Como contratar um profissional de inovação?

profissional-de-inovação

Profissional de inovação é um cargo que não vemos em muitas empresa, entretanto, a busca por esse profissional está aumentando.

Se sua empresa está crescendo e os projetos estão dando bons resultados, talvez seja a hora de investir em um profissional de inovação para estruturar iniciativas que visam reforçar o seu core business e construir o futuro do seu negócio.

Hoje, nós vamos te apresentar todos os detalhes sobre o profissional de inovação, como média salarial, habilidades, experiência e muito mais.


A importância da inovação

A inovação, ao contrário do que muitos pensam, não envolve necessariamente uma tecnologia.

Descobrir novas maneiras de realizar processos, incrementar funcionalidades em um produto já existente ou implementar novos serviços no portfólio de uma empresa são inovações que podem gerar grande impacto no seu negócio.

Se engana quem pensa que o profissional de inovação está presente somente nas startups ou empresas de tecnologia. Companhias de todos os setores têm ido em busca da inovação a fim de manterem-se competitivas em meio a tanta concorrência. 

Apesar de algumas organizações já nascerem com esse propósito, como a AEVO,  empresas ‘’tradicionais’’ estão observando valor na inovação e percebendo que ela não é somente necessária, como obrigatória. 

Um exemplo é a Nestlé é uma delas. Em 2020, em parceria com o nosso software AEVO Innovate, ela inaugurou um centro de inovação para buscar startups que possam auxiliar na resolução de problemas como saúde ocupacional, monitoramento de preços, diminuição de desperdício, entre outros. 


O que procurar em um profissional de inovação? 

Antes de tudo, vamos esclarecer uma coisa: um profissional inovador não precisa de uma graduação específica! 

Mesmo que já existam MBA, pós-graduação e cursos relacionados ao tema, uma formação especializada não é pré-requisito . Ou seja, você pode encontrar um engenheiro, publicitário ou administrador que trabalhe com inovação. 

Entretanto, alguns cursos e habilidades podem ser interessantes para garantir um diferencial. São elas:

  • Ferramentas ágeis: Six Sigma; Scrum; Kanban; Lean; Ciclo PDCA;
  • Desenho de Processos;
  • Gestão de Projetos;
  • Design Thinking;
  • Familiaridade com KPIS;
  • Inglês intermediário ou avançado;

Leia também: Como criar um comitê de inovação na sua empresa?


Quanto ganha um profissional de inovação? 

Antes de tudo, você deverá definir qual nível de profissional está buscando, pois dependendo da vaga, os conhecimentos exigidos e salários ofertados pode ser bem diferentes.

A média salarial é bem variada e depende do tamanho e localização da empresa. Baseado em informações de diversas organizações a nível nacional, chegamos os seguintes valores:  

EstágioR$900 – R$1200
AssistenteR$1.500 – R$2.500
AnalistaR$2.000 – R$7.000
CoordenadorR$7.000 – R$18.000
GerenteR$10.000 – R$29.000

Onde encontrar um profissional de inovação? 

O recrutamento e seleção para vagas como essas, deve estar alinhado ao objetivo da empresa para que um candidato não seja descartado por não ter determinada experiência ou habilidade técnica. 

O Linkedin é uma rede social voltada ao corporativo. Nela, os usuários atualizam seu perfil com projetos realizados no trabalho, cursos, certificados, entre outros. 

É uma ótima opção para buscar esses profissionais, pois no perfil de cada usuário há informações como experiência profissional e formação acadêmica. É um currículo online perfeito para headhunters acharem os profissionais ideais. 

Você também pode usar um software de recrutamento com testes de perfil e entrevistas online, além das redes sociais tradicionais como Facebook e Instagram. 

Além disso, existem sites para divulgação de vagas, e até mesmo o Google que possui uma área só para empregos.  

Vale lembrar que é necessário fazer uma descrição coerente das atribuições do cargo, requisitos da vaga e benefícios oferecidos, para que a segmentação seja mais assertiva e você não gaste muito tempo analisando currículos que não condizem com a vaga ofertada.


Quais são as características ideais de um profissional de inovação? 

Perfil analítico ou criativo

Um profissional de inovação precisa ter a criatividade aguçada, buscar por soluções novas para problemas antigos. Entretanto, só ter ideias não é o bastante. 

É preciso identificar formas de tornar real o que foi planejado. A análise de dados e elaboração de estratégia são características fundamentais para tal profissional. 


Atualização constante

Inovação tem tudo a ver com coisas novas, então manter-se atualizado também é primordial.  

Pessoas que leem notícias do setor, acompanham portais online e fazem cursos de atualização, demonstram que tem vontade de crescer no mesmo ritmo que a inovação cresce.

Aqui no blog da AEVO nós compartilhamos artigos sobre diversos assuntos relacionados a inovação. Não deixe de conferir!


Determinação

Muitos podem ter ficar inseguros com metas, mas o profissional de inovação não. Este profissional não se satisfaz em atingir a meta, ele quer sempre ultrapassa-las, e a determinação é a chave para isso. 

Por quê? A inovação está sempre em movimento, ela não é algo estático, é como um carro em uma pista sem semáforos e um bom profissional deve conseguir acompanhar essa velocidade.   


Proatividade 

A procrastinação é um problema sério no ambiente de trabalho. Muitas vezes adiamos uma tarefa por não querer fazê-la de imediato, mas uma hora ela precisará ser feita de qualquer maneira. 

Um profissional de inovação não espera receber demandas, ele as faz antes mesmo que seja solicitado. Sabemos que nem sempre isso é possível, afinal, todos temos as mesmas 24 horas. Porém, a proatividade é uma característica muito importante.


Resolução de problemas

Quantas vezes você não recebeu uma demanda e antes mesmo de executar colocou inúmeras dificuldades para realizá-la? 

Profissionais inovadores não colocam empecilhos para resolver problemas, na verdade eles amam solucionar charadas e buscam sempre facilitar os processos para seu time.  


Curiosidade e Empatia 

Profissionais de inovação, devem ter curiosidade para entender como os processos funcionam, quais as dores dos clientes e o que podem fazer para resolvê-las. 

Devem ser curiosos para encontrar novas formas de atender as demandas e ter a empatia de se colocarem no lugar do cliente, procurando entender de fato o que ele precisa.


Conclusão 

Apesar da transformação digital ser um processo inovador que vem sendo realizado por grandes empresas, sabemos que nem todas as organizações possuem uma cultura de inovação para buscar ou aproveitar profissionais com esses atributos. 

Entretanto, vale reforçar que seu negócio não precisa ser do setor tecnológico ou uma startup para inovar e ter profissionais inovadores.  

A inovação é algo necessário para o mundo corporativo, assim como ter profissionais que acompanhem e estejam alinhados com os objetivos estabelecidos.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *