Conheça 10 tendências em inovação digital nas indústrias

Você conhece principais tendências em inovação digital nas indústrias? Não estamos falando apenas de novidades. Também são os recursos e tecnologias com alto potencial já conhecidos no mercado. Saiba mais.

Muito se tem discutido sobre as tendências em inovação digital nas indústrias. Fala-se em futuro, mas as atitudes são para já. Para começo de conversa, é necessário compreender a importância desse processo. Depois, estabelecer formas de fazer a inovação acontecer.

Aparentemente parece algo simples. Em alguns segmentos, essas tendências podem se revelar como uma luz no fim do túnel.

Em outros, pode significar dar um passo atrás. Se isso gerar reflexos na cadeia produtiva, mesmo que momentaneamente, criam-se gargalos. O que parecia ser a salvação de um negócio pode ganhar outros contornos.

Ações de inovação digital exigem planejamento

Por isso, listamos abaixo as 10 tendências em inovação digital nas indústrias. Não tratamos apenas de novidades. São recursos, ferramentas e tecnologias com alto potencial, que vão desde a Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial e Tecnologia 5G, até o Gerenciamento Remoto de processos.

Porém, cabe explicar: planejar as ações e fazer o mapeamento da organização é o primeiro passo. Só assim essas tendências poderão fazer sentido.

10 tendências em inovação digital para indústrias:

1 – ESG

Conjunto de boas práticas em governança ambiental, social e corporativa. Nesse sentido, busca-se o bem da sociedade, do planeta e dos negócios. Ou seja: a indústria deve reduzir a emissão de poluentes, garantir direitos humanos e recursos financeiros.   

Para investidores, as boas práticas em ESG ganharam importância. Logo, já é possível afirmar que são tão relevantes quanto os registros financeiros de uma organização. Os efeitos da ESG na cadeia de suprimentos tendem a reduzir os riscos do investimento.

2 – Realidade Virtual e Aumentada

Já faz algum tempo que essas realidades chegaram. No entanto, permanecem em alta e em constante transformação. A realidade aumentada permite a simulação de trabalhos complexos.

Nas indústrias, por exemplo, auxilia na identificação de erros em processos. Já a realidade virtual é diferente.

A tecnologia traz experiências em ambientes virtuais. Frequentemente emprega recursos em 3D. Ferramenta ideal para oferecer treinamentos, criar novos processos e testar protótipos. Pode ser uma excelente alternativa para a abertura de novas possibilidades de inovar.

3 – Inteligência Artificial (IA)

As máquinas não são mais como antigamente. Graças à inteligência artificial, os equipamentos ganharam mecanismos complexos.

Com isso, os benefícios foram ampliados. Nossas máquinas têm capacidade automatizada: estão mais ágeis, produtivas, independentes e padronizadas.

Precisamos reconhecer que a inteligência artificial chegou para ficar. Trata-se de uma das mais relevantes tecnologias já desenvolvidas. As tendências mostram que ainda há muito espaço para crescer.

4 – Aprendizado da Máquina

Diretamente ligada à inteligência artificial, o Machine Learning é o aprendizado da máquina. Isto é, uma tendência que não poderia ficar de fora da lista.

A ciência da computação não para de evoluir. As novas técnicas possibilitam o desenvolvimento de máquinas que aprendem de forma autônoma.    

Atualmente, as indústrias são as mais beneficiadas. A tecnologia é capaz de identificar problemas de produção. Além disso, resolve, também, porque consegue detectar alterações. Detalhes que nem sempre são percebidos pelas habilidades humanas.

5 – Internet das Coisas (IoT)

Igualmente relevante, a Internet das Coisas (IoT) já faz parte do dia a dia. Com ampla aplicação nas indústrias, gera conexão.

Trata-se de uma tendência com potencial gigantesco. Ainda há muito a ser explorado nas mais diversas áreas. O recurso consiste na troca de informações on-line.

Isso pode ser feito entre máquinas, equipamentos, smartphones e estruturas tecnológicas. Pode se dar de forma remota e colabora para gerenciar projetos e aumentar a produtividade.

6 – Tecnologia 5G

Trata-se da quinta geração de internet móvel. Mas como isso pode acelerar a transformação digital nas indústrias? A tecnologia vai dar mais velocidade às redes 5G.

Na prática, isso significa que as ferramentas digitais serão mais eficientes.

Em outras palavras, o recurso vai tornar a manutenção remota ainda ágil, precisa e segura. A automação industrial direcionada para a internet das coisas, por exemplo, vai ser ampliada. O resultado disso é a autonomia dos processos. A novidade chega ao Brasil este ano.

7 – Gêmeo Digital ou Digital Twins 

Primeiramente, entenda que o Digital Twins ou gêmeo digital é algo simples. Consiste em representar de forma digital algo do mundo real. Para esse processo acontecer, são considerados os mínimos detalhes.

Na indústria 4.0, a tecnologia substitui protótipos físicos. Isso permite a realização de testes e detecção de problemas.

Tudo isso antes de um produto ser concluído. O que se ganha? Segurança e eficiência.

Em função da ausência de uma cultura de inovação, startups que desenvolvem mecanismos desse tipo, ainda encontram resistência na hora de vender soluções.

8 – Computação em nuvem

O jeito como assistimos séries e escutamos músicas passou por mudanças radicais. Discos de vinil e CD’s já ficaram para trás.

Isso só foi possível graças a um recurso já conhecido: o cloud computing ou computação em nuvem. A tecnologia vem crescendo nos últimos anos. Consolidada, já faz parte do cotidiano da sociedade. 

Definitivamente, está entre as principais tendências de inovação. Oferecer produtos e serviços on-line está no radar de grandes empresas.

Com esse recurso, a instalação de servidores, a manutenção e a estrutura são praticamente eliminados. Indústrias estão dispostas a deixar de lado ferramentas e recursos físicos para ganhar agilidade e segurança.

9 – Cibersegurança

Com o aumento de operações e processos tecnológicos e on-line, a cibersegurança tende a receber ainda mais demandas. Compramos pela internet, pedimos comida via aplicativos e chamamos serviços.

Ao oferecer esses e outros serviços, organizações preocupam-se cada vez mais com a segurança dessas transações. No entanto, ainda faltam profissionais deste segmento no mercado. São pessoas que garantem a segurança do usuário e das empresas.

Eles evitam prejuízos e perdas financeiras e ainda aumentam a confiança, gerando valor para o negócio.

Por outro lado, quem se capacita pode criar novas oportunidades. Como está a cibersegurança da sua organização?

10 – Big Data

Por último, mas não menos importante: a análise de dados. Coletá-los e organizá-los não é algo novo. A prática aprimorou os processos.

Atualmente, as formas de analisá-los ganharam novas perspectivas. O hábito tornou-se relevante e eficiente.   

Quais são os motivos? Diante de uma boa base de dados, é possível agregar valor. Indústrias podem tomar decisões estratégicas para o negócio.

A chance de erros e falhas diminui e as operações podem se tornar ainda mais produtivas e gerar novas oportunidades de investimentos. Empresas estão se especializando cada vez mais na hora de oferecer esses serviços.

Tendências x Transformação Digital

As tendências em inovação digital nas indústrias apresentadas neste artigo fazem sentido para sua organização? Estão alinhadas aos resultados que se pretende alcançar? Cada segmento exige a implantação de ferramentas e tecnologias específicas. Portanto, cada fator precisa ser considerado.

O processo de inovação pode favorecer o surgimento de novos negócios e oportunidades. Encare esse desafio como propósito. Então não perca tempo! Comece agora mesmo a jornada de transformação digital dentro da sua empresa.

Este artigo foi escrito pela Platt by Timenow, plataforma especializada em acelerar a transformação digital das indústrias, tornando o processo de contratação de startups mais simples, ágil e escalável.

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.