Entenda o que é screening e porquê é tão importante

Screening é uma palavra em inglês que pode ser traduzida por triagem quando o assunto é o processo seletivo de uma empresa. Esse é um procedimento realizado pelos profissionais de RH para encontrar o candidato que melhor se encaixe na vaga aberta para seleção.

O processo de recrutamento acontece em fases, usando recursos como o screening, o recrutador deixará passar apenas os candidatos mais adequados em cada passo. Conheça melhor essa ferramenta, entendendo o que é screening e quais os seus benefícios para a gestão de recursos humanos.

Encontrar um candidato que atinja as expectativas e necessidades da empresa é sempre a meta do RH durante os processos de seleção.

Esse candidato precisa ser qualificado, possuir os talentos que a companhia busca e ter um perfil compatível ao da organização, para, assim, aumentar as chances de uma boa adaptação ao novo ambiente de trabalho.

Embora as capacitações e treinamentos ainda sejam indispensáveis durante a inserção de novatos na organização, nada melhor do que ter a pessoa mais preparada possível para iniciar com tudo no novo job.

O que é screening?

Screening é uma palavra em inglês que pode ser traduzida por triagem quando o assunto é o processo seletivo de uma empresa. Esse é um procedimento realizado pelos profissionais de RH para encontrar o candidato que melhor se encaixe na vaga aberta para seleção.

No screening, o recrutador faz a análise do colaborador em potencial por meio de alguns recursos, como a avaliação do currículo e entrevistas iniciais, que normalmente são feitas através de computador ou por telefone.

O processo de triagem dos inscritos acontece em etapas, cuidadosamente, até chegar a poucos candidatos escolhidos – aqueles que se provaram os mais capacitados para concorrer ao espaço disponível.

Geralmente, a palavra final é dada pelo gestor, que elege um deles. Dessa forma, no screening, o papel do recrutador é deixar chegar às entrevistas oficiais apenas um número pequeno de inscritos que demonstraram potencial real para ocupar o cargo.

Diversos aspectos considerados essenciais para a composição daquela vaga são levados em conta na fase de screening do recrutamento.

A educação, as habilidades que o candidato demonstra ter e as experiências profissionais anteriores são alguns pontos comumente abordados nas entrevistas e pontuados na hora de comparar e decidir quem segue adiante.

Dependendo das vagas, a exigência é moderada ou muito maior, necessitando que hard e soft skills sejam pescadas pelo recrutador. No fim das contas, podemos definir o que é screening como a peneira dos processos seletivos.

Como a tecnologia pode ajudar no screening?

Por muitas décadas, e até mesmo hoje em dia, o RH precisava dedicar bastante tempo para aplicar o screening durante o processo de seleção de candidatos.

Analisar os currículos um a um, escolher e marcar as entrevistas com os inscritos e depois realizá-las uma por vez era um longo caminho que precisava ser percorrido a cada nova abertura de vagas na empresa.

Dentre as dezenas ou centenas de aplicações que o RH recebe, estima-se que a quantidade ideal de candidatos que o setor deve chegar a entrevistar, antes de selecionar os finalistas para a entrevista oficial com o gestor da companhia, é entre seis e oito pessoas.

Dá para imaginar as vantagens de automatizar esse processo, não é?

Por conta disso, hoje é quase impossível falar sobre o que é screening sem discutir a economia de tempo que as tecnologias com uso de IA é capaz de proporcionar. Junto a esse benefício, vem a capacidade que elas têm de deixar o processo mais assertivo.

Além do mais, as IAs oferecem a possibilidade de integração com bancos de talentos, formulários e, atualmente, até mesmo informações de redes sociais.

Dessa maneira, o sistema realiza o cruzamento de dados para entregar de forma quase instantânea os melhores perfis inscritos para ocupar a função na empresa.

Importância do screening para o RH

Os profissionais de Recursos Humanos têm consciência que uma contratação errada pode trazer custos altos no futuro, como a baixa produtividade, prejuízos no clima organizacional, gastos financeiros durante o desligamento e mais tempo perdido em outro processo de seleção.

Portanto, uma etapa como o screening diminui as chances de uma decisão equivocada acontecer.

Todos os pontos mais importantes para a vaga recebem a devida atenção, permitindo testes, análise de atributos relevantes para a vaga e, na entrevista, uma busca mais interativa das características atrativas no perfil do candidato.

Cada uma dessas triagens tem suas vantagens e possui caráter eliminatório, e apesar de consumir a atenção do RH, que tem muitos assuntos para lidar ao mesmo tempo, garante uma contratação mais certeira –  e isso é o melhor para todos.

Benefícios do screening

Protege o clima organizacional da empresa

Ao selecionar candidatos utilizando um bom screening, o RH pode encontrar pessoas que se encaixem bem com os outros colaboradores e que tenham uma personalidade alinhada à cultura da organização.

Isso significa também que candidatos com características indesejáveis para a empresa são evitados durante o processo. Assim, o clima organizacional se mantém positivo.

Poupa o tempo dos empregadores

O screening nas empresas ajuda aos empregadores a dedicarem um tempo maior apenas para os candidatos mais qualificados, deixando de fora os que não tem características satisfatórias para o cargo.

É um sistema que melhora a eficiência do recrutamento, pois agiliza o processo de contratação.

Outro fator importante é que, pelo motivo de entrevistas oficiais geralmente envolverem funcionários sênior, cheios de responsabilidades com alta prioridade, o tempo deles tem que ser reservado para candidatos com verdadeiro potencial.

Diminui os índices de turnover

No processo de seleção, as empresas geralmente buscam inscritos que se comprometam com a empresa no longo prazo.

Portanto, durante o screening (por telefone ou computador) o recrutador pode questionar onde o candidato se vê no futuro ou o motivo da saída do último emprego, por exemplo.

Isso assegura a contratação de profissionais confiáveis e constantes, contribuindo para baixos índices de turnover futuramente.

Conclusão

Os profissionais de RH são responsáveis pela entrada dos talentos que a empresa precisa em seu quadro. É um papel muito importante e não é à toa que uma triagem cuidadosa precisa ser feita. O screening faz com que perfis alinhados ao da organização sejam recrutados pelo RH e tenham contato com os gestores, para que estes, então, decidam entre as melhores opções.

Agora, além de discutir o que é screening e importância dele com a sua equipe, é valioso adotar uma ferramenta de gestão como o AEVO Innovate para conduzir e automatizar processos e estimular a inovação na companhia.

Solicite uma demonstração gratuita e descubra como a AEVO pode aumentar a eficiência em cada área da sua empresa.

aevo-innovate-blog

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.