Prova de conceito (PoC): o que é e como fazer?

Prova de conceito (PoC) é um teste ou demonstração que serve para definir a viabilidade das soluções que a sua empresa pretende implementar. Uma PoC pode assumir várias formas, mas normalmente envolve a construção de um protótipo ou produto mínimo viável (MVP), que vai ter sua aderência mercadológica verificada no processo.

Prova de conceito é um teste ou demonstração que serve para definir a viabilidade das soluções que a sua empresa pretende implementar.

Tudo é feito em um ambiente controlado e em baixa escala, antes de você decidir fazer um investimento mais alto nas suas ideias e levá-las “prontas” para o grande público, sem um feedback consistente.

Esse é o tipo de prática inerente à nova economia que todo empreendedor deve conhecer para maximizar seus acertos e, assim, aumentar as chances de sucesso nas suas iniciativas.

Devemos concordar que toda nova ideia traz algum risco, certo? Portanto, nada mais importante que colocá-las a prova para, assim, evitar muitos desperdícios.

Ao investir alto em algo já validado, você consegue posicionar seus produtos com mais confiança no mercado.

Para isso, entenda melhor o que é a prova de conceito, sua importância e como fazer dela uma aliada no desenvolvimento das suas iniciativas inovadoras.

O que é prova de conceito?

A prova de conceito (PoC) é uma abordagem estratégica que ajuda a empresa a perceber se é comercialmente viável transformar uma ideia em realidade.

Uma PoC pode assumir várias formas, mas normalmente envolve a construção de um protótipo ou Produto Mínimo Viável (MVP), que vai ter sua aderência mercadológica verificada no processo.

Essa prática é usada para avaliar soluções nas mais diversas áreas, como:

  • Tecnologia da informação
  • Engenharia
  • Medicina
  • Marketing
  • Negócios e Inovação em geral.

Mas seja qual for o segmento, o objetivo de uma prova de conceito é verificar se uma ideia ou tecnologia pode alcançar o resultado desejado, especialmente quando se trata de um conceito disruptivo.

Embora as maiores empresas também contem com a PoC como parte fundamental de seus projetos inovadores, essa prática é utilizada com mais frequência em empresas pequenas ou startups.

Isso não é surpresa, já que esses empreendimentos fazem parte de um ecossistema onde borbulham ideias para solucionar problemas, mas nem sempre contam com pessoas, equipamentos ou capital para desenvolver um grande projeto.

Todas essas ideias, portanto, precisam ser testadas antes de receber mais recursos.

Por que fazer uma prova de conceito?

Após passar pelos testes da PoC, são muitas as soluções que não vão adiante e acabam descartadas, ou modificadas. Isso pode até parecer uma notícia ruim, mas não é.

Na verdade, essas eliminações revelam que uma empresa evitou investimentos que apenas causariam prejuízos ao seu orçamento.

Assim, já dá para concluir que realizar a PoC é a melhor decisão possível.

Ela evita o risco de ter uma ideia, desenvolver e imediatamente dar a cartada final para implementá-la, sem nenhuma garantia.

As chances de jogar recursos significativos fora seriam muito maiores desse jeito, pois o grau de receptividade do produto seria um mistério.

Abordando dados, a estimativa de novos produtos que fracassaram estão entre 50% e 95% nos Estados Unidos e em 90% na Europa – um número assustadoramente alto.

Ignorar a validação de ideias é ruim não só para esses negócios, mas para o consumidor também, que não vai ter suas demandas atendidas como era esperado.

Dessa forma, uma prova de conceito deve ser usada porque demonstra, em um estágio inicial, se algo funcionará como pretendido, permitindo explorar o potencial financeiro do projeto e provar se ele vai encontrar um público interessado na solução que oferece.

Em outras palavras: a PoC prova se o produto tem chances de fazer sucesso no mercado.

Exemplo de PoC nas empresas

Exemplo de Prova de Conceito - Smart watch

De tempos em tempos, testemunhamos grandes companhias lançando produtos que conquistam o mercado, mas o que conhecemos é só a ponta bem-sucedida do iceberg.

As empresas estão cheias de ideias revolucionárias, que não passam na peneira da PoC, pois não provam que conseguem ser transformadas em um produto comercializável.

Já imaginou se todas essas ideias recebessem um investimento massivo sem um teste que comprovasse a sua viabilidade antes?

Certamente, essas grandes empresas teriam muitos problemas e não seriam um exemplo de sucesso.

A Apple, por exemplo, realizou muitas tentativas para chegar a um produto inovador como o iPhone. E ela faz isso com todos os seus lançamentos.

É o caso do Apple Watch, uma necessidade de longa data dos usuários que foi validade e, em 2023, chegou ao estágio da prova de conceito.

Nesse processo de testes e mais testes, os projetos, especialmente os mais inovadores, vão sendo otimizados, enquanto a empresa se poupa de arriscar muito tempo e dinheiro neles.

Como funciona uma prova de conceito?

Em geral, uma PoC é realizada em um ambiente controlado e com público limitado.

Os recursos e prazos também são bem definidos, e dentro dessas circunstâncias vai ser possível identificar os desafios técnicos, financeiros ou comerciais envolvidos em um projeto.

Geralmente, a empresa segue um roteiro de testes cujos objetivos são responder a perguntas importantes sobre a viabilidade da ideia e coletar feedback de clientes em potencial.

A organização também pode solicitar feedback interno sobre um produto ou serviço de alta qualidade, minimizando o risco desnecessário. Com base nos resultados obtidos nas análises é possível decidir se o projeto deve ser continuado ou abandonado.

No desenvolvimento de software, por exemplo, um prova de conceito mostraria se uma ideia é viável do ponto de vista tecnológico. Para a startup, ou seja, do ponto de vista do negócio, a PoC demonstraria a viabilidade financeira.

Se você tem uma ideia para um software, pode criar uma versão mais básica da ferramenta e disponibilizá-la a um pequeno grupo de usuários para ver se eles acham útil e, mais que isso, se estão dispostos a comprar.

Caso o programa tenha uma boa recepção nesse grupo inicial, você pode seguir com o desenvolvimento para uma versão mais completa. Se não, pode economizar muito tempo e dinheiro ao descartar ou modificar a ideia.

A importância da prova de conceito

A prova de conceito é muito importante e as empresas devem sempre implementá-la antes de investir tempo, esforço e recursos para levar um projeto adiante.

Essa prática ajuda, por exemplo, a identificar possíveis problemas e gargalos no desenvolvimento de um projeto, permitindo que a equipe faça ajustes e melhorias para aumentar a eficiência do produto final.

Ou seja, tais empecilhos têm a chance de serem corrigidos antes que se tornem obstáculos mais desafiadores e levem todo o trabalho e investimento por água abaixo.

Realizando testes, as empresas também conseguem determinar se as suas iniciativas realmente irão gerar valor para o negócio.

Isso é especialmente importante em um mercado que está em constante mudança, onde as organizações precisam estar atentas a oportunidades para se adaptar e crescer.

Testar e avaliar uma ideia ou projeto por meio de uma prova de conceito é uma maneira de fazer com que as empresas se concentrem em iniciativas que gerem o melhor retorno sobre o investimento.

Há ainda o fato que, quando uma prova de conceito é bem-sucedida, ela pode ser usada para convencer os stakeholders, ou seja, as partes interessadas no projeto, como gerentes ou investidores, de que a ideia vale a pena.

Isso pode ajudar a obter financiamento adicional ou a aumentar o suporte para o projeto em questão.

Como fazer a prova de conceito?

Entenda as etapas da prova de conceito

Saber como fazer a prova de conceito é fundamental para que essa prática seja implementada adequadamente no desenvolvimento de seus projetos. Veja os requisitos que você precisa seguir ao realizar uma PoC na sua empresa:

Tenha clareza sobre o objetivo da prova de conceito

Antes de começar a prova de conceito, é importante saber o que você pretende alcançar. Assim, o objetivo geral da PoC deve ser claramente definido, juntamente com as metas e os resultados específicos a serem conquistados.

Se uma startup estiver desenvolvendo uma nova solução de software, por exemplo, o objetivo dela pode ser provar que a solução é escalável e pode lidar com grandes volumes de dados.

Explique todas as especificações a serem testadas

É necessário também fazer uma lista que especifique o que você deseja testar na prova de conceito.

Vários aspectos podem ser incluídos na testagem.

No exemplo de um software, poderiam ser: funcionalidades específicas que deseja avaliar, desempenho do sistema, escalabilidade, capacidade de integração com outros sistemas, segurança, entre outros.

Ao definir essas especificações com antecedência, você pode garantir que a prova de conceito seja bem direcionada ao objetivo que você determinou previamente.

Valide os prazos de desenvolvimento

Os prazos de desenvolvimento da prova de conceito devem ser validados com antecedência.

Assim, você garantirá que tem tempo suficiente para concluir a prova de conceito e mostrar os resultados obtidos.

Quando esse tempo falta, pode ser tentador tomar atalhos. No entanto, isso pode comprometer a qualidade da prova de conceito e levar a resultados imprecisos.

Explicite os recursos financeiros, os envolvidos e os esforços da equipe

Outro ponto fundamental a ser definido está relacionado aos recursos financeiros necessários, os membros da equipe envolvidos e o esforço necessário para realizar a prova de conceito.

Ou seja, é preciso explicitar o orçamento, estabelecer um cronograma e definir claramente os papéis e responsabilidades dos colaboradores.

Considere os riscos, as forças e fraquezas do projeto

Antes de começar a prova de conceito, é importante identificar possíveis obstáculos que venham a surgir no caminho e determinar como eles serão encarados.

Você também deve considerar os pontos fortes e fracos da ideia, para que possa identificar áreas que precisam de mais  desenvolvimento.

Aponte os resultados

Ao final da prova de conceito, é importante ter uma clara compreensão dos resultados.  Isso pode incluir um relatório completo que resume os resultados da prova de conceito e as recomendações para o próximo passo do projeto.

Prova de conceito aplicada à inovação

A prova de conceito é aplicada de forma ampla na inovação, afinal, esse é um contexto em que ideias novas estão sendo propostas a todo instante e existe uma sede por iniciativas que façam a diferença.

No decorrer do desenvolvimento de novos produtos em programas de inovação corporativa, por exemplo, as empresas podem (e devem) usar PoCs para testar ideias, conceitos e tecnologias inovadoras.

Fazendo isso, a empresa evita pôr em risco recursos valiosos na implementação em larga escala de algo que sequer tem validade atestada.

Antes de fazer o PoC, não é possível saber da eficácia do produto e se ele, comprovadamente, tem chances de ser absorvido pelo público alvo – que pode ser interno ou externo.

Por outro lado, a partir dos resultados das demonstrações dos protótipos, a organização vai ter em mãos informações importantes, com as quais estará munida de embasamento para tomar suas decisões e responder perguntas como:

  • Afinal, esse produto vale o investimento?
  • As chances de ter sucesso com essa ideia são confiáveis?

Além disso, a prova de conceito também pode ser usada em iniciativas de inovação aberta, onde as empresas trabalham em parceria com startups e outras organizações externas para desenvolver novos produtos ou soluções.

Nesses casos, as startups podem apresentar ideias e projetos para as empresas, que irão, então, usar PoCs para avaliar a viabilidade das propostas. Dessa forma, aplicar a prova de conceito à inovação é de extrema importância para a empresa.

Ela vai oferecer dados essenciais não só sobre as vantagens daquele produto inovador em questão, mas sobre os possíveis desafios técnicos, financeiros ou comerciais que estejam presentes ao longo do processo de desenvolvimento e implementação.

Conclusão

Uma ideia pode ter tudo para dar certo, mas enquanto ela não for testada, é apenas uma hipótese. Por isso, implementar a prova de conceito é fundamental no desenvolvimento de novos produtos.

Com essa prática, muitas incertezas que surgem com novas iniciativas são eliminadas, aumentando a segurança dos seus investimentos e garantindo que suas escolhas sejam as melhores possíveis.

Na sua gestão da inovação, incluir o PoC para validar as ideias selecionadas através de um Programa de Ideias como o da AEVO permite que as empresas obtenham insights valiosos sobre a viabilidade e o potencial de sucesso de um projeto.

Conheça também o nosso software de gestão da inovação, uma plataforma para impulsionar essas mudanças e conduzir o desenvolvimento dos seus projetos, da ideia aos resultados!

Livia Nonato

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), atua na área de marketing, content e SEO há quatro anos, tendo como principal foco a otimização para mecanismos de busca, gestão e crescimento dos canais de aquisição orgânico, performance e growth. Experiência e conhecimento em SEO para empresas B2B e produtos complexos. Atualmente, é analista de SEO na AEVO e aborda temáticas de inovação e tecnologia como redatora do blog AEVO.

Compartilhe o post

Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sidebar versão 2 para o copy AEVO One-Stop Shop de Inovação

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.