O que é six sigma, conceito e como implementar

o-que-e-six-sigma

O termo é cada vez mais popular, e seus benefícios são anunciados para quem quiser ouvir, mas ainda existem algumas contradições sobre o que é Six Sigma, ou como ele pode ser utilizado na prática.

Nesse artigo, apresentaremos o conceito, da sua formação até os dias atuais, além de analisar os dois principais mecanismos empregados na implementação do Six Sigma, e como você pode usufruir da metodologia para fomentar o desenvolvimento da sua organização.


O que é Six Sigma?

Em poucas palavras, six sigma é um sistema de gestão focado no aperfeiçoamento de processos. Suas principais características são uma abordagem estatística e a implementação através de um método consistente.

O uso de dados é fundamental para que essa abordagem funcione corretamente, pois sua definição de excelência é baseada num conceito matemático, o desvio padrão.

Ele indica o grau de variação em determinado item, com relação à média do grupo ao qual este item pertence. Como exemplo, podemos imaginar uma marca que vende 1L de refrigerante por R$ 5,00.  Quanto menor o desvio padrão, mais perto de 1L terão as garrafas.

Essa precisão é importante por duas razões: se houver muito menos que 1L numa determinada garrafa, o cliente se sentirá prejudicado com a compra. Se houver muito mais, a fabricante estará perdendo dinheiro.

Jack Welch, lendário CEO da General Eletric e grande defensor da metodologia, define em palavras simples o que é Six Sigma: uma ferramenta na qual você pode treinar o seu time, para reduzir a variação.

O número de excelência no Six Sigma é de 3,4 defeitos por milhão de processos executados. Isso significa uma precisão de 99.99966% em qualquer atividade realizada na empresa.

Quanto mais perto desse valor, mais perto a organização estará de reduzir custos, otimizar produtos e tornar-se confiável para os clientes.


Origem do Six Sigma

Algumas fontes apontam que as primeiras metodologias com foco na qualidade surgiram no fim do século XVIII, aperfeiçoando-se ao longo das evoluções industriais até o primeiro uso do Six Sigma, já nos anos 1980.

Seu local de origem é atribuído à Motorola, mas os principais responsáveis pela popularização de o que é Six Sigma foi Jack Welch, que adotou a metodologia em torno de 1995, e os resultados da GE, cuja lucratividade saltou de US$ 4 bilhões para US$ 16 bilhões nos 10 anos seguintes.


Vantagens do Six Sigma

Reduzir a variação de um processo tem como consequências iniciais uma maior eficiência e produtividade. Você terá sempre o resultado esperado, com um desperdício mínimo. Isso, é claro, leva à redução de custos e crescimento na margem de lucros da organização.

Outra consequência direta desse aperfeiçoamento é a maior satisfação dos clientes e fortalecimento na identidade da marca.

Quando o consumidor faz uma compra, seja de um carro ou de uma caneta, ele não quer apostar o dinheiro e descobrir posteriormente se o produto tem qualidade. Garantir a segurança de que ele irá receber aquilo pelo que pagou está na raíz de o que é Six Sigma.


Onde e como aplicar o Six Sigma

Como se trata de uma metodologia com base nos processos, podemos dizer que o Six Sigma pode ser aplicado em todos os setores de uma organização.

As definições sobre o que é Six Sigma apontam sua origem no setor de produção, mas hoje em dia ele já é utilizado no atendimento, RH, financeiro, e assim por diante. É possível, por exemplo, aperfeiçoar o modo como a empresa lida com o pós-venda, as entrevistas de contratação e até mesmo o consumo de eletricidade.

Como esse é um modelo de gestão, a direção da empresa precisa impulsionar as mudanças. Os colaboradores na “linha de frente” terão dificuldades para aplicar o Six Sigma se os líderes não facilitarem o caminho.

É importante destacar que o Six Sigma deve ser aplicado de forma permanente para gerar benefícios cada vez maiores, através de ciclos onde os resultados sempre são um ponto de partida para a etapa seguinte.

A passagem para um mindset adaptado à metodologia será apenas o primeiro passo: sua implementação requer profissionais com um bom domínio sobre o que é Six Sigma.

O Six Sigma pode ser aplicado em diversos níveis, das operações no dia a dia às estratégias globais da organização, e existem capacitações adequadas para cada um, mas todos os envolvidos irão trabalhar de alguma forma com dois métodos bem definidos.


Os métodos utilizados no Six Sigma

Ao compreender o que é Six Sigma, as primeiras organizações a adotá-lo realizaram testes variados para obter o melhor retorno possível, dando origem aos modelos DMAIC e DMADV.

É interessante apontar que esses métodos representam o core do que é Six Sigma, pois foram pensados com o objetivo de reduzir a variação, pilar central da metodologia, e apresentam resultados consistentes mesmo quando aplicados em cenários diversos.


DMAIC

No método DMAIC, a primeira etapa é a Definição de um problema que o projeto deve resolver, quais seus objetivos, e quem será responsável por ele.

O segundo passo é a Mensuração onde o maior número de informações possíveis deve ser obtido, sempre visando uma representação matemática, para que o desvio padrão possa ser aplicado. Em seguida, ocorre uma Análise para descobrir quais erros estão causando a variação no processo.

A partir daí, são feitas as Melhorias (do inglês Improvement), visando os objetivos traçados inicialmente. Por fim, é realizado o Controle para avaliar o nível de sucesso obtido com as mudanças e estabelecer mecanismos capazes de sustentar os bons resultados.

dmaic-o-que-e-six-sigma

DMADV

O modelo DMADV possui uma estrutura semelhante, porém com algumas variações que o tornam mais adaptado à criação de novos produtos e serviços.

Ele também começa pela Definição de quais objetivos devem ser alcançados, e quem irá conduzir o projeto. A Mensuração irá obter dados visando definir as características que o produto/serviço precisa ter, enquanto a Análise utilizará essas informações para discutir quais delas se adequam ao projeto.

A partir daqui, as coisas mudam um pouco.

A etapa seguinte é o Design, onde um protótipo será desenhado, aperfeiçoado e encaminhado, por fim, à Verificação, que fará testes para garantir a harmonia entre o produto/serviço final e os objetivos iniciais.

dmadv-o-que-e-six-sigma

Six Sigma x Kaizen x Melhoria Contínua

Ao entender o que é Six Sigma, podem surgir dúvidas sobre como ele se diferencia de outras filosofias com o objetivo de aperfeiçoar processos, como o Kaizen e a Melhoria Contínua.

É verdade que ambos possuem semelhanças, tanto nos princípios quanto nos benefícios obtidos. Porém, há diferenças: a primeira delas é que o Six Sigma está fundamentado numa estrutura matemática, que serve como suporte para todos os seus esforços.

Há uma divergência clara nos objetivos e metodologias utilizadas para alcançá-los.

A Melhoria Contínua e o Kaizen visam pequenos avanços dia após dia, tendo os 5S como um conjunto de “linhas gerais” para aplicar em diversas áreas.

Já o Six Sigma objetiva claramente a redução da variação (que guarda afinidades com o senso de padronização no Kaizen) e se baseia na aplicação de projetos estruturados com os ciclos DMAIC e DMADV para alcançá-la.

Vale notar que estas não são propostas excludentes – adotar o Six Sigma não significa evitar o Kaizen, por exemplo. É possível direcionar sua organização para aplicar uma metodologia, utilizando os princípios da outra sempre que for pertinente.


Conclusão

O gerenciamento de projetos e informações em grande escala é uma característica fundamental no Six Sigma. Ferramentas de gestão costumam ser usadas para garantir que tudo esteja no lugar, do momento em que um objetivo é traçado até a execução do planejamento, e você pode contar com o software AEVO Innovate para realizar esse acompanhamento.

O programa permite uma gestão detalhada de cada projeto, além da comunicação ágil entre os participantes. Com o AEVO Innovate, é possível espalhar o Six Sigma pelos diversos níveis da organização, e garantir que, em pouco tempo, todos os colaboradores estejam familiarizados com o método, trabalhando de forma conjunta para alcançar os benefícios oferecidos por ele!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *