Lifelong Learning: o que é e por que você deve praticar

lifelong-learning

Muitas pessoas, mesmo depois de graduadas ou mesmo com um bom emprego se interessam por continuar os estudos. Para outros, isso é desnecessário, afinal, já aprenderam o que precisavam para ter uma carreira.

Se você é dos que permanecem estudando para se aperfeiçoar, saiba que está praticando o lifelong learning. Caso seja do grupo que não vê a importância desse tipo de atitude, entenda que é preciso rever as suas crenças.

E quem deseja compreender melhor o que é lifelong learning e por que você deve praticar, continue lendo este artigo e confira as informações dos tópicos a seguir.


O que é lifelong learning

Lifelong learning pode ser traduzido como aprendizado ao longo da vida. No entanto, aprendizado contínuo ou educação continuada são os termos mas usados para explicar esse conceito tão importante.

Consiste em, como sugere a própria expressão, estar sempre aprendendo algo novo, estudando, mesmo que não seja de maneira convencional. Isso quer dizer que para as pessoas que aderem a esse conceito não existe o “terminar os estudos”.

Isso porque mesmo depois de graduadas no curso do seu interesse, continuam buscando mais conhecimento. Não é preciso fazer outra graduação, pode ser um curso de especialização, técnico, livre, de outra modalidade ou mesmo estudar por conta.

Essas pessoas não se satisfazem em dominar um único conhecimento. Elas possuem necessidade de estar em constante absorção de novas aprendizagens. Podem fazer isso por prazer ou por saberem da importância dessa atitude.

De qualquer forma, mesmo quem ainda não entende o quanto o lifelong learning é relevante para a sua vida pode começar a se aperfeiçoar. Muitas vezes, falta apenas um estímulo, como identificar um assunto que se interesse em descobrir mais.


Por que o lifelong learning é importante?

Engana-se quem pensa que o aprendizado contínuo é importante apenas para conseguir boas oportunidades no mundo do trabalho. Por mais que contribua em muito na hora de buscar um emprego, a importância do lifelong learning vai além.

Ao obter novos conhecimentos, é possível dominar um gama maior de assunto e, assim entender melhor o mundo ao seu redor. Isso ajuda na tomada de decisões a respeito de temas pessoais, em diferentes momento do dia a dia.

Além disso, ao estudar um assunto do qual gosta, quem pratica o lifelong learning encontra satisfação pessoal, pois se trata de uma atividade prazerosa. O conhecimento obtido pode ser colocado em prática como hobby, o que é ótimo para a saúde da mente.

Outra vantagem do aprendizado contínuo é que se trata de uma forma de exercitar o cérebro. E assim como ocorre com o corpo, quanto mais o cérebro se exercita, mais ele se desenvolve.

Essa prática estimula o cérebro, possibilitando que se faça um maior número de conexões com as informações que possui e chegue a conclusões mais assertivas e com maior agilidade.


Como aplicar o lifelong learning?

Agora que você já se animou com a importância do aprendizado contínuo, é necessário saber como colocar em prática. Veja a seguir as principais dicas para aplicar o lifelong learning.


Entenda as suas preferências

O primeiro passo é entender o que você gosta, quais são as suas preferências. Isso porque ter verdadeiro interesse no que for estudar é essencial para se manter motivado. Ou seja, a ideia não é acumular um grande número de conhecimento por obrigação.

Além disso, você pode se dedicar a temas que não sejam relacionados com a sua formação acadêmica ou com a função que desempenha no trabalho.

Muitas pessoas ficam na dúvida sobre duas ou mais profissões, você pode estudar aquela que ficou para trás. Ou mesmo aprender um novo idioma ou tocar um instrumento musical.


Organize a sua rotina

A ideia do lifelong learning não é se sobrecarregar com inúmera atividades. Independente de como você vai estudar algo novo, é importante que entre na sua rotina de forma tranquila. Isso pode exigir um pouco mais de organização no seu dia a dia.

Também é importante definir prioridades. Não é necessário começar a estudar várias temas ao mesmo tempo. Primeiro defina um, conclua o aprendizado e depois inicie outro, o que pode ser feito com intervalos de tempo.


Busque o conhecimento de diferentes formas

Existem várias formas de estudar o que você deseja. É possível fazer um curso de qualificação se quer se especializar em algo que já conheça ou mesmo estudar por conta. Hoje em dia, existe muito material disponível na internet.

Isso quer dizer que você pode nem mesmo ter que gastar dinheiro para investir no aprendizado contínuo. Há também cursos online, que tornam mais fáceis a prática do lifelong learning.


Acompanhe as tendências do mercado

Mesmo que não seja a única razão para aprender novos assuntos, é possível focar a aprendizagem no encontro de um ótimo emprego. Se esse for o seu objetivo, uma dica é acompanhar as tendências do mercado para identificar temas em alta.

Você pode estudar sobre eles, para aumentar as suas chances de encontrar uma posição no mercado que atenda as suas expectativas. Isso ajuda a se tornar mais competitivo em seleções de emprego.


Descubra no que você deve melhorar

Outra dica para praticar o lifelong learning é analisar quais aspectos da sua vida você pode melhorar. Pense quais são os seus pontos fracos e busque o aprendizado necessário para torná-los fortes.

Você pode ter dificuldade em realizar alguma tarefa que faça parte da sua área de atuação ou mesmo em agir de alguma forma, como ser mais focado ou persistente. Esse tipo de estudo também pode fazer parte do seu aprendizado contínuo.


O lifelong learning nas empresas

Se você se interessou no lifelong learning para ajudar na busca das melhores oportunidades de trabalho, saiba que não é só o conhecimento em si a respeito de diferentes assunto que chama a atenção do mundo corporativo.

Cada vez mais, as empresas estão investindo no capital humano, ou seja, nas habilidades e experiências dos seus colaboradores.

Elas buscam profissionais que apostam no lifelong learning não só porque dominam mais assuntos, mas também porque o fato de obterem novos conhecimentos fazem com que desenvolvam mais habilidades.

Assim, podem ser mais comunicativos e inteligentes, uma vez que conseguem fazer um maior número de conexões com as informações que recebem. E, por consequência, estão aptos a entregarem um melhor resultado.

O lifelong learning possibilita ainda que a qualidade do seu trabalho seja melhor e que tenham potencial para aprender com mais facilidade as novas funções relacionadas ao seu cargo.


Conclusão

O lifelong learning é uma prática que faz bem para quem adere a ela de diferentes formas, pois permite que as pessoas obtenham sucesso nas mais diversas esferas da sua vida. E com a carreira profissional não é diferente.

A cada dia, mais empresas percebem a importância de contar com equipes que tenham potencial para crescerem intelectualmente, desenvolvendo novas habilidades e tendo ideias criativas que contribuam com o sucesso corporativo.

Mas elas também devem estar preparadas para absorver o conhecimento que seus colaboradores possuem, bem como transformá-lo em projetos inovadores.

O AEVO Innovate é um software de gestão da inovação que faz essa ponte, entre gestores e profissionais cheios de ideias e que querem contribuir com o local de trabalho. Para conhecer mais sobre o Programa de Ideias, e como fomentar a inovação em sua organização, fale com um de nossos especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *