6 dicas para fazer gestão de equipes remotas

Manter equipes remotas no empreendimento é uma tendência cada vez mais forte no mercado. Contamos com diversas tecnologias de apoio nesse processo e com isso, ter times à distância é uma prática que vem se consolidando e recebendo muitos investimentos das empresas.

Porém, para ter sucesso nessa medida, é importante encontrar estratégias para lidar com os grupos de trabalho remotos. A tarefa é desafiadora, mas com as escolhas certas, você pode criar um clima propício para uma boa performance dos profissionais e o desenvolvimento de projetos de alta qualidade.

Quer algumas dicas sobre como fazer a gestão de equipes remotas? Confira nosso post e saiba mais!

Qual a importância de aprimorar a gestão de equipes remotas?

A tecnologia nos permite ampliar as relações de trabalho para as grandes distâncias. O acesso remoto vem sendo uma ferramenta que ganha cada vez mais espaço nas corporações. Com ele, é possível que profissionais de qualquer lugar do globo possam realizar tarefas e projetos, sem estarem presencialmente na organização.

Essa nova forma de trabalho só se tornou possível com as telecomunicações e os avanços na internet. Com uma boa gestão de equipes remotas você pode promover o envolvimento de todo o time, garantir uma relação positiva entre os colegas, incentivar o crescimento profissional e permitir que resultados positivos sejam alcançados. 

Porém, esse processo envolve muitos desafios. Por isso, é importante desenvolver estratégias para administrar as equipes de forma que os projetos sejam concretizados com qualidade e efetividade.

Como fazer a gestão de equipes remotas?

A gestão de equipes remotas tem várias particularidades, sendo importante que você tenha estratégias diferenciadas para lidar com o time. Conheça algumas dessas medidas a seguir!

1. Saiba manejar os horários

Uma questão complexa para a gestão de equipes remotas é a diferença de fusos horários. Em um país o expediente pode estar começando, enquanto em outro todos já estão se preparando para dormir. Nessa situação, definir prazos e marcar reuniões e videoconferências pode se tornar uma tarefa um pouco complexa.

Nesse contexto, vale ter diplomacia e gentileza para negociar horários que sejam mais apropriados e viáveis. É importante também ter solidariedade com os profissionais, respeitando suas pausas e descansos. Com esse tipo de compreensão, você consegue atender às necessidades de trabalho respeitando os limites do time.

2. Incentive uma boa comunicação 

Na troca de e-mails e mensagens no cotidiano, é comum sermos muito práticos e objetivos. Sempre estamos apressados e o nosso colega de trabalho provavelmente também está.

Porém, com uma equipe remota, ser muito sintético pode trazer problemas. Detalhar as mensagens, estimular questionamentos e fazer descrições mais completas evita que ocorram imprevistos e desentendimentos, minimiza as dúvidas e permite que as tarefas sejam cumpridas de acordo com o que foi planejado.

Assim, não economize em prestar esclarecimentos e descrever as questões abordadas. Incentive o time a questionar os processos também. Isso demonstra envolvimento e interesse e sinaliza para você a compreensão que o profissional tem da tarefa. Assim, os trabalhos não saem da proposta almejada.

3. Documente os processos

Documentar processos é importante em qualquer tipo de empreendimento. Com o trabalho remoto, não é diferente. É fundamental armazenar e-mails, registros, arquivos da nuvem e qualquer tipo de produção. Assim, você evita falhas comunicativas, perdas de dados e problemas no negócio.

Além disso, você poderá ter comprovações para o que ocorre com o empreendimento em certas situações, como os imprevistos ou para contatar fornecedores e sócios, por exemplo. Com a formalização de todas as ações da equipe remota, você tem ferramentas para mapear as atividades e identificar os erros, o que minimiza as dificuldades.

4. Veja as diferenças culturais como uma potência

É desafiador lidar com equipes onde cada profissional vem de uma localidade porque as diferenças culturais são muito evidentes. Há países onde as pessoas são muito pontuais, outros onde os atrasos são aceitos, aqueles que relevam algumas questões e os que discutem as dificuldades na hora em que elas surgem, por exemplo.

Isso não deve ser visto como um problema, mas sim como uma oportunidade. A possibilidade de amadurecimento profissional e pessoal no trabalho com uma cultura diferenciada é evidente. Para isso, você precisa de encontrar estratégias para estabelecer um bom diálogo e mediar conflitos, acolhendo as diferenças, mas manejando a situação em prol de bons resultados.

Assim, é importante conhecer a cultura dos membros remotos da empresa e buscar meios para conciliar as diferenças, sem desrespeitar os valores do colaborador. Dessa forma, você consegue estabelecer um diálogo efetivo e promove a cooperação.

5. Procure fortalecer os vínculos

Por mais que a equipe esteja distante geograficamente, é importante que haja um vínculo cordial e amigável entre os profissionais. Isso facilita o contato interpessoal, ajuda no manejo da logística e permite que haja a sensação de acolhimento. Com esses fatores, a realização dos trabalhos é muito mais fácil.

Para fortalecer os laços entre o time, procure conhecer cada membro da equipe, seus gostos pessoais, família, interesses na carreira, hábitos culturais e habilidades. Estimule os profissionais a também buscarem esse tipo de contato com seus colegas, para que eles possam se conhecer e formar vínculos.

Além disso, abra espaços para que o grupo possa compartilhar coisas que não estejam ligadas ao trabalho, como fotos, mensagens, experiências. Redes sociais corporativas podem ser uma boa ferramenta para isso.

6. Use a tecnologia ao seu favor

A tecnologia avança a cada dia mais e proporciona diversas oportunidades para tornar o trabalho mais efetivo. Você pode utilizar e-mails, sistemas em nuvem, plataformas de comunicação, softwares para gestão de projetos e diversos outros recursos para otimizar o processo comunicativo na equipe remota.

As chamadas em vídeo, por exemplo, permitem que haja um contato mais próximo e pessoal, o que facilita a interação entre profissionais. Isso faz muita diferença no desempenho das tarefas. Além disso, há vários recursos que possibilitam compartilhar uma carga maior de dados, facilitando a realização de tarefas.

Existem recursos também para a edição simultânea de documentos, a colocação de comentários em trechos de textos e a postagem de gráficos e imagens. Isso permite a realização de um trabalho completo e dinâmico, havendo muito mais facilidade para realizar as tarefas.

Com os softwares para a gestão, você também terá muita facilidade para gerenciar a equipe remota. Você pode acompanhar a realização das atividades de cada profissional e ver os avanços no projeto. É possível fazer o monitoramento dos processos, avaliar através de indicadores de desempenho e recuperar os desvios das metas.

A gestão de equipes remotas na empresa é uma tarefa desafiadora, mas que pode gerar muitos retornos positivos para o negócio. Para isso, é importante saber manejar os horários, incentivar uma transmissão de mensagens mais completa e documentar todos os processos.

Além disso, outra questão importante é buscar fortalecer os vínculos entre os profissionais e ver que as diferenças culturais entre eles pode ser uma grande fonte de aprendizado. Explore também ao máximo as funcionalidades que os recursos tecnológicos oferecem. Assim, você pode ter diversas vantagens no trabalho com o time.

E então? Gostou de nossas dicas para fazer a gestão de equipes à distância? Aproveite e compartilhe este post com seus colegas nas redes sociais!

Posts Relacionados
A cultura do empreendedorismo é benéfica não apenas para aqueles que querem começar o próprio negócio.
Você certamente já viu uma caixa de sugestões, já usou, ou já aplicou em sua
Não é muito difícil entender o que é endomarketing: trata-se de utilizar técnicas e ferramentas

Deixe uma resposta