bons resultados permaneçam.
  • Disciplina: deve haver respeito e comprometimento por parte do funcionário para com a empresa.

Gestão visual

Sistema de comunicação visual utilizado para assegurar a maior aderência aos padrões Lean. É utilizada para definir escala de trabalho, demonstrar resultados de produtividade, criar sinais visuais para a emergência, etc.


Fluxo contínuo

O fluxo contínuo é usado para fornecer um serviço entre processos com pouco ou nenhum tempo de espera. Para isso, aplicamos o método Kanban, uma forma de comunicação com cartões coloridos que define o que é necessário e o prazo.


Poka Yoke

Por fim, o Poka Yoke, que é uma forma de pensar em mecanismos que ajudem na prevenção de erros. Seu objetivo final é alcançar um estágio de “zero defeitos”.


Como aplicar o Lean Healthcare?

Agora que você sabe o que é Lean Healthcare, seus benefícios e ferramentas, é hora de saber como aplicar!


1. Defina uma área de aplicação

A princípio, pode não ser muito fácil implementar o Lean em toda a empresa. Por isso, defina uma área de aplicação através da análise de motivadores estratégicos ou problemas que requerem solução mais imediata. Algumas ideias são:

  • Tempo de espera;
  • Atraso na alta de pacientes;
  • Satisfação dos pacientes.

2. Mapeie a cadeia de valor

Agora, é momento de avaliar os departamentos da organização para criar um mapa da cadeia de valor. Junto da observação dos processos e conversas com funcionários e pacientes, é possível identificar oportunidades de melhoria.


3. Defina a estratégia de aplicação

Por fim, é momento de aplicar a metodologia para resolver os projetos do Lean Healthcare.


Como medir os resultados do Lean Healthcare?

Afinal, como saber é possível mensurar se esse novo método de trabalho está trazendo resultados satisfatórios? Basicamente, através de duas soluções: primárias e secundárias.


Quais são os resultados primários no Lean Healthcare?

  • Melhoria no sistema de saúde: tempo de admissão, coleta, entrega, triagem, exames, etc;
  • Com o paciente: satisfação no atendimento, taxa de mortalidade e de reingresso, etc;
  • Com os profissionais: tempo gasto com paciente, horas extras, satisfação, etc.

E os resultados secundários?

  • Introdução da filosofia Lean;
  • Melhora do sistema de gestão;
  • Aplicação de atividades de otimização Lean.

Conclusão

A implementação do sistema lean healthcare não é imediata, tendo em vista as dificuldades dos colaboradores em aceitar mudanças e padronização, principalmente se for em uma empresa grande.

Alterar antigos processos pode causar desconforto no início, portanto, é importante explicar sobre a filosofia e todos sues benefícios, para aprimorar a gestão de forma gradativa.

Você pode contar com uma plataforma de gestão, para organizar os projetos, mensurar métricas e resultados, distribuir tarefas e muito mais. Conheça o AEVO Innovate

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *