Tecnologia e inovação: saiba como dar os primeiros passos

tecnologia-e-inovacao

Para que as empresas possam se manter relevantes e, mais do que isso, ganhar competitividade no mercado, elas precisam de diferenciação. Para conquistar diferenciação, é necessário investir em tecnologia e inovação.

Até aqui, o caminho é bastante claro. Porém, as dúvidas começam quando chega o momento de dar os primeiros passos. Afinal, como tornar tecnologia e inovação partes centrais da cultura da empresa, parte do seu DNA?

Nos próximos tópicos, você vai encontrar todas as informações básicas para dar o pontapé inicial nesse processo.


O que é inovação?

A primeira coisa necessária para investir em tecnologia e inovação é entender bem esses conceitos; especialmente, o conceito de inovação, que é frequentemente idealizado.

Existem várias maneiras de pensar em inovação. Aliás, esse tema vem sendo pensado e pesquisado por especialistas há muito tempo. Por isso, é natural haver visões diferentes sobre o assunto. Do ponto de vista da AEVO, a inovação é a implementação de ideias ou sugestões de melhoria que geram valor para o negócio.

É importante, então, entender que inovação não é apenas a criação de um produto completamente novo, no qual ninguém havia pensado antes. Uma pequena mudança em um processo do negócio, gerando mais eficiência e resultados melhores, pode ser considerada uma inovação.


Os pilares da inovação

A inovação tem dois pilares e, para obter os melhores resultados, é importante investir em ambos na proporção adequada.

O primeiro pilar é das inovações de sustentação. Ele engloba as ações de explotação, atividades voltadas ao aperfeiçoamento dos processos e dos produtos e serviços que já existem. Esse pilar está ligado ao conceito de inovação incremental, que, como o nome indica, não tem foco em criar, mas em incrementar.

O segundo pilar é das inovações de crescimento. Ele engloba as ações de exploração, atividades voltadas ao experimento com novas formas de gerar valor, ainda não testadas. Esse pilar está ligado ao conceito de inovação radical, com foco em criar.


Qual a relação entre tecnologia e inovação?

Para investir em tecnologia e inovação, é fundamental entender a relação entre esses dois elementos. Eles se encontram no conceito de inovação tecnológica.

Inovação tecnológica é a criação ou a melhoria de processos, produtos ou serviços realizada por meio do desenvolvimento ou implementação de uma tecnologia.

Quando um varejista adota um software de automação do controle de estoque para otimizar as decisões de compras, ela está promovendo uma inovação tecnológica em seus processos.

Quando uma empresa de logística implementa inteligência artificial para aprimorar o planejamento de rotas dos veículos das suas frotas, ela está promovendo uma inovação tecnológica em seus serviços.

Quando uma fabricante de eletrônicos desenvolve um novo microchip para aumentar a capacidade de processamento dos seus aparelhos, ela está promovendo uma inovação tecnológica em seus produtos.


Por que investir em tecnologia e inovação?

Investir em tecnologia e inovação demanda mais do que apenas capital. É preciso tempo e, claro, o engajamento dos colaboradores. Por isso, você precisa ter bons motivos para promover essa mobilização da empresa.

O primeiro motivo para investir em tecnologia e inovação é garantir que a empresa permaneça relevante. As empresas que não fazem esse investimento acabam sendo deixadas para trás pelas concorrentes e perdendo seu espaço. Por outro lado, aquelas que priorizam esse investimento ganham competitividade e podem se tornar líderes de mercado.

O segundo motivo é abrir novas portas para o crescimento do negócio. Por exemplo, o desenvolvimento de um novo produto pode permitir que a empresa atinja um público-alvo diferente ou se posicione em um nicho completamente diferente, diversificando suas fontes de receita.

O terceiro motivo é alcançar as pessoas certas. As pessoas buscam se associar a empresas que apresentam bons valores; e a priorização da tecnologia e inovação é percebida como um valor positivo. Uma organização inovadora tem melhores chances de fechar parcerias estratégicas, conquistar investidores e atrair talentos.


Quando é a hora de investir em tecnologia e inovação?

Ao contrário da crença popular, não há um momento específico em que uma empresa passa a estar pronta para investir em tecnologia e inovação. Na realidade, o momento certo para começar é imediatamente. Afinal, como já vimos, a empresa que não faz esse investimento fica para trás.

Vale a pena ressaltar que, mesmo em tempos de crise, o investimento em tecnologia e inovação não deve ser deixado de lado. Uma empresa que mantém a inovação tecnológica como prioridade durante esses períodos vai estar mais preparada para retomar seu crescimento de maneira acelerada quando a economia aquecer novamente.


Conclusão

Neste artigo, você encontrou as informações essenciais para dar os primeiros passos no investimento em tecnologia e inovação. A informação mais importante é que esse investimento precisa ser uma prioridade.

Ele não pode ser apenas um projeto; deve ser parte da cultura da empresa e atingir todos os seus setores e todas as suas atividades. Se você quer começar a investir em tecnologia e inovação mas não sabe como começar, conte com o nosso software AEVO Innovate. Solicite sua demonstração e conheça nossa Plataforma de Gestão da Inovação

Você quer saber mais sobre como trazer a inovação para dentro da cultura da sua organização? Acompanhe os conteúdos do blog da AEVO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *