Entenda o que é onboarding e quais seus benefícios

Onboarding pode ser definido como o processo de integrar novos colaboradores à organização, para que ele encontre seu lugar na equipe e na cultura da empresa como um todo. Isso passa por apresentar os profissionais com quem o recém-chegado vai trabalhar, os recursos à sua disposição, os valores do negócio, além, é claro, das suas tarefas e das expectativas que a empresa tem com relação ao seu trabalho.

Muitos gestores de pessoas e empresas ainda tem dúvidas sobre o que é onboarding, já que a recepção de novos colaboradores parece uma tarefa automática. Basta indicar o local de trabalho e apresentar uma lista de tarefas, certo?

Na prática, a adaptação dos profissionais à cultura da organização, bem como às suas funções e colegas de trabalho, exige uma atenção mais profunda.

Para conduzir esse momento da forma ideal, precisamos entender melhor o que é onboarding, e como estabelecê-lo no cotidiano de uma empresa.

O que é onboarding?

Onboarding pode ser definido como o processo de integrar novos colaboradores à organização, para que ele encontre seu lugar na equipe e na cultura da empresa como um todo.

Isso passa por apresentar os profissionais com quem o recém-chegado vai trabalhar, os recursos à sua disposição, os valores do negócio, além, é claro, das suas tarefas e das expectativas que a empresa tem com relação ao seu trabalho.

Na prática, o onboarding começa assim que o novo membro é contratado, e os gestores das equipes ou profissionais de RH podem criar jornadas para agilizar essa fase de adaptação.

Uma das ferramentas mais comuns é o uso de uma mentoria breve, aplicada por alguém que já conhece as funções e os membros da equipe.

Essa mentoria pode ser aplicada pelo próprio gestor do time, ou por um colega de posição semelhante ao novato, que entenda o que é onboarding e esteja disposto a contribuir para esse momento.

Treinamentos fixos também fazem parte do onboarding, seja para ensinar como funciona um recurso específico, apresentar a cultura da empresa ou indicar os canais de comunicação que o profissional deve buscar ao longo do seu trabalho, por exemplo.

Embora os processos de onboarding possam ser pensados com um começo e um final, é importante saber que a sua conclusão não deve ser formal, e a adaptação pode se alongar até o colaborador realmente se firmar em sua posição.

Para dar essa continuidade, as avaliações de desempenho e os feedbacks gerados por elas são indispensáveis.

Qual a importância do onboarding?

É normal que muitas organizações tenham ignorado a existência desse processo, e só agora estão descobrindo o que é onboarding ou quais os seus benefícios – como atingir mais rapidamente o potencial do colaborador, ou reduzir as chances de que ele seja desligado mais à frente.

Empresas que não olham com cuidado para esse momento acabam vivenciando uma dificuldade maior para “se acertar” com os contratados.

Conflitos desnecessários, adaptação lenta às funções (e consequente falta de produtividade) e processos seletivos ineficientes são alguns desafios que podem ser evitados ao entender o que é onboarding e planejar a sua execução.

Principais benefícios

O processo de onboarding é responsável por apresentar a empresa e seus processos, ajudando o colaborador a compreender o funcionamento do todo, para entender melhor qual é a sua parte nesse sistema.

Essa iniciativa promove uma série de benefícios, tais como:

Acelera o processo de rampagem

Rampagem é o tempo de adaptação que toda pessoa atravessa ao entrar para uma organização.

Enquanto ele acontece, o novo colaborador vai cometer erros e demorar um pouco mais para fazer as coisas, ficando abaixo do seu potencial.

Não há como falar sobre o que é onboarding sem pensar nessa situação, afinal ele existe para evitá-la, ou pelo menos encurtá-la.

É preciso apontar que, durante a fase de rampagem, o colaborador inexperiente pode limitar o ritmo de toda a equipe, conforme o seu trabalho é necessário para que os colegas possam avançar.

Digamos que você corte esse período de 90 para 30 dias, por exemplo.

A empresa poderá contar rapidamente com um colaborador exercendo suas capacidades no nível esperado, e toda a equipe será mais produtiva.

Alinha os colaboradores à cultura

Toda empresa tem um modo “como as coisas são feitas”. O alinhamento dos colaboradores a essa cultura é responsável por evitar conflitos e manter o bem-estar de todos na equipe.

O processo seletivo já pode avaliar o fit cultural e escolher profissionais que compartilhem os valores da organização, mas esse alinhamento só será confirmado na prática.

O onboarding permite fazer ajustes logo no começo, e para alcançar esse objetivo é interessante apostar em espaços casuais, como um coffee break de apresentação onde o recém-chegado pode fazer conexões antes de começar o trabalho.

Aumenta o engajamento

Profissionais alinhados à cultura e ao funcionamento da empresa tendem a se engajar mais com os processos da organização, pois criam um interesse pessoal nos seus resultados.

O trabalho passa a ser mais do que uma forma de pagar as contas, e ganha significado, fazendo o colaborador trazer novas ideias e assumir uma abordagem proativa na resolução de problemas.

O engajamento beneficia ambos os lados, pois impulsiona a produtividade e a inovação dentro da equipe, ao mesmo tempo em que aumenta a satisfação dos colaboradores com suas funções.

banner central de estrategias v1

Auxilia na retenção de talentos

Ao discutir o que é onboarding e qual a sua importância, a retenção de talentos aparece como um dos fatores mais relevantes.

Processos seletivos são custosos e podem se tornar complexos caso a empresa tenha de encontrar um conjunto específico de habilidades.

Nenhum gestor quer fazer esse investimento, e ainda alocar recursos no treinamento dos profissionais, para ter de repetir tudo alguns meses depois, certo?

As iniciativas de onboarding reduzem as chances de que isso aconteça, permitindo criar um quadro de funcionários mais estável.

Com a especialização crescente no mercado de trabalho, esse é um fator ainda mais importante, pois em muitos casos a empresa pode nem encontrar outro colaborador com as qualificações do que foi afastado.

Esse conhecimento sobre o que é onboarding pode ser somado a um programa de employee experience para oferecer benefícios à sua equipe, reduzindo ainda mais as chances de que um bom profissional busque novas oportunidades.

Conclusão

Além de aprofundar-se no assunto, é importante discutir o que é onboarding com a sua equipe, já que ele se torna mais eficiente quando todos contribuem para oferecer um ambiente acolhedor aos novos contratados.

Por meio de uma plataforma de gestão e estratégia como o AEVO, você pode colher ideias e criar ações para facilitar o onboarding. Ela também ajuda na adaptação dos profissionais, que podem acompanhar os projetos em andamento, tirar dúvidas e sugerir melhorias para a empresa, tudo numa mesma ferramenta.

Confira as soluções da AEVO para organizações inovadoras e descubra como elas podem contribuir para os resultados da sua empresa!

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.