Vale do Silício: conheça o berço das empresas inovadoras

vale-do-silicio

O Vale do Silício é conhecido como o berço da inovação de todo o mundo. Além disso, é o lar de diversas grandes empresas com impacto econômico mundial, como a Apple, Google e Facebook, por exemplo.

O local conta ainda com a presença de duas gigantescas universidades americanas, a Stanford University e a Universidade da Califórnia de Berkeley. A região é localizada na baía de São Francisco na Califórnia e atrai milhares de candidatos e estudantes de diversas áreas todos os anos. Além de ser uma fantástica fábrica de geração de conhecimento, inovação e tecnologia mundial.

Dentre as principais cidades da região que abrange o Vale do Silício estão: Berkeley, Campbell, Fremont, Los Altos, Mountain View, Santa Clara, San Francisco, São José, entre outras.

Outro fato interessante sobre a região é que ela não é conhecida somente pelas universidades e grandes empresas que ali habitam, mas também pela capacidade de criação e de inovação dos próprios moradores da região.


Como surgiu o Vale do Silício?

O Vale do Silício surgiu a partir de alguns testes na área de comunicação feitos no local. Além de diversos experimentos na área de produtos militares também trouxeram fama para a região.

Na época, alguns militares e estudantes de engenharia fizeram testes no ramo da comunicação, através dos laboratórios abrigados nas redondezas e foram conquistando destaque pelos avanços tecnológicos.

Então, outras empresas passaram a se interessar pelo local para realizar diversos testes em segmentos diferentes, e gradualmente, centenas de companhias já se abrigavam ali.

O fácil acesso às matérias primas e o baixo custo de vida foi mais um fator que influenciou na atração de novas empresas e escolas de engenharia para o Vale do Silício.

Outra curiosidade bem interessante sobre o surgimento da região, é o “boom” da segunda guerra mundial, principalmente devido à corrida armamentista nos anos 50. Dessa maneira, a necessidade de produção de armas de fogo e outros equipamentos militares ganharam espaço e incentivo governamental no local.

Consequentemente, as empresas que já estavam instaladas na região do Vale foram as primeiras a oferecer serviços e matéria-prima para os projetos militares. Tudo isso impactou diretamente no crescimento do Vale do Silício e na sua futura repercussão mundial.

Além disso, a maioria dos estudantes da Universidade de Stanford também desempenharam um papel significativo para essa grande aliança econômica e tecnológica no local.

A famosa empresa HP – Hewlett-Packard surgiu nessa época, em que a troca de conhecimento científico e a fusão de produção e inovação tecnológica nos anos 50 estavam a todo vapor. Tudo isso graças ao professor Frederick Terman que incentivou os seus alunos do curso de engenharia que criassem os seus próprios negócios.

Além disso, o professor Terman teve um papel extremamente significativo na busca por incentivos governamentais na área de pesquisa da região. Portanto, aos poucos, o Vale do Silício se tornou o campus da Universidade de Stanford, unindo as grandes forças pensantes do local e a necessidade das empresas na área de inovação tecnológica.


Por que o Vale do Silício é tão importante?

A fusão que citamos anteriormente de conhecimento científico, inovação e a necessidade das empresas não poderia resultar em outra coisa, a não ser no polo científico e econômico do mundo.

Afinal, boa parte das inovações acessadas pelos 4 cantos do mundo saem de lá. Com certeza, você já comprou ou utilizou um produto ou serviço que é importado do Vale do Silício.

Quando falamos daquela região, estamos falando de uma superpotência economia mundial, pois somente a Apple rende bilhões de reais todos os anos.

Dessa maneira, os produtos e serviços oferecidos pelas empresas que compõem o Vale, fazem com que boa parte da economia gire em torno deles, afirmando mais uma vez a importância do Vale do Silício para todo o mundo.

Não é à toa que hoje em dia milhares de empresas migram para a região em busca de um espaço e de troca de conhecimento. E foi assim também que passaram a surgir os workshops, palestras, convenções e experimentos com maior frequência no local.

Tudo isso para estimular e reforçar a importância do conhecimento científico e inovação gerado no Vale do Silício para todo o mundo.


Exemplos de empresas que fazem parte do Vale do Silício

Atualmente, existem centenas de milhares de empresas de tecnologia e inovação instaladas no local, mas algumas possuem um destaque bem maior.

Vamos falar um pouco mais sobre algumas delas:


Google

A empresa Google encontra-se instalada na região do Vale do Silício, e é uma das principais companhias de mecanismos de busca do mundo.

Além disso, ela exerce outras atividades como a computação em nuvem, publicidade online, APIs e desenvolvimento de software e hardwares para diversas soluções.


LinkedIn

linkedin-logo-vale-do-silicio

A empresa LinkedIn é uma das maiores redes sociais de networking profissional do mundo e também está instalada no Vale do Silício.

Com sede em Mountain View, o principal propósito da companhia é a troca de experiência e contato profissional, visando gerar novas vagas de emprego e toda a troca de informação possível entre colaboradores e empresas.

Dessa forma, é possível acessar diversos tipos de informações sobre essa área nas redes sociais do LinkedIn.


Apple

apple

A Apple é uma das maiores companhias fabricantes de produtos e serviços eletrônicos do planeta. Ela possui um forte posicionamento e construção de marca, o que rende bilhões de dólares a cada ano para a empresa.

É, com certeza, uma das companhias mais poderosas de todos os tempos e também está localizada no Vale do Silício.


Facebook

facebook-logo-

O Facebook é um conglomerado de empresas que conta com a rede social Facebook, Instagram, Whatsapp, Giphy, Oculus VR, Mapillary, além de participações em outras empresas.

Atualmente, ela é considerada uma das empresas mais valiosas do planeta e funciona através de compartilhamento de dados, publicidade e big data. O facebook inovou em 2019 e criou sua própria criptomoeda, a Libra Networks, que posteriormente teve seu nome alterado para Diem.


Conclusão

Essas são somente algumas das gigantes que se encontram no Vale do Silício, é possível citar também a empresa Dell, Amazon, Twitter, Netflix, Pixar, Microsoft, Samsung e muitas outras.

A região do Vale do Silício trouxe muitas empresas que disruptaram seus mercados e inovações que são utilizadas em todo o mundo, e com certeza irá trazer ainda mais inovações tecnológicas que irão beneficiar inúmeras empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *