O que é um projeto de inovação, conceito e cases

Projetos de inovação

Levar sua organização para o próximo nível requer o bom e velho pensamento fora da caixa. No cenário atual, existem ferramentas e estratégias para converter essa ideia quase mística num processo objetivo, e tudo começa por entender o que é um projeto de inovação.


O que é um projeto de inovação?

Podemos definir o que é um projeto de inovação como o planejamento e execução de ideias transformadoras. Eles dão origem a novos produtos ou serviços, processos, ferramentas, modelos de comunicação, e qualquer outro tipo de recurso que a empresa possa utilizar para aumentar seus resultados.

Ele pode ser usado para resolver problemas ou explorar oportunidades identificadas pela organização, e representa a busca constante por modos diferentes de fazer as coisas, entendendo que um caminho melhor sempre estará disponível para quem souber procurar.

O projeto de inovação não é uma ideia mágica. Ele surge como fruto de uma cultura de inovação, profissionais bem capacitados e comunicação aberta. Plataformas de gestão como o AEVO Innovate podem facilitar esse processo, oferecendo ferramentas para impulsionar as três áreas citadas.


Qual a diferença entre um projeto de inovação e um projeto tradicional?

O destaque entre o que é um projeto de inovação e o que não é, fica por conta do mindset disruptivo que o primeiro deve ter.

Qualquer empresa pode estruturar algo como um projeto de marketing tradicional para o ano seguinte, mas uma organização inovadora fará isso pensando em como utilizar as plataformas existentes de forma diferenciada, ou até mesmo em criar as suas próprias ferramentas.

Um projeto de inovação também se diferencia por abraçar a ideia de alto risco e alto retorno. Como veremos adiante, muitos projetos de inovação surgem como apostas, e um cuidado extra no planejamento e na execução das etapas é fundamental para aumentar as chances de sucesso.


Como executar um projeto de inovação?

A estrutura que define o que é um projeto de inovação costuma ser dividida em quatro partes:


Passo 1

Determinar uma visão, traçando os objetivos que devem ser alcançados com o projeto, os recursos necessários para alcançá-los, as vantagens competitivas que você possui e os desafios no caminho. Um plano de negócios com o Business Model Canvas ou ferramenta semelhante é crucial nessa etapa.


Passo 2

Avaliar quais premissas na visão escolhida são mais relevantes para o sucesso do projeto e lançar hipóteses capazes de confirmar ou negar a validade dessas premissas, estabelecendo um ciclo de testes com prazos e procedimentos cuidadosos.


Passo 3

Executar os testes apontados anteriormente, buscando respostas rápidas e diretas sobre as suas hipóteses. Ferramentas como o MVP e a pesquisa de mercado costumam ser as soluções mais eficientes, permitindo uma boa coleta de dados com um baixo investimento.


Passo 4

A partir dos resultados, escolha se o projeto de inovação será continuado, pivotado ou abandonado. Caso ele seja levado adiante, seguindo a visão original ou adotando uma nova, inicie um novo ciclo de testes, repetindo os mesmos passos até que o projeto seja concluído ou descartado.


Como equilibrar meus projetos de inovação?

O projeto de inovação deve fazer parte de um balanço entre as atividades que sustentam a organização no presente e aquelas que permitirão seu crescimento no futuro.

Para conseguir equilíbrio entre os dois cenários, nós podemos usar um conceito chamado ambidestria organizacional. Ele é baseado numa mescla entre dois tipos de inovação, as de sustentação, que permitem incrementar aos poucos o seu negócio principal, e as de crescimento, cujo objetivo é expandir os horizontes da organização.

A ambidestria organizacional permite reduzir os riscos nos projetos de inovação, impedindo que eles comprometam as atividades centrais da empresa, gerenciando as ideias por meio da matriz BCG.

A matriz BCG divide os projetos em quatro cenários, começando pelas Apostas – quando estamos lidando com um mercado de alto crescimento, mas o nosso produto tem um baixo market share. O objetivo é transformar as Apostas em Estrelas, produtos que ocupam um alto market share em mercados de alto crescimento.

No mercado de Venture Capital, a estimativa é de que somente uma em cada 250 iniciativas tidas como Apostas irão se tornar Estrelas. Trabalhando com esse cenário, a melhor forma de reduzir os riscos é distribuir o investimento entre diversos projetos de inovação, evitando depender de apenas um para ter sucesso.

Com um planejamento estratégico, as Apostas de baixo retorno não irão prejudicar a companhia, pois as Estrelas irão pagar o investimento, e trazer um grande aumento de lucratividade.


Cases de sucesso com projetos de inovação

Confira três exemplos para entender na prática o que é um projeto de inovação e qual o seu potencial.


Corona & Parley – Desafio Livre de Plástico

Desafios são uma ótima forma para obter projetos de inovação, pois permitem que diversos times possam se juntar para construir suas ideias – no Desafio Livre de Plástico Corona & Parley, foram 450. A qualidade é equivalente ao número de projetos, que tem potencial para retirar 230 mil toneladas de lixo das praias e oceanos.


Cyrela Commercial Properties

Quando falamos sobre alto retorno, não estamos exagerando. Com a implementação de um Programa de Ideias, aberto à sugestão e colaboração de todos os associados, a CCP S/A obteve ganhos de 862% sobre as propostas implementadas. Esse ROI pode estar fora da realidade para algumas empresas, mas fazem parte do cotidiano em que projetos de inovação são executados com frequência.


Connekt – Natura Startups

Projetos de inovação podem ser utilizados em todas as áreas da empresa. No caso da Connekt, que integra o programa Natura Startups, a mudança no recrutamento de candidatos foi o grande destaque. Implementando um processo digital, o tempo para selecionar colaboradores caiu de 15 para 5 dias, agilizando as atividades no grupo. Eliminando triagens, ligações e entrevistas tradicionais, a organização ainda pôde cortar gastos de uma forma inovadora.


Conclusão

Aplicar um projeto de inovação pode ser a resposta para destravar os resultados da sua empresa, alcançando resultados que um planejamento tradicional simplesmente não é capaz de oferecer.

Você pode começar a inovar adotando uma ferramenta como o AEVO Innovate, que aplica os conceitos discutidos neste artigo numa interface de uso simples, onde seus colaboradores podem sugerir, avaliar e implementar ideias com potencial transformador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *