Mundo Phygital: o que é e qual sua importância para as empresas?

O Mundo Phygital nada mais é do que a junção do físico com o digital, o que traz inúmeros benefícios para as organizações. Saiba mais!

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Mas esse é somente um exemplo e as empresas podem criar muitas outras maneiras de conectar ambos os mundos para atender as necessidades do seu público.

Do físico para o digital

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

O seu recurso de geolocalização é o principal responsável, uma vez que possibilita integrar experiências online com reais. É o caso de quando o consumidor pesquisa na internet produtos e serviços para comprar de modo presencial.

Mas esse é somente um exemplo e as empresas podem criar muitas outras maneiras de conectar ambos os mundos para atender as necessidades do seu público.

Do físico para o digital

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Isso acontece porque consiste na intersecção entre o meio físico e o meio digital, desfazendo a ideia de que eles não poderiam trabalhar em conjunto . Se antes isso não era possível, com o uso dos smartphones essa nova realidade é totalmente viável.

O seu recurso de geolocalização é o principal responsável, uma vez que possibilita integrar experiências online com reais. É o caso de quando o consumidor pesquisa na internet produtos e serviços para comprar de modo presencial.

Mas esse é somente um exemplo e as empresas podem criar muitas outras maneiras de conectar ambos os mundos para atender as necessidades do seu público.

Do físico para o digital

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Não é de hoje que se fala da importância de ter o cliente no centro das decisões da empresa, principalmente, se o seu intuito é o de atrair cada vez mais consumidores para o seu negócio. E o mundo phygital se torna um grande aliado dessa estratégia.

Isso acontece porque consiste na intersecção entre o meio físico e o meio digital, desfazendo a ideia de que eles não poderiam trabalhar em conjunto . Se antes isso não era possível, com o uso dos smartphones essa nova realidade é totalmente viável.

O seu recurso de geolocalização é o principal responsável, uma vez que possibilita integrar experiências online com reais. É o caso de quando o consumidor pesquisa na internet produtos e serviços para comprar de modo presencial.

Mas esse é somente um exemplo e as empresas podem criar muitas outras maneiras de conectar ambos os mundos para atender as necessidades do seu público.

Do físico para o digital

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

O mundo phygital ou figital não une apenas as palavras físico e digital, mas também o que existe de melhor em ambos quando o assunto é focar no cliente para qualificar a sua experiência.

Não é de hoje que se fala da importância de ter o cliente no centro das decisões da empresa, principalmente, se o seu intuito é o de atrair cada vez mais consumidores para o seu negócio. E o mundo phygital se torna um grande aliado dessa estratégia.

Isso acontece porque consiste na intersecção entre o meio físico e o meio digital, desfazendo a ideia de que eles não poderiam trabalhar em conjunto . Se antes isso não era possível, com o uso dos smartphones essa nova realidade é totalmente viável.

O seu recurso de geolocalização é o principal responsável, uma vez que possibilita integrar experiências online com reais. É o caso de quando o consumidor pesquisa na internet produtos e serviços para comprar de modo presencial.

Mas esse é somente um exemplo e as empresas podem criar muitas outras maneiras de conectar ambos os mundos para atender as necessidades do seu público.

Do físico para o digital

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Para saber mais sobre o mundo phygital, o que é e qual sua importância, continue com a leitura deste artigo e confira as informações presentes nos tópicos a seguir.

O que é phygital ou figital?

O mundo phygital ou figital não une apenas as palavras físico e digital, mas também o que existe de melhor em ambos quando o assunto é focar no cliente para qualificar a sua experiência.

Não é de hoje que se fala da importância de ter o cliente no centro das decisões da empresa, principalmente, se o seu intuito é o de atrair cada vez mais consumidores para o seu negócio. E o mundo phygital se torna um grande aliado dessa estratégia.

Isso acontece porque consiste na intersecção entre o meio físico e o meio digital, desfazendo a ideia de que eles não poderiam trabalhar em conjunto . Se antes isso não era possível, com o uso dos smartphones essa nova realidade é totalmente viável.

O seu recurso de geolocalização é o principal responsável, uma vez que possibilita integrar experiências online com reais. É o caso de quando o consumidor pesquisa na internet produtos e serviços para comprar de modo presencial.

Mas esse é somente um exemplo e as empresas podem criar muitas outras maneiras de conectar ambos os mundos para atender as necessidades do seu público.

Do físico para o digital

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Esse ponto de intersecção é o chamado mundo phygital. E para empresas se relacionarem de forma eficiente com os seus clientes é preciso incluir esse novo conceito e suas práticas no dia a dia da organização.

Para saber mais sobre o mundo phygital, o que é e qual sua importância, continue com a leitura deste artigo e confira as informações presentes nos tópicos a seguir.

O que é phygital ou figital?

O mundo phygital ou figital não une apenas as palavras físico e digital, mas também o que existe de melhor em ambos quando o assunto é focar no cliente para qualificar a sua experiência.

Não é de hoje que se fala da importância de ter o cliente no centro das decisões da empresa, principalmente, se o seu intuito é o de atrair cada vez mais consumidores para o seu negócio. E o mundo phygital se torna um grande aliado dessa estratégia.

Isso acontece porque consiste na intersecção entre o meio físico e o meio digital, desfazendo a ideia de que eles não poderiam trabalhar em conjunto . Se antes isso não era possível, com o uso dos smartphones essa nova realidade é totalmente viável.

O seu recurso de geolocalização é o principal responsável, uma vez que possibilita integrar experiências online com reais. É o caso de quando o consumidor pesquisa na internet produtos e serviços para comprar de modo presencial.

Mas esse é somente um exemplo e as empresas podem criar muitas outras maneiras de conectar ambos os mundos para atender as necessidades do seu público.

Do físico para o digital

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Com a popularização do uso da internet na década de 1990, começou a se falar em um mundo digital, paralelo ao mundo físico. No entanto, hoje em dia, esses dois mundos já conseguem se comunicar.

Esse ponto de intersecção é o chamado mundo phygital. E para empresas se relacionarem de forma eficiente com os seus clientes é preciso incluir esse novo conceito e suas práticas no dia a dia da organização.

Para saber mais sobre o mundo phygital, o que é e qual sua importância, continue com a leitura deste artigo e confira as informações presentes nos tópicos a seguir.

O que é phygital ou figital?

O mundo phygital ou figital não une apenas as palavras físico e digital, mas também o que existe de melhor em ambos quando o assunto é focar no cliente para qualificar a sua experiência.

Não é de hoje que se fala da importância de ter o cliente no centro das decisões da empresa, principalmente, se o seu intuito é o de atrair cada vez mais consumidores para o seu negócio. E o mundo phygital se torna um grande aliado dessa estratégia.

Isso acontece porque consiste na intersecção entre o meio físico e o meio digital, desfazendo a ideia de que eles não poderiam trabalhar em conjunto . Se antes isso não era possível, com o uso dos smartphones essa nova realidade é totalmente viável.

O seu recurso de geolocalização é o principal responsável, uma vez que possibilita integrar experiências online com reais. É o caso de quando o consumidor pesquisa na internet produtos e serviços para comprar de modo presencial.

Mas esse é somente um exemplo e as empresas podem criar muitas outras maneiras de conectar ambos os mundos para atender as necessidades do seu público.

Do físico para o digital

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Com a popularização do uso da internet na década de 1990, começou a se falar em um mundo digital, paralelo ao mundo físico. No entanto, hoje em dia, esses dois mundos já conseguem se comunicar.

Esse ponto de intersecção é o chamado mundo phygital. E para empresas se relacionarem de forma eficiente com os seus clientes é preciso incluir esse novo conceito e suas práticas no dia a dia da organização.

Para saber mais sobre o mundo phygital, o que é e qual sua importância, continue com a leitura deste artigo e confira as informações presentes nos tópicos a seguir.

O que é phygital ou figital?

O mundo phygital ou figital não une apenas as palavras físico e digital, mas também o que existe de melhor em ambos quando o assunto é focar no cliente para qualificar a sua experiência.

Não é de hoje que se fala da importância de ter o cliente no centro das decisões da empresa, principalmente, se o seu intuito é o de atrair cada vez mais consumidores para o seu negócio. E o mundo phygital se torna um grande aliado dessa estratégia.

Isso acontece porque consiste na intersecção entre o meio físico e o meio digital, desfazendo a ideia de que eles não poderiam trabalhar em conjunto . Se antes isso não era possível, com o uso dos smartphones essa nova realidade é totalmente viável.

O seu recurso de geolocalização é o principal responsável, uma vez que possibilita integrar experiências online com reais. É o caso de quando o consumidor pesquisa na internet produtos e serviços para comprar de modo presencial.

Mas esse é somente um exemplo e as empresas podem criar muitas outras maneiras de conectar ambos os mundos para atender as necessidades do seu público.

Do físico para o digital

Desde o início da popularização da internet, houve uma permanente evolução na forma como as empresas se comunicam com o seu público. No entanto, nem todos os negócios seguiram o mesmo ritmo, sendo que alguns nem mesmo saíram do lugar.

Por conta disso, há empresas que se adaptam às mudanças a medida que elas aparecem, aquelas que iniciaram o processo recentemente e estão investindo pesado ou nem tanto para se adaptarem e até os negócios que ainda fazem muito pouco.

O ritmo mais ou menos rápido é influenciado, entre outros aspectos, pelo perfil do seu público consumidor, já que em alguns ramos do mercado o cliente não exige muito que as empresas se mantenham atualizadas.

Mas não há como negar que, em geral, negócios que não se adaptam perdem lugar para a concorrência. Além disso, mesmo as organizações que já surgiram se comunicando online com os seus clientes devem estar atentas às tendências.

Afinal, o comportamento de compra dos clientes muda com dinamismo e para manter uma posição de destaque no mercado é essencial atender as suas necessidades por todos os canais possíveis. Ou seja, a implementação de ações do mundo phygital.

Mundo phygital e omnichannel

Colocar em prática o conceito de omnichannel é fundamental para os negócios conscientes da necessidade de investir no mundo phygital. Ele consiste em usar de forma integrada os mais diversos canais que se pode ter com o seu público.

Sejam eles online, sejam eles físicos. Mas além de utilizar trata-se de fazer com que se relacionem, de modo que o consumidor identifique uma marca independente do meio que escolheu para se comunicar com a empresa.

Parte disso é feito com a padronização da identidade visual. Parte é realizado com estratégias online nas experiências físicas e vice-versa. Essa prática é importante porque oferece uma maior variedade de meios de relacionamento para o cliente.

O consumidor pode preferir um canal a outro ou de acordo com a situação em que se encontra ter acesso facilitado a um meio específico. Por isso, o omnichannel também se refere ao investimento em uma ampla variedade de meios de relacionamento.

A combinação de canais e o seu trabalho em conjunto é uma das estratégias para implementar o mundo phygital no seu negócio.

E para atingir os objetivos esperados, é preciso que os colaboradores responsáveis pela comunicação com o público estejam preparados para essa demanda. Isso pode exigir treinamento e atualizações para usar as ferramentas certas da melhor maneira.

Outro ponto importante são os pontos de conversão do cliente. Imagine que você comprou um eletrodoméstico pelo e-commerce, mas ao ir na loja fazer a retirada, eles não têm no estoque. Empresas omnichannel, que estão no phygital, tem todo o controle integrado, ou seja, situações como essas não aconteceriam.

Minha empresa precisa estar no mundo phygital?

Para negócios da grande maioria dos segmentos de mercado, estar no mundo phygital é praticamente uma necessidade para manter as portas abertas . Caso contrário, as chances de perder competitividade para os concorrentes são inevitáveis.

E para saber se é o caso da sua empresa, basta responder à pergunta: os seus clientes usam a internet para pesquisar produtos e serviços e compram de forma física e/ou vice-versa? Se a resposta for sim, então, é prudente investir em ações no mundo phygital.

A boa notícia é que a sua implementação pode ser muito mais simples do que se imagina. Isso porque não é preciso mudar nada de forma radical, ainda mais se o que já é feito mostra resultados positivos.

Basta agregar novos canais de comunicação, o que pode ser feito de maneira gradativa, porém, estratégica. Além disso, quando se fala no mundo phygital as orientações não se limitam para as empresas físicas que devem investir em ações online.

Mesmo os negócios virtuais devem agregar ações físicas, tanto para se comunicar com o seu cliente em potencial quanto para realizar uma venda.

A questão é que não existe uma única receita. Cada empresa precisa se adaptar às tendências de acordo com as necessidades do seu público, pois ele é quem deve guiar as suas decisões.

Leia mais em: Inside sales – o que é e como adotar esse modelo na sua empresa

Conclusão

Depois de um intensivo uso dos canais digitais para se comunicar com o seu público, as empresas têm se voltado para as ações no mundo físico. Esse equilíbrio fez com que surgisse o mundo phygital, mostrando como é possível combinar ambas as estratégias.

Com ações virtuais e físicas é possível focar nas necessidades do público, atendendo-os nos mais diversos momentos e de diferentes formas.

Mas para que as empresas se adaptem com sucesso a essa tendência é preciso que conhecem muito bem os seus clientes em potencial e criem ações específicas.

Isso exige o trabalho conjunto de diferentes equipes da empresa, que devem compartilhar percepções para desenvolverem projetos em conjunto.

Nesse momento, o AEVO Innovate se torna um importante aliado, já que é um software de inovação para planejar e realizar projetos. Se você quer que a sua empresa entre no mundo phygital de forma assertiva e iniciar uma jornada inovadora, descubra como o AEVO Innovate pode ajudá-lo.

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.