PROGRAMA DE IDEIAS

Tudo o que você precisa saber!

Lillian Donato

Lillian Donato

Publicado em 21/10/2020

Um Programa de Ideias tem como objetivo principal dar protagonismo aos colaboradores de uma empresa, permitindo que todos possam contribuir com ideias para o negócio.

programa de ideias

CONFIRA:

  • O que é Programa de Ideias
  • Qual é o Programa de Ideias ideal
  • Modelos de Programa de Ideias
  • Benefícios de ter um Programa de Ideias
  • Por que investir em um Programa de Ideias
  • Como o Programa de Ideias impacta na inovação
  • Como estruturar um Programa de Ideias
  • Canvas do Intraempreededorismo
  •  3 Dicas para implementar seu Programa de Ideias
  • Cases de sucesso para te inspirar
  • [BÔUNS] Como incentivar seus colaboradores e dicas para engaja-los 

 

O que é um programa de ideias

O conceito de um Programa de Ideias não tem uma origem precisa. Seja uma caixa de sugestões no castelo Edo em 1721 ou seja na Kodak de 1898, o motivador é o mesmo: gerar inovação. Após a Segunda Guerra Mundial, formas de geração de ideias começam a se popularizar. Pouco a pouco, o número de ideias nas organizações começa a aumentar, trazendo novos desafios de gerenciamento.

No cenário atual do mercado, muitos são os termos utilizados para falar sobre Programa de Ideias. Empresas e especialistas utilizam termos como  Programa de Sugestões ou Programa de Intraempreendedorismo, por exemplo. No final, todos são semelhantes no que são e fazem: potencializam insights de colaboradores para gerarem oportunidades e resolverem problemas!

Essas e outras denominações mostram apenas a forma como a geração de ideias e a inovação são compreendidas. E ambas são fontes para um processo contínuo de desenvolvimento de diferenciais competitivos. Necessidades do mercado geram ideias que, por sua vez, direcionam ações de desenvolvimento, pesquisa e marketing que alcançam o próprio mercado.

Para exemplificar ainda mais o que é e como funciona um Programa de Ideias, nós convidamos o Luís Felipe Carvalho, especialista em inovação e Co-Founder na AEVO, que explica em vídeo todos os passos dessa estratégia inovadora que promete reformular a maneira da sua organização de pensar em inovação. Confira o vídeo:

Modelos de Programa de Ideias

Quando se fala de Programa de Ideias, existem duas abordagens principais que são base para metodologias até hoje. Essas abordagens são conhecidas como o modelo ocidental e o modelo oriental.

Como já vimos, o período pós Segunda Guerra Mundial foi importante para a adoção de Programas de Sugestões. No entanto, isso não significa que já não existiam sistemas de Programas de Sugestões em desenvolvimento.

MODELO OCIDENTAL DE PROGRAMA DE IDEIAS

O modelo ocidental, também chamado de abordagem tradicional ou norte-americana, é fortemente caracterizado por seu estímulo à geração de ideias.

Nesse caso, a busca por ideias inovadoras e geniais é estimulada por recompensas econômicas. A forma como a remuneração da recompensa é feita pode variar.

De acordo com a forma que o sistema é estabelecido, pode ser uma quantia já negociada. Ou, ainda, um percentual sobre os ganhos que a empresa terá ao implementar a ideia.

O processo do modelo ocidental parte da análise das ideias que são verificadas para que possam trazer benefícios para a empresa. Após essa análise, é realizada a aprovação e a autorização dessa ideia pela administração competente.

Nessa etapa, é importante a verificação de sua viabilidade técnica e econômica. Ou seja, são considerados os investimentos e os retornos que poderão ser gerados a partir dessa ideia.

A prioridade na seleção e geração de ideias está em seus benefícios. Nesse caso, a gestão de inovação deverá oferecer ferramentas que possam mensurar e elencar os principais benefícios.

A implementação das ideias selecionadas é realizada por um projeto de inovação com um planejamento já definido. Dessa forma, os recursos, as metas e os prazos já são definidos para que a ideia gere resultados.

Por conta dessa qualificação no sistema, a gestão do modelo ocidental é menos exigente. Isso ocorre, também, por conta da geração de ideias mais controlada e por deixar que os colaboradores tenham a iniciativa e sejam recompensados economicamente.

Com isso, os sistemas podem ser implementados mesmo sem a necessidade de uma vinculação com o modelo de gestão da empresa.

MODELO ORIENTAL DE PROGRAMA DE ideias

O modelo oriental, ou a abordagem japonesa, tem como sua principal característica a contribuição voluntária de todos os colaboradores.

Diferentemente do modelo ocidental e de seus estímulos financeiros, as recompensas são simbólicas e com o objetivo de reforçar e otimizar o processo interno.

Por não priorizar apenas ideias que geram resultados, o modelo oriental pode gerar maiores resultados econômicos.

Isso porque o principal objetivo do modelo oriental tem sua base na filosofia kaizen teian (do japonês, kaizen = melhoria contínua e teian = proposta/sugestão). Com a participação de todos os funcionários, o modelo oriental busca um clima favorável para a solução de problemas rotineiros. Na filosofia do kaizen, quanto maior a participação de todos, maior será a acumulação de conhecimentos.

A sugestão é o ponto de partida para colocar o kaizen em prática por meio das atividades que serão exercidas pelo grupo. O processo dessa abordagem exige que haja um controle de qualidade que possa colocar a filosofia do kaizen em prática.

Acima disso, é preciso que haja um incentivo à participação e colaboração entre os funcionários. A inovação contínua no modelo oriental, sob a filosofia do kaizen teian, anda de mãos dadas com a melhoria do ambiente interno.

O PROGRAMA DE IDEIAS IDEAL

O modelo ideal do Programa de Ideias para cada empresa não é uma resposta exata. Por isso, é preciso que haja uma análise da cultura interna da organização pelos responsáveis pelo programa. Dessa forma, é possível descobrir qual abordagem está mais alinhada com seu modelo de negócio e organização.

Para que a geração de ideias seja eficiente, é importante atentar aos seguintes aspectos do Programa de Ideias:

  • Objetivo do Programa:é preciso que o objetivo do Programa de Ideias (modelo ocidental e oriental) esteja alinhado à estratégia da empresa.
  • Recompensas:as recompensas – financeiras ou simbólicas – são importantes para que o engajamento pessoal tenha sucesso. É preciso que as técnicas utilizadas para engajamento, como conquistas e prêmios, estejam de acordo com as expectativas dos colaboradores.
  • Participantes:é importante saber se o Programa de Ideias gera maiores resultados de acordo com o número e a qualificação dos participantes. Modelos ocidentais tendem a restringir as ideias e, por consequência, as pessoas mais capacitadas em seu sistema. Já modelos orientais buscam o maior número possível de colaboradores, independentemente do cargo e de sua qualificação.
  • Fluxo de Aprovação:é necessário que o sistema possa ter a aprovação de sugestões de acordo com a realidade da empresa. Alguns modelos, como os ocidentais, exigem a aprovação de altos escalões da empresa. Modelos orientais, por sua vez, permitem que gerentes e pequenos gestores dentro da organização tenham autonomia para aprovar e implementar as ideias geradas.

É importante que as regras do programa sejam estruturadas de acordo com o que poderá gerar melhores resultados para a empresa. 

8 BENEFÍCIOS DO PROGRAMA DE IDEIAS

Agora que você já sabe o que é um programa de ideias e como ele funciona, vamos apresentar alguns dos benefícios de ter esse projeto na sua empresa.

O PERTENCIMENTO DO COLABORADOR

O colaborador precisa ter paixão pelo que faz e pela empresa. Vestir a camisa vai muito além de ser bem remunerado ou status. A sensação de posse, e de saber que pertence àquele local e ao trabalho que faz é muito mais recompensador e gera uma motivação muito mais satisfatória.

MAIS PRODUTOS E SOLUÇÕES PARA O CONSUMIDOR

Como pensar na melhor forma de criar mais produtos e solucionar problemas? Use sua criatividade na hora de estabelecer o contato com o cliente. Dentro de seu negócio, há a possibilidade flexibilizar ideias. Teste até encontrar o que se melhor adapta a linguagem de sua empresa.

MAIOR PARTICIPAÇÃO

Para aumentar a participação e engajamento de funcionários tem que ser mantida uma cultura organizacional e de inovação. A cultura é nada mais nada menos que os valores acumulados numa empresa, e quando ganha sua força, funcionários seguem seus preceitos. É também trazer a diferença para a empresa com novidades, ideias diferentes e se tem estímulo para realizar invenções e inovações em processos.

MELHORIA DE PROCESSOS INTERNOS

Ter a inovação como ferramenta é o diferencial para quem deseja sair na frente no mundo empresarial. Essa forma de gestão traz uma organização eficaz a longo prazo e se torna uma carta na manga nos momentos em que se faz necessária a sua utilização.

O BEM ESTAR DO COLABORADOR

Trabalhar em um ambiente sobrecarregado não estimula ninguém a ter ideias. Estar em um ambiente descontraído, colorido e divertido faz com que colaboradores se sintam motivados a trabalhar.

Estabelecer um bom convívio e boas normas dentro da empresa melhora o desempenho pessoal e produtivo de cada um ali presente. 

OTIMIZAÇÃO DO USO DE RECURSOS

Mudanças dentro do trabalho são benéficas para operações e resultados finais. Esses processos são aplicados quando a forma de gestão é bem estruturada e organizada para a redução de serviços inúteis.

CONQUISTE A DIFERENCIAÇÃO E PIONEIRISMO NO MERCADO

Para uma empresa se destacar, ela tem que ser diferente. Mostrando qualidades únicas e jogadas criativas, a empresa pode sair na frente na disputa com a concorrência. Em parceria com organização de marketing, crie uma história, uma logo memorável, promoções que só sua empresa pode oferecer, cartões fidelidade, enfim… o que quer que seja para que seu negócio ganhe destaque.

AGREGUE VALOR À MARCA E AO PRODUTO

A inovação agrega mais valor à marca. Se de alguma maneira a empresa procura trazer um diferencial na experiência do consumidor, ela automaticamente ganha seu destaque e já é logo associada à determinado acontecimento, sendo referência para outras indústrias. Há uma melhoria notória de reputação e status.

POR QUE INVESTIR EM UM PROGRAMA DE IDEIAS DE INOVAÇÃO

80% do potencial de melhoria de uma organização está nas ideias de linha de frente. Por Alan Robinson e Dean Schroeder no livro Organização Guiada Por Ideias.

O benefício principal proposto pelo programa de ideias é o aproveitamento do potencial que normalmente é dispensado pelas organizações. Potencial encontrado naquele que lida diariamente com os produtos e serviços, a linha de frente.

Aderir um programa de ideias é uma forma de pensar e lidar com os problemas e processos organizacionais. É se preocupar com o futuro que está sempre batendo na porta. É reconhecer que boas ideias podem se encontrar em cada participante, basta saber como engajá-lo. O software de ideias entra para estimular a capacidade criativa e a participação de cada colaborador.

MOTIVO PARA INVESTIR EM INOVAÇÃO

Inovar é uma necessidade urgente por que o mercado não espera você, ele simplesmente corre, a demanda é variada e constante. Você é obrigado a seguir e se adequar. Inovação deve se acoplar aos hábitos da empresa e suas ações. 

Alguns benefícios proporcionados por um Programa de Ideias bem estruturado e adicionado ao seu Planejamento de Recursos Humanos são:

CAMPANHAS FOCADAS

O programa de ideias tem como uma das ferramentas a criação de metas. Com os objetivos exposto e nítidos é possível ter sua equipe completamente focada em campanhas de diversas naturezas. Por exemplo: Com acelerar tal processo? Como agregar mais valor a tal produto/serviço? Tornando preciso os objetivos e a identificação dos problemas na empresa.

CAPTURE IDEIAS DE FORMA PERSONALIZADA (PARA ATENDER TODOS OS PÚBLICOS)

AEVO Innovate atinge todas as camadas da empresa. Independente da estrutura. Tanto os que passam a maior parte do tempo em escritório como quem trabalha em contato com o público e processos. Por ser uma plataforma digital é possível acessar tanto do computador como do celular, democratizando o compartilhamento de ideias.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PERSONALIZÁVEIS

Possui diversos métodos de avaliar uma ideia sugerida e sistema de ranqueamento. Através da nossa plataforma de gestão de ideias você pode fazer alterações, reprovar e acompanhar todo o processo de implementação de sugestões.

PROCESSOS DE FLUXO DE TRABALHO

Gerencia todo desempenho e funcionalidade da equipe, facilitando o controle dos processos. A plataforma possibilita a criação de critérios de avaliação específicos com base na atuação dos colaboradores em prol da organização cultural da empresa.

COLABORAÇÃO E COMPARTILHAMENTO DA IDEIA

O colaborador se sente parte do projeto e cada vez mais disposto a sugerir. A AEVO possui em sua plataforma, uma timeline onde todos os participantes podem acompanhar as ideias propostas e assim curtir e comentar para colaborar no desenvolvimento das ideias.

COMO O PROGRAMA DE IDEIAS IMPACTA NA INOVAÇÃO?

Ser inovador não é um benefício exclusivo de quem produz. Quando se há produtividade a nível empresarial, quem gera ideias normalmente visa beneficiar a empresa como um todo. Existe um impacto quando colaboradores sabem identificar  a resolução de um problema. É muito importante que haja um andamento correto do programa de ideias.

A TI cresceu muito nas empresas e hoje atua em diversas áreas ajudando em todo processo de gestão. Ela auxilia no impacto gerado por estratégia de marketing, desenvolvimento de produtos e acompanhamento do que está por vir. 

O programa de ideias também fornece benefícios como a integração dos funcionários as dinâmicas e operações da empresa. Equipes aumentam sua produtividade e, consequentemente, são estimuladas a vestirem a camisa da empresa.  Com o conhecimento das propostas aumentam sua participação e colaboração em reuniões.

A possibilidade de interação com o público-alvo é outro fator crítico para o sucesso. Para isso é preciso pensar em maneiras de como estimular a participação e a atenção dos clientes às necessidades dentro da empresa. 

Leia mais: Veja 6 sinais que você precisa de um software de gestão. 

COMO ESTRUTURAR SEU PROGRAMA DE IDEIAS

Para que a empresa tenha um Programa de Ideias que gere resultados e contribua efetivamente com a inovação, existem obstáculos. O maior deles geralmente está em gerenciar o Programa de Ideias em si. Nem toda gestão está preparada para lidar com a geração de ideias de uma forma organizada e efetiva.

Com as soluções da plataforma AEVO Innovate, é possível implantar e gerenciar todos os diferentes modelos de Programa de Ideias. Em primeiro lugar, a empresa tem à disposição uma plataforma responsiva. Ou seja, toda a organização pode contar com uma interface completa e de fácil utilização para colocar seu Programa de Ideias em prática.

Além disso, a customização da plataforma AEVO Innovate permite que sua estratégia de inovação possa estar alinhada com seu negócio. A solução permite uma rápida análise, aprovação e implantação de ideias, e de diferentes modelos de Programa de Sugestões.

Você tem interesse em potencializar ideias e aumentar o engajamento de seus colaboradores? Conheça as funcionalidades da AEVO Innovate e saiba como ampliar seus resultados!

Confira também: COVID-19: PLANILHAS PARA IMPLANTAR UM PROGRAMA DE IDEIAS

Canvas do intraempreendedorismo

O Canvas do Intraempreendedorismo é uma metodologia desenvolvida por nós inspirada nas experiências de nossos parceiros, apoiada por inteligência das principais consultorias de gestão da inovação do mundo e reúne boas práticas que te ajudarão a poupar tempo e dinheiro, além de possibilitar uma visão macro do seu Programa de Intraempreendedorismo.

Nós convidamos nosso especialista em inovação, Luís Felipe Carvalho, para explicar todos os detalhes da nossa metodologia de alta performance para Programas de Intraempreendedorismo. Tudo para te poupar tempo e garantir maior assertividade na hora de estruturar seu Programa de Ideias.

Agora é hora de colocar a estratégia em prática! Tudo o que você irá precisar serão notas adesivas de cores diferentes, o Canvas impresso (indicamos o formato A1) e para obter o máximo de desempenho no seu planejamento, reúna uma equipe multidisciplinar interessada nas iniciativas de inovação da sua empresa.

OS TRÊS PILARES DO CANVAS DO INTRAEMPREENDEDORISMO

Agora que você já baixou o Canvas do Intraempreendedorismo, você percebeu que ele está dividido em três grandes pilares: Estratégia; Engajamento e Mudança; e Capacidade de Execução. Cada um destes pilares está dividido em etapas que explicaremos detalhadamente a seguir!

1° PILAR: ESTRATÉGIA

No pilar estratégia o objetivo principal é responder a seguinte pergunta: “Como vamos gerar valor para o nosso negócio? ” Os insights criados aqui servirão de base para consolidarmos nossos objetivos frente ao Programa de Inovação.

Nós dividimos esse pilar em duas etapas: Métricas de Sucesso e Desafios.

 

MÉTRICAS DE SUCESSO

Qual é o grande objetivo do nosso Programa de Ideias? Nessa fase nós definimos o que fará o programa ser um sucesso para o seu negócio, ou seja, precisamos formular quais indicadores utilizaremos e quais são as metas do nosso Programa.

Estar com os indicadores previamente alinhados possibilita um processo de inovação muito mais enxuto e nivelado diretamente com os objetivos da estratégia do seu negócio.

Há empresas que possuem como objetivo obter retorno financeiro, sendo o ROI o indicador mais importante e outras já veem o número de ideias implantadas como seu principal KPI. E a sua organização, quais métricas precisam ser mensuradas?

 

DESAFIOS

Nessa etapa nós fazemos um levantamento de problemas e limitações que a organização possui ou as oportunidades que o negócio pode explorar.

2º PILAR: ENGAJAMENTO E MUDANÇA

programa-de-ideias-case

O Programa de Inovação por si só não será suficiente para mudar o comportamento tradicional da minha equipe, ou seja, é preciso desenvolver uma Cultura de Inovação na empresa que possibilite despertar ou desenvolver nas pessoas um espírito intraempreendedor.

 A McKinsey & Company, Consultoria mundialmente famosa por desenvolver as melhores pesquisas e metodologias no ramo de consultoria empresarial, criou as Alavancas do Mudança, inteligência que agregamos ao Canvas do Intraempreendedorismo.

As Alavancas de Mudança estão divididas em quatro quadrantes, cada um representando uma condição essencial para obtermos sucesso nas quatro subetapas desse pilar: Conscientização, Processos de Reforço, Modelos de Conduta e Geração de Competências.

 

CONSCIENTIZAÇÃO

A questão é definir como as pessoas vão descobrir o Programa, seja através de eventos, campanhas de e-mail, cartazes ou adesivos. A ideia é comunicar de várias formas e que a comunicação esteja alinhada com a realidade de todos os colaboradores da organização.

Como será minha estratégia de comunicação? Uma campanha de e-mail será acessível aos meus colaboradores de frente de fábrica? Cartazes serão visíveis para todos os setores da minha empresa?

Eu preciso me colocar no lugar do colaborador. Ou seja, eu preciso entender o que é pedido de mim e ser coerente com os meus objetivos pessoais.

Liste nesse campo ações para conscientizar as pessoas da importância dessa grande estratégia para toda a organização.

 

PROCESSOS DE REFORÇO

Como é a estrutura formal da minha empresa? Será que o modelo organizacional pode ser adaptado para melhor atender as necessidades de inovação da minha organização para que as pessoas entendam que o Programa de Inovação é relevante?

Nessa etapa vale alinhar as metas pessoais de cada colaborador com o Programa de Ideias, além de pensar em reconhecimento das pessoas, ou seja, premiações que incentivem os colaboradores a assumir um papel mais protagonista no Programa de Ideias.

A ideia é sugerir quais ações podem ser tomadas para transmitir que aos colaboradores que a empresa está realmente se moldando para investir em novas iniciativas de inovação.

 

CRIAÇÃO DE COMPETÊNCIAS

Novamente precisamos nos colocar no lugar das pessoas. Será que os colaboradores possuem competências para estar à frente dos processos de inovação? É preciso expô-las a treinamentos, nivelar conceitos de inovação e aproximar o contato com tecnologias que estimulem as iniciativas de inovação.

 O objetivo aqui é listar quais iniciativas a organização pode investir para criar novas competências para os colaboradores participantes do Programa.

 

MODELOS DE CONDUTA

Um bom exemplo é contagiante! As pessoas geralmente mudam quando percebem que os seus líderes, gestores e colegas de trabalho estão mudando. Ou seja, o engajamento precisa acontecer de cima para baixo.

O objetivo é listar ideias para motivar a liderança a estimular os colaboradores a abraçar o Programa de Ideias.

3° PILAR: CAPACIDADE DE EXECUÇÃO

Essa é uma parte muito importante, pois a implantação de ideias é essencial para motivar e garantir a continuidade do Programa de Inovação na sua organização. Quando as pessoas percebem que as ideias não vão para frente, são aprovadas, mas não implantadas, elas começam a perder o interesse na iniciativa.

Nós segmentamos esse pilar em dois caminhos separando os conceitos de Ideia Simples e Ideia Complexa que auxiliam o Comitê ou a Área de Inovação na priorização e execução das mais relevantes para garantir a evolução do Programa como um todo.

Defina com a sua equipe o que são ideias simples e o que são ideias complexas. Isso facilitará a seleção das melhores ideias.

 

IDEIAS SIMPLES

O que são ideias simples para a sua equipe? Aqui nossa principal preocupação é tirar do papel o máximo de ideias possível. Definindo muito bem o que são Ideias Simples fica muito mais fácil descentralizar o processo de aprovação de ideias, dando autonomia para o Comitê ou Área de Inovação, simplificando a provação de ideias e impulsionando a obtenção de resultados do Programa (aqueles definidos pela sua equipe em Métricas de Sucesso).

Além disso, implantar muitas ideias dará um gás ao seu Programa de Inovação, mostrando para todos os colaboradores a seriedade desse processo inovador, estimulando mais colaboradores participarem do Programa, enviar ideias e transformar os idealizadores do Programa em verdadeiros Embaixadores da Inovação.

 

IDEIAS COMPLEXAS

O que são para a sua organização, ideias complexas? É necessário pensar em um fluxo de aprovação específico para esse tipo de ideia, pois ideias complexas normalmente precisam de recursos financeiros e mão-de-obra dedicada para sua execução, podendo até se tornar projetos mais extensos que prolongam o horizonte de implantação.

Executar ideias complexas está atrelada a recursos financeiros e por serem recursos limitados, precisa haver uma preocupação de como priorizar e implantar as melhores ideias.

Além disso, talvez seja necessário pensar em definir um orçamento que possibilite a aplicação dessas ideias, a organização prévia desse orçamento garante que mesmo ideias complexas possam ser colocadas em execução em menor tempo possível.

 Com esse planejamento nós conseguimos “fechar” muito bem esse ciclo, tirando as ideias do papel e gerando valor para o nosso negócio.

 

3 DICAS PARA IMPLEMENTAR SEU PROGRAMA DE IDEIAS

Não tem jeito, para se diferenciar da concorrência é preciso inovar. E para inovar de maneira eficaz é indispensável implementar um Programa de Ideias. Existem diversas estratégias que se pode adotar para que a inovação se torne parte do dia a dia da empresa. Um exemplo é incentivar a colaboração de todos nas mais variadas tarefas. Por isso, separamos 3 dicas para facilitar esse processo. 

CONHEÇA O FUNIL DE INOVAÇÃO

Para implementar o programa de ideias é fundamental conhecer o funil da inovação. Ele é basicamente uma série de etapas que se deve seguir composto pelas seguintes etapas:

  1. Alinhamento: com base na sua estratégia, a empresa analisa e identifica quais temas devem direcionar a criação de ideias inovadoras.
  2. Ideias no ar: os colaboradores são incentivados a criarem ideias inovadoras para solucionar os desafios da empresa.
  3. Conceituação: as ideias são avaliadas e melhoradas para se tornarem viáveis para implantação.
  4. Ir ou não ir em frente: hora de definir quais ideias são mais viáveis e se merecem ir pra frente..
  5. Implantação: momento que a ideia ganha forma.

Vale lembrar que esse funil por variar de empresa para empresa, pois cada uma tem sua característica própria. Use o funil da inovação para lapidar cada etapa do processo de implantação do programa de ideias.

DÊ RECONHECIMENTO AOS COLABORADORES DO PROGRAMA DE IDEIAS

Como já visto, para que o programa de ideias funcione de maneira correta, é preciso da participação de todos. O engajamento é fundamental para que as ideias inovadoras surjam. Por isso, é essencial que todos os colaboradores sintam que existe o reconhecimento da ação de cada. 

Uma maneira simples e viável de mostrar o reconhecimento é criar um quadro dos mais inovadores do mês. Além de oferecer prêmios e bônus, o que trará uma competitividade saudável para o ambiente. 

Existem empresas que vão além. Elas dão parte do ganho financeiro obtidos com a inovação proposta pelo funcionário. 

TENHA UM SOFTWARE PARA GESTÃO DO PROGRAMA DE IDEIAS

Quanto mais forma ganha a cultura da inovação na empresa, mais importante é a existência de um software de gestão de inovação. Só com esse software você consegue mensurar e avaliar com exatidão se o programa está sendo viável ou não. 

Com o AEVO Innovate, você consegue ter um maior controle nos projetos. Facilitando assim sua gestão e permitindo trazer mais inovação para a empresa. Com ela você tem diversas funcionalidades para facilitar ainda mais o seu programa de ideias: 

  1. Lançamento de Desafios ou Campanhas de Inovação;
  2. Envio de ideias pelos colaboradores;
  3. Colaboração nas ideias de outros por comentários e “curtidas”;
  4. Parecer técnico de especialistas;
  5. Priorização de ideias e aprovação do Comitê de Inovação;
  6. Controle da implementação das inovações;
  7. Monitoramento do retorno financeiro ou ROI das inovações;
  8. Recompensas financeiras para os colaboradores mais inovadores;
  9. Sistema de pontuação e resgate de prêmios;
  10. Indicadores e KPI’s das inovações para acompanhamento dos seus resultados.

CONHEÇA ALGUNS DOS NOSSOS CASES:

SCHOLLE IPN

A princípio buscavam um meio de tornar as embalagens antigas de aspecto firme, para embalagens flexíveis. Logo o termo inovação começou a transpassar pelos ouvidos da empresa e se tornar parte do vocabulário deles.

Tiveram críticas quanto ao perfil não inovador da organização, o que os moveu a tentar um modelo de programa de sugestões, mas não tiveram sucesso pelo método utilizado. Entrando aí a AEVO e se encaixando no que a empresa buscava. Assim se iniciou a busca por ideias novas sem se preocupar com o fator hierarquia, permitindo cada setor se auto avaliar e sugerir melhorias com a facilidade proporcionada pela plataforma.

Foi criado um comitê para analisar as ideias, onde trouxeram os competentes de cada setor para participar. O que trouxe um senso de importância para os colaboradores. Entre uma das ideias coletadas foi no processo de troca de teflon. Conseguiriam agilizar uma etapa que durava entre 15 a 20 minutos, para 30 segundos. Basicamente através da ideia de um funcionário que lida direto com a situação.

Gostou desse case? Clique no banner abaixo e confira o vídeo case completo da Scholle IPN:

AVIVA

O primeiro contato da Aviva com nossa plataforma veio em um momento próspero da empresa. Cresciam, porém a cultura organizacional não era definida. Como já dito no guia completo de brainstorm: O programa de inovação não necessariamente surge de um problema.

A Aviva usou a plataforma para buscar ideias de implementação na experiência de seus hóspedes, hoje proporcionam momentos memoráveis e, assim, vão continuar na implementação contínua com funcionários ainda mais engajados.

Uma das ideias que tiveram origem do setor de estoque, em 2017. Eles tinham várias canecas paradas no estoque e precisavam dar uma finalidade. A ideia adotada foi de dispor as canecas para as crianças pintarem na área de lazer do parque e futuramente ser feita a venda das mesmas.

O sistema de ranqueamento da AEVO estava estimulando competitividade entre os funcionários. No dia em que a ideia foi apresentada aos colaboradores mais de 150 já se registraram. Com mais de 16 mil ideias coletadas com o programa, o resultado financeiro foi para mais de 55 milhões. 

Veja mais sobre o case da Aviva clicando no banner abaixo:

AERIS

Por ser uma empresa voltada para energia de fontes renováveis, a essência dela já traz consigo a inovação. Contudo conseguiram atingir resultados ainda melhores! Decidiram tornar a linha de frente como protagonista do projeto.

Para isto, após adotar nosso programa de ideias. Fizeram diversas cartilhas e distribuíram pelos funcionários. Nela havia um guia sobre como utilizar a ferramenta.

Tiveram diversas ideias auxiliando o corte de gastos, economia de bens de consumo, tudo partindo da linha de frente. Uma das ideias que auxiliaram nisso foi a aplicação de uma válvula em uma máquina de produção que tornou possível economizar 700 mil reais por ano.

Em 15 dias fazendo o uso da plataforma, tiveram a quantidade de ideias que costumavam ter em 1 ano e mais. Veja o vídeo completo clicando no banner abaixo:

BÔNUS: COMO ENGAJAR E INCENTIVAR COLABORADORES NO SEU PROGRAMA DE IDEIAS

Engajar colaboradores é criar a valorização do objetivo. Como gestor, deve passar a grandeza das próprias ideias. 

“O verdadeiro valor das coisas é o esforço e o problema de as adquirir.”  Do economista Adam Smith.

Não só para tornar o dia a dia de trabalho feliz, mas para torná-lo produtivo. Estar feliz com o emprego não significa produtividade. É possível que seja apenas conforto, e um funcionário confortável é, muitas vezes, imóvel, sem altos índices de colaboração.

Pessoas fazem parte de um dos pilares menos constantes da empresa. Na maior parte do mercado, o fluxo de funcionários costuma ser sempre movimentado. Isso devido a ausência de engajamento por parte dos gestores. 

Ter funcionários satisfeitos, que reproduzem uma cota de trabalho diário, não mais significa uma boa equipe. Uma equipe “estável” é aquela que visa todo o processo da empresa, seja produtivo ou financeiro. São colaboradores presentes e prestativos, que fazem mais do que se pede.

COMO DESPERTAR O ENGAJAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS PARA UM PROGRAMA DE IDEIAS?

No sistema atual de trabalho, o colaborador quer além de boas recompensas pelo que se produz. É buscado com muito mais intensidade, companhias de boa liderança, que tem em sua cultura organizacional, a valorização das pessoas.

Para engajar, é claro, necessita de meios para medir o nível de engajamento dos colaboradores, para assim determinar como se trabalhar com cada um, atendendo suas respectivas capacidades.

Uma empresa que se aproxima da sua linha de frente cria instantaneamente um vínculo, onde trabalhar o engajamento e a motivação se torna mais simples. Mantenha um ambiente acolhedor, preocupado com os interesses gerais independente dos valores hierárquicos. Aqui vão algumas sugestões práticas:

 

1 – COMUNICAÇÃO

Existem muitos meios tecnológicos eficientes para manter uma boa comunicação. É um pilar de muita importância. Tratando-se de uma boa gestão, toda comunicação deve ser realizada de maneira cautelosa, já que a mesma abordagem não serve pra todos colaboradores. Identifique a particularidade de cada um, e entenda como trabalhar.

Confira: Endomarketing em programa de ideias

 

2 – PERSPECTIVA DE CRESCIMENTO

O perfil atual de uma empresa inovadora vem da colaboração. As projeções de futuro se tornam constantes, já que a inovação faz isso, abre as portas para possibilidades futuras. Confira os resultados, crie meios de desenvolver bons funcionários, cultive a perspectiva de longo prazo em cada colaborador.

 

3 – GAMIFICATION E RECOMPENSAS

Entre os métodos de implantar uma meta, o gamification é uma delas. Criar um ambiente onde a melhora é possível, onde os resultados podem ser obtidos de forma descontraída, tem um grande efeito na produtividade de uma equipe.

O fato de existir um sistema de recompensa, muda a relação do colaborador com o projeto em si. Deixando a relação mais leve, tornando a cobrança muito mais individual.

 

4 – INTRAEMPREENDEDORISMO E PERTENCIMENTO

Criar e dissipar cultura não é algo simples. A cultura organizacional de uma empresa pode ser facilmente guiada pelo canvas do intraempreendedorismo da AEVO, que serve de estratégia para guiar todos os processos de criação e desenvolvimento de ideia.

Além de cultivar naturalmente no colaborador uma noção de pertencimento. Através desse método, visamos alcançar o problema de todos os setores. O intraempreendedorismo vem para poupar tempo e dinheiro.

 

5 – DISPONIBILIDADE DOS GESTORES

Além de prestar a disponibilidade de ouvir sugestões, não prive elas. Permita que qualquer motivo seja o bastante para chegar até você. Queira estar ciente de tudo que se passa com a linha de frente. Esteja presente e o crescimento será consequente.

 

6 – FEEDBACK CERTO DO JEITO CERTO

Compreenda que cada pessoa possui uma maneira particular de lidar. Identifique os focos principais da personalidade de cada colaborador. Saiba quando dar um feedback, selecione as palavras e controle bem o tom de voz. Um feedback passado da forma errada pode ter consequências drásticas e explosivas.

CONCLUSÃO

Ufa, chegamos ao final! Viu que não é lá um bicho de sete cabeças?

Se você chegou até aqui, acredito que já tenha o necessário para dar o pontapé inicial no gerenciamento do seu Programa de Ideias.

Mas, se você perceber que isso ainda não é suficiente, ou de repente você quer envolver um número maior de pessoas, incluir todas as ideias em apenas um banco ou deixar o seu Programa de Ideias um pouco mais transparente e eficaz, clique aqui para conversar com um dos nossos especialistas. 

Confira também:

Desenvolvido por: