Exemplos de modelo canvas: confira na prática como aplicar

exemplos-modelo-canvas

Definir um plano de negócios é um dos primeiros passos na hora de abrir uma empresa. Com ele, é possível planejar a atividade a ser desempenha e criar uma estratégia eficiente para conquistar clientes.

Para ajudar nessa tarefa, existem exemplos de modelo canvas, uma ferramenta essencial para esse processo. Quer saber mais sobre ela? Então, continue lendo este artigo e confira na prática como aplicar.


O que é um plano de negócios?

O plano de negócios é uma forma de visualizar como vai funcionar a sua empresa. Para tanto, é preciso colocar no papel as principais informações sobre o seu funcionamento e objetivos.

Mesmo quem já possui uma empresa pode e deve fazer um plano de negócios. Assim, é possível entender melhor a sua situação atual e até identificar deficiências que devem ser corrigidas.

Ou seja, é o jeito certo de garantir o sucesso do seu empreendimento. E para facilitar o seu desenvolvimento, existem diferentes ferramentas, sendo que o modelo canvas é uma das opções mais simples.

Ele já está consolidado como ferramenta de plano de negócios e pode ser usado por empresas de qualquer porte e segmento de mercado. E já que ele permite uma visão mais clara da empres,a também ajuda a entender o que pode ou não dar certo.


Qual é o processo para criar um modelo de negócios?

Modelo-de-negócios-aevo

Mas como desenvolver um plano de negócios usando um dos exemplos de modelo canvas? Confira a seguir como realizar o processo.


Mobilização

O processo para criar um plano de negócios começa reunindo um grupo de colaboradores para que juntos trabalhem. Esse desenvolvimento exige a troca de ideias, assim, é importante que haja profissionais de diferentes áreas.


Compreensão

O próximo passo é pesquisar as informações necessárias para colocar em prática um dos exemplos de modelo canvas. Recomenda-se que todos os envolvidos façam parte da pesquisa e se reúnam novamente para trocar as informações levantadas.  


Design

Nessa etapa, são avaliadas as informações reunidas, que devem ser transformadas em ideias e posteriormente em ações. Além disso, é importante que elas sejam testadas para avaliar a sua eficiência.

Aqui, é importante que todos opinem sobre as ações propostas, inclusive, colaboradores de outras áreas. Isso torna o processo mais rico e assertivo.


Implementação

Chega a hora de colocar em prática o que foi testado. Essa etapa exige que funções sejam delegadas e prazos estipulados. O orçamento também deve ser definido, já que organização é essencial para implementar qualquer nova ação. 


Gerenciamento

Para verificar se as ações implementadas estão obtendo os resultados esperados, é importante acompanhar o processo e documentá-lo. Se houver falhas, devem ser sanadas.

Os ajustes devem ser feitos até que o plano de negócios se torne completamente assertivo. De todo o modo, essa etapa deve ser permanente, pois a medida que o mercado muda é preciso que a empresa se adapte.


3 Dicas para aplicar o modelo canvas na sua empresa

Agora, veja quais são as principais dicas para colocar em prática um dos exemplos de modelo canvas:


1 – Deixe o plano de negócios visível a todos

É importante que todos os envolvidos na criação do plano de negócios o visualizem. Isso pode ser feito com o uso de um painel ou mural, sendo que os post-its também contribuem com o processo.

Além disso, recomenda-se que em cada post-it haja apenas uma ideia e que a mesma seja suscita para que o processo ganhe em dinamismo e eficiência. Para ajudar na organização das informações, mais uma dica é que os post-its sejam coloridos.


2 – Garanta que o grupo esteja focado

Por mais que os exemplos de modelo canvas sejam simples, o processo de criação pode se tornar longo e ineficiente. Inclusive, se não houver foco dos colaboradores que integram o grupo.

Desse modo, é importante evitar discussões desnecessárias, para garantir que o trabalho flua e se torne produtivo. Outra dica é escolher uma pessoa para coordenar as atividades do grupo.


3 – Avalie se o modelo tem coerência

Depois que todos os campos do modelo canvas forem preenchidos, confira se há coerência entre as informações, se elas se comunicam entre si.

Essa harmonia é essencial para que o plano de negócios funcione e a sua empresa obtenha os resultados esperados.


Exemplos de modelo canvas


Software as service – RH

  1. Segmentos de Clientes: médias e grandes empresas
  2. Relacionamento com Clientes: transparência, confiança
  3. Canais: marketing digital, redes sociais, email marketing
  4. Fontes de Receitas: assinatura do software, contratação de mentoria
  5. Propostas de Valor: processos automatizados, organização, economia de tempo
  6. Atividades-chave: desenvolvimento de software e prestação de serviço
  7. Recursos Principais: infraestrutura de ti, profissionais capacitados, grande base de usuários
  8. Parcerias principais: softwares complementares
  9. Estrutura de Custos: infraestrutura

Para entender melhor como criar planos de negócios, a seguir estão dois tipos de modelo canvas exemplos. O primeiro refere-se a uma empresa de software as service, que tem como propósito oferecer o serviço de gestão de pessoas com total eficiência.

Dessa forma, processos automatizados, organização e economia de tempo consistem na proposta de valor. Quanto às demais informações, são definidas de acordo com o mercado no qual atua e com as estratégias para o trabalho se tornar mais eficiente.


Agência de Marketing

  1. Segmentos de Clientes: pequenas empresas
  2. Relacionamento com Clientes: personalizada, pessoal, humanizada
  3. Canais: marketing digital, redes sociais, anúncios
  4. Fontes de Receitas: vendas de serviços de marketing e comunicação
  5. Propostas de Valor: economia de tempo, profissionalização do serviço, proximidade com os clientes, construção de marca e autoridade
  6. Atividades-chave: venda de serviços de gestão de redes sociais, criação de identidade visual e tráfego pago
  7. Recursos Principais: infraestrutura de ti, profissionais capacitados, grande base de usuários
  8. Parcerias principais: gráficas e lojas de produtos personalizados
  9. Estrutura de Custos: infraestrutura, assinaturas de softwares e banco de imagens

Um exemplo de modelo canvas que agências de marketing podem utilizar está acima. Esse tipo de empresa tem o propósito de ajudar os seus clientes a ganharam maior visibilidade com ações de marketing e de maneira ágil.

Assim, faz sentido que tenham como proposta de valor a economia de tempo, profissionalização do serviço, proximidade com os clientes e construção de marca.

Assim como no exemplo anterior, os outros tópicos são preenchidos com as peculiaridades de cada negócio. O mais importante é organizar as informações de maneira visual e depois verificar se elas fazem sentido e estão adequadas à realidade.

Esses são apenas alguns tipos de modelo canvas exemplos. Para fazer o mesmo na sua empresa é preciso adaptar cada tópico à realidade do seu negócio.


Conclusão

Agora que você já conhece alguns exemplos de modelo canvas, pode aplicar na sua empresa. Mesmo que seja recomendado criar o plano de negócios antes de abrir as portas, ele pode ser usado com periodicidade para reavaliar a sua posição no mercado.

Para tanto, basta reunir colaboradores de diferentes setores e trocarem experiências, informações e ideias. O AEVO Innovate é de grande ajuda nessa hora, já que se trata de um software de gestão da inovação, ideal para quem deseja inovar.

Descubra mais o que ele pode oferecer para o seu plano de negócios clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *