Intraempreendedorismo: as 6 soft skills essenciais

Capa

As soft skills são habilidades subjetivas, de difícil identificação e diretamente relacionadas à inteligência emocional das pessoas. 

Em tradução livre, o termo — soft skills —  significa: habilidades interpessoais. Essas habilidades (ou skills) podem ser compreendidas como competências pessoais, que indicam a forma como aquela pessoa lida com os problemas, como se relaciona e interage com os demais. 

Afinal, como isso se conecta com o intraempreendedorismo? 

Os profissionais intraempreendedores apresentam soft skills de pessoas motivadas, pró-ativas e orientadas para a ação, com habilidades de liderança e pensamento fora da caixa. Do mesmo modo, o profissional intraempreendedor é aquele que tem a ousadia de colocar suas ideias em práticas, gerando valor e soluções inovadoras para a organização. 

Logo, o foco deste artigo é te apresentar as soft skills essenciais para se tornar um bom profissional intraempreendedor e dar algumas dicas para desenvolvê-las!  

Mas, antes de nos aprofundarmos nesse assunto, confira uma prévia de tudo que você vai encontrar ao longo deste artigo: 

  • hard skills vs soft skills; 
  • A importância das soft skills para o intraempreendedorismo; 
  • soft skills essenciais para o profissional intraempreendedor; 
  • Como desenvolvê-las; 
  • Conclusão. 

 Hard skills  vs Soft skills 

hard skills vs soft skills

Por outro lado, se as soft skills dizem respeito às habilidades comportamentais, as hard skills correspondem às habilidades técnicas. 

As chamadas hard skills – são aquelas habilidades que, normalmente, entram no seu currículo e são aprendidas em cursos, faculdades, pós-graduações e outros empregos, e, além disso, são específicas para cada área.  

Assim, diferentemente das hard skills, as soft skills são interessantes para qualquer tipo de atuação profissional. Em suma, asoft skills são, geralmente, adquiridas por meio das experiências, pessoais e profissionais, vivenciadas ao longo da vida. 

É correto pensar que, na prática, ambas são fundamentais para o bom desempenho das atividades de um profissional intraempreendedor. Ou seja, quanto mais um profissional conseguir reunir desses dois grupos, melhor candidato e intraempreendedor ele será. A única novidade sobre isso é que antes se pensava que as soft skills eram características inatas de uma pessoa, e não um conjunto de habilidades que pudesse ser ensinado e estimulado. 

A importância das soft skills para o intraempreendedorismo

“À medida que as estruturas organizacionais evoluem e a globalização acelera, essas habilidades serão mais cruciais do que nunca”. 

 A citação acima é de Daniel Goleman, considerado o pai da Inteligência Emocional e autor do livro de mesmo nome. Segundo ele, as soft skills são baseadas na inteligência emocional, o que acaba diferenciando profissionais medianos dos excelentes — intraempreendedores. 

Assim, pode-se afirmar que, no mundo atual, onde as empresas de todos os portes e segmentos buscam constantemente por inovação e soluções criativas, o profissional que desenvolver e aprimorar suas soft skills empreendedoras se tornará um grande diferencial no ambiente corporativo de grande parte das organizações.  

Isso porque, foi-se o tempo em que o profissional empreendedor deveria deixar a organização em que trabalha para pôr em prática seus projetos inovadores. Assim, muitas empresas têm focado em valorizar as competências empreendedoras dos seus colaboradores nos processos da empresa como um  diferencial competitivo. 

Aproveite e confira: 8 exemplos de intraempreendedorismo para se inspirar

Ao se tornar um intraempreendedor, você terá oportunidade de se desenvolver e crescer na empresa, ao mesmo tempo que poderá colocar em prática suas soft skills, trabalhando com mais liberdade e autonomia. 

Apesar da dificuldade em definir quais são as soft skills mais procuradas atualmente pelas organizações, podemos destacar algumas soft skills que são essenciais para você se tornar um bom intraempreendedor. 

Vamos lá?   

soft skills essenciais para os intraempreendedores

1. Espírito empreendedor: 

Ser empreendedor, diferente do que muitas pessoas pensam, não se restringe a tirar um negócio do papel ou ser chefe de si mesmo. Essa é uma das soft skills que permite aos profissionais uma postura mais flexível, além de excelente capacidade para resolução de problemas: duas características essenciais para o intraempreendedorismo. 

2. Resiliência, uma das soft skills mais úteis: 

Por ser uma soft skill extremamente útil em qualquer área de atuação, ela se tornou muito requisitada no mercado atualmente. Em termos gerais, a resiliência é a capacidade de se adaptar e se recuperar depois de enfrentar adversidades 

Mais do que isso, a resiliência é uma habilidade que possibilita o aprendizado. É a partir dessa soft skill que os intraempreendedores serão capazes de gerenciar crises e adversidades, saindo delas ainda mais fortes!  

3. Comunicação eficaz: 

Essa soft skill vai muito além da transmissão e interpretação de ideias, ela abrange também a capacidade de ouvir atentamente, escrever bem e de se comunicar de forma não-violenta, seja na hora de expor as suas ideias ou de dar e receber feedbacks. 

Os intraempreendedores estão, constantemente, envolvidos em projetos em grupo, expondo suas ideias, interagindo com colegas e clientes ou em uma posição de liderança. Dessa forma, o desenvolvimento de uma comunicação eficaz torna-se essencial para os profissionais que desejam se tornar intraempreendedores.  

4. Pensamento criativo: 

Apesar da habilidade ser mais ou menos exigida, dependendo da área ou cargo, em um mercado tão competitivo quanto o atual, quem demonstrar mais facilidade na elaboração de soluções de forma rápida e inovadora terá a preferência das empresas.  

Nem preciso dizer o porque dessa soft skill ser essencial para os intraempreendedores, né? Brincadeiras a parte, mas criatividade está diretamente relacionada a nossa capacidade de solucionar problemas e gerar ideias, duas práticas fundamentais do intraempreendedorismo. 

5. Empatia: 

Em suma, a empatia pode ser entendida como a capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa de forma que se consiga compreender e quase sentir o que ele sente.  

A importância dessa soft skill para o intraempreendedorismo pode ser explicada em dois aspectos: primeiro, ela é importante em relacionamentos nos quais existe alguma forma de hierarquia ou liderança, se colocar no lugar do outro pode tornar a gestão mais aberta e humana. Em seguida, esta é uma soft skill crucial para a relação entre a empresa e seus clientes. A empatia vai ajudar a entender qual é a dor exata do consumidor.  

6. Liderança: 

Por fim, mas não menos importante, temos a liderança.  

É claro que todas as soft skills citadas acima formarão um bom intraempreendedor. Entretanto, a liderança vai além. Essa habilidade é a soma de todas as demais soft skills e mais um pouco.   

Por isso, para o profissional intraempreendedor conquistar uma liderança, é necessário que ele saiba manusear todas as suas soft skills para explorar o melhor dos colaboradores, fazendo com que se sintam parte do time, assumam responsabilidades e, claro, sejam também intraempreendedores.  

Como desenvolvê-las

Como desenvolver as soft skills

Agora que você já sabe as soft skills essenciais para se tornar um profissional intraempreendedor, você pode ter se perguntado: o que preciso fazer para desenvolvê-las? 

Nós sabemos que uma parcela dessas soft skills podem ser aprimoradas com o tempo e com as experiências vividas, mas nada impede que você pegue um atalho para desenvolvê-las. 

Em primeiro lugar, é importante que você saiba que esse movimento só depende de você. Por isso, o ponto de partida talvez esteja no autoconhecimento, que é aquele famoso processo de análise daquilo que você tem de melhor e do que precisa evoluir. 

Portanto, é preciso estar atento às próprias características, dedicado à melhoria contínua e à reflexão sobre as suas próprias atitudes. 

Além disso, outra maneira para desenvolver as soft skills é, literalmente, se submetendo a elas. Ou seja, nunca trabalhou em equipe? Procure se inserir em projetos onde isso é necessário. Quer praticar sua empatia? Converse com pessoas que têm pontos de vista totalmente opostos dos seus. 

Conclusão

 Se ao ler esse artigo você identificou deficiência em determinada soft skill, não espere surgir uma oportunidade, como uma promoção no atual emprego ou uma vaga dos sonhos, para desenvolvê-la. O profissional intraempreendedor é aquele que decide sair da zona do medianos para se tornar excepcional!  

Você vai ficar aí parado? 

Bom, se você chegou até aqui, posso afirmar que intraempreededorismo é um assunto relevante para você! Agora, imagina se, além da sua vontade de desenvolver as soft skills necessárias para se tornar um intraempreendedor de sucesso, você também levasse a iniciativa para dentro da sua organização?  

Confira o nosso artigo — Um software de inovação para fomentar o intraempreendedorismo — e descubra como você pode gerenciar a inovação e fomentar o intraempreendedorismo através do nosso software para gestão da inovação, o AEVO Innovate. 

Ah, não deixe de conferir também a história de sucesso da Aviva, empresa do ramo da hotelaria que, assim como a Aeris e a Scholle IPN, escolheu o AEVO Innovate para fomentar o intraempreendedorismo entre os colaboradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *