Tendências de Negócios 2022: saiba no que investir

2022 tem uma perspectiva econômica positiva - mesmo em tempos de inflação e reajustes financeiros - e boas oportunidades de negócios. Já imaginou o que está por vir? Saiba quais são as principais tendências de negócios previstas para 2022 neste artigo.

Sem dúvidas, nos últimos dois anos houveram muitas mudanças no mundo dos negócios. O ano de 2021 ficou marcado pela retomada das atividades presenciais em alguns setores, em paralelo à consolidação do mercado digital.

Neste cenário, 2022 tem uma perspectiva econômica positiva – mesmo em tempos de inflação e reajustes financeiros – e boas oportunidades de negócios.

A virtualização de serviços e as soluções voltadas para a otimização de processos seguirá em alta, bem como o crescimento do e-commerce e do empreendedorismo no país.

Já imaginou o que está por vir? Saiba quais são as principais tendências de negócios previstas para 2022 neste artigo.

Perspectivas de mercado

Mais do que nunca, a internet e as ferramentas digitais se tornaram aliadas das empresas, pois, além de facilitarem a organização das tarefas do dia a dia, são fundamentais para a construção de uma gestão mais inteligente.

Neste aspecto, as empresas têm se beneficiado das novas possibilidades do mercado digital, se adaptando às necessidades e comportamento do consumidor.

Essa migração do físico para o online apresentou uma janela de oportunidades, por isso, diversos negócios surgiram – e outros se consolidaram – durante o período de isolamento social e restrições da pandemia do coronavírus.

Os dados sobre empreendedorismo evidenciam esta maior abertura. Segundo o levantamento do SEBRAE, nos seis primeiros meses de 2021, cerca de 2, 1 milhões de novos negócios foram abertos por micro e pequenas empresas no país, um crescimento de 35% em comparação ao mesmo período em 2020.

O mercado seguirá favorável aos empreendedores em 2022, estimulando a inovação e a economia no país. Muitos destes negócios já nasceram no digital e preveem um crescimento acelerado.

Nesse sentido, as tendências de negócios para 2022 continuarão nessa mescla entre o mercado online e as lojas físicas, com destaque para algumas soluções em especial. Saiba quais são elas na sequência. Continue a leitura.

Tendências de negócios em 2022

Se você está fazendo um planejamento anual, é preciso considerar as novidades e tendências previstas para o período, pois elas podem impulsionar o seu negócio e garantir uma maior competitividade.

Então, para investir de forma assertiva e garantir o sucesso das suas ações, é necessário olhar para o mercado e conhecer as áreas que estão em alta. Listamos as principais abaixo, confira:

1 – Presença digital

Está claro que ter uma vitrine on-line é uma ótima opção, consolidar a presença digital da sua marca é fundamental para se manter ativo em 2022 e esta é uma tendência que se manterá nos próximos anos.

Por definição, presença digital é o modo com uma marca se afirma e usa os meios digitais para se comunicar e estabelecer relacionamento com os clientes; além de contribuir para a atração e conversão de clientes, mesmo que indiretamente.

Setores que antes eram dependentes do presencial, precisaram se adaptar a uma nova realidade on-line. Um exemplo disso é o nicho de varejo, conhecido pela sua força comercial nas vendas físicas.

Agora, esse setor em constante mudança se inclina para um processo retailtec, levando em consideração as formas de consumo e investindo na presença digital em definitivo, mesmo com a retomada de atividades presenciais.

2 – Infoprodutos

Assim como a presença digital passou a ser uma necessidade, a criação de conteúdos na internet cresceu e ganhou ainda mais relevância nos últimos anos em função das transformações do mercado.

Os dois pontos se conectam pela necessidade de entrega de materiais de qualidade, no sentido que a presença digital demanda pesquisas, informações, aproximação e construção de um relacionamento com o cliente por meio de conteúdos.

Nesse aspecto os infoprodutos, ou produto digital, contribuem (e muito) com as marcas. Por essa razão, segue como uma tendência de negócio para 2022.

São considerados infoprodutos: os cursos on-line; e-books; infográficos; aplicativos; livros digitais; videoaulas; audiobooks; blogs; vídeos e muito mais.

No mundo corporativo, estes materiais são criados com o objetivo de gerar valor para os clientes, atraindo e educando.

Você pode conferir os materiais gratuitos da AEVO aqui.

Os infoprodutos podem ser produzidos por profissionais de diversas áreas, desde que tenham domínio da área e/ou atividade, em função disso, é comum encontrar freelancers e empreendedores virtuais oferecendo esses serviços em parceria com empresas.

3 – Desenvolvimento de aplicativos

A demanda por soluções mobile já era esperada, mas se tornou muito mais expressiva nos últimos dois anos.

À medida que as empresas precisaram se integrar às transformações digitais rapidamente, o crescimento dos aplicativos corporativos foi significativo.

De acordo com dados do relatório Worldwide Enterprise Applications Market Shares 2020, o mercado de aplicativos corporativos cresceu 4, 1%, chegando a receita de US$ 241 bilhões em todo o globo, e a previsão é ainda maior. Segundo a IDC, espera-se que até 2025 alcance US$ 334 bilhões.

Podemos notar que hoje em dia, a maior parte das grandes empresas possui um app para seu produto, principalmente as que trabalham com Marketplace, onde oferecem descontos e ofertas exclusivas para quem fizer a compra pelo app.

Dessa forma, as empresas conseguem promover uma experiência ainda melhor aos clientes, além de aumentar sua base de usuários por conta da facilidade do uso de aplicativos.

Mais do que sites responsivos e mobile friendly , os aplicativos oferecem uma experiência mais prática às pessoas, com velocidade e comodidade aos usuários.

A facilidade de uso de apps e o número crescente de usuários de smartphones, fez com que essa tendência se consolidasse no mercado.

Além disso, o Brasil é o segundo país no mundo em que o mercado de apps mais cresce, de acordo com dados da Think Tank Pew Research Center. Então, a dica é: fique de olho nessa tendência!

4 – Dropshipping

O Dropshipping é uma aposta de negócio para 2022. Dropshipping é um método de vendas no varejo no qual o vendedor não mantém nenhum produto em estoque, ele atua apenas como um revendedor.

Esse modelo de negócio funciona como uma vitrine terceirizada, onde o processo de venda é intermediado entre as partes.

Simplificando essa explicação, podemos dizer que o cliente faz o pedido de um produto por algum meio (seja pela internet, telefone, loja física, etc), na sequência, a loja recebe o pagamento e repassa o pedido ao fornecedor que mantém o estoque e é o responsável por enviar o produto ao cliente.

5 – Consultoria e mentoria on-line

Na onda do empreendedorismo digital, as consultorias foram protagonistas. Em 2022, esse modelo de negócio continuará em expansão.

A consultoria é uma prática feita para diversos fins, desde a terapia on-line – que cresceu bastante durante a quarentena – a áreas mais tradicionais como o marketing e as mentorias financeiras.

Muitas empresas precisam de profissionais especialistas e bem capacitados para serem braços externos, com o intuito de melhorar algum processo ou setor do negócio, nesse sentido as consultorias são parceiras importantes.

Além disso, podem ser uma forma de otimizar os custos operacionais e ter ações mais estratégicas em um negócio.

Tudo isso sem precisar de profissionais in loco, a ideia é que você alinhe pontos pela internet e que a consultoria seja prestada dessa forma.

Leia também: Inovação de produto: o que é, quando e quanto investir

6 – E-commerce continua em alta

Entre as tendências de negócios de 2022 estão os e-commerces, que nos últimos anos só cresceram.

A questão é que mesmo podendo vender sem uma loja virtual, a sua existência confere muito mais credibilidade para a marca.

Sem contar que com um e-commerce é possível apresentar de forma mais completa cada produto.

De modo similar, também é benéfico concentrar em uma única plataforma todas as etapas da venda, inclusive, o pagamento e o acerto do prazo de entrega. Sendo assim, é uma tendência que continua em alta.

Investir em uma empresa que atenda um determinado público com necessidades bem específicas é mais uma forma de obter sucesso.

Bons exemplos são as marcas que oferecem produtos a pessoas com restrições alimentares, ou que por opção preferem mercadorias que são mais difíceis de encontrar, como artigos que não foram testados em animais.

Esses são apenas alguns exemplos e se constitui um amplo mercado para ainda ser explorado.

7 – Inteligência artificial

Mais uma das tendências de negócios em 2022, é o uso da Inteligência Artificial (IA) em processos.

A IA é muito utilizada em mecanismos de busca por algoritmos, por exemplo. Também é conhecida pelas suas aplicações em redes sociais e campanhas de mídia paga, pois fornecem uma série de informações relevantes a respeito de um público-alvo.

Para tanto, baseiam-se em um imenso volume de dados.

Mas a sua aplicabilidade corporativa vai muito além. Hoje, o uso de inteligência artificial em empresas é uma crescente, ela é usada para inovar em processos e business intelligence.

8 – Experiência omnichannel

Omnichannel é uma estratégia que consiste em usar diferentes canais de comunicação para se relacionar com o público.

Omnichannel é um modelo que precisa de conhecimento sólido sobre o público-alvo do negócio para que ofereça os resultados esperados, ou seja, deve-se priorizar os canais com foco no consumidor, a fim de personalizar a sua experiência.

A estratégia deve atender as necessidades e preferências da sua audiência.

Essa é também uma das tendências de negócios em 2022, pois garante o engajamento do público e a consequente conversão de vendas.

Foram muitas as novidades que surgiram em 2020 e se consolidaram no mercado. Entre elas, mais uma que merece destaque é o pagamento sem contato.

Ele se dá por meio das máquinas que aceitam pagamentos com aproximação do cartão. Apesar de já estar disponível, foi ao longo de 2020 que ganhou mais adeptos e, hoje, é amplamente utilizado.

9 – Negócios de nicho

Investir em uma empresa que atenda um determinado público com necessidades bem específicas é mais uma forma de obter sucesso.

Bons exemplos são as marcas que oferecem produtos a pessoas com restrições alimentares, ou que por opção preferem mercadorias que são mais difíceis de encontrar, como artigos que não foram testados em animais.

Inclusive, este é um mercado em alta segundo o SEBRAE. De acordo com dados do Euromonitor Internacional, a categoria de alimentos free from , na qual estão os produtos livres de glúten, lactose, alérgenos, lácteos ou carnes, cresceu 29% ao ano entre 2012 e 2017 no Brasil.

A estimativa é ainda mais promissora e prevê um aumento de 6, 3% por ano, alcançando a receita de R$ 2, 52 bilhões em 2022.

Este mercado é mais diverso do que parece à primeira vista, passando do delivery ao desenvolvimento de novos produtos.

O mercado de food techs ilustra bem esse cenário de diversidade de produtos, logística e soluções com foco na alimentação saudável e nas dietas restritivas.

São exemplos de empresas food techs : a Eats For You, que fornece comida caseira por meio de delivery e estimula a produção de renda de donas de casa; e a Raízs, startup que faz a entrega de cestas de produtos orgânicos.

Outra startup que exemplifica esse segmento é a Iler gic, que conta com um aplicativo que traz orientações específicas para pessoas com alergia, intolerância ou outras restrições. 

Os negócios de nicho possuem um amplo mercado para ser explorado, com clientes fiéis e projeções animadoras para 2022.

Conclusão

Já que 2022 promete ser um ano ainda com muitos desafios é importante seguir as tendências que mais combinem com o seu negócio e com o público-alvo. Assim, inovar também está na pauta do dia.

Segundo informações levantadas pelo Gartner, 56% dos CIOs (Chief Information Officer) afirmam que o budget para inovação digital irá aumentar no ano de 2022.

Nesse sentido, a sua empresa já pode fazer parte deste movimento de transformação digital, inclusive, tornando a sua equipe mais colaborativa.

Uma forma de promover a inovação é utilizando um software de gestão da inovação, como o AEVO Innovate. Fale com um de nossos especialistas e conheça.

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.