Como um programa de ideias impulsiona a gestão de pessoas

Quem é mais velho ou já assistiu Tempos Modernos do gênio Charlie Chaplin sabe que antigamente os funcionários eram tratados como peças. As pessoas eram vistas apenas como engrenagens que poderiam ser facilmente substituídas. Mas ainda bem que os tempos mudaram. Hoje, cada vez mais empresas enxergam seus colaboradores como um fator crítico de sucesso para a empresa. 

Dentro desse contexto, a gestão de pessoas e os recursos humanos ganhou muita força. Isso porque virou um grande potencial competitivo potencializar os recursos humanos das empresas. Visto que quanto melhor o funcionário se sentir, mais ele irá render dentro da empresa. 

A gestão de pessoas não é filantropia. Apesar dela ter como objetivo ver os colaboradores satisfeitos e motivados, ela visa o lucro. Ter os funcionários apenas felizes e satisfeitos não adiantaria de nada sem uma melhor eficiência dos mesmos. A gestão de pessoas é como uma ferramenta de administração do ser humano. Onde se cria estratégias completas que irão envolver toda a empresa. Tudo isso para aumentar ainda mais o desenvolvimento, capacitação e humanização de todos os envolvidos. 

 

Os Pilares da Gestão de Pessoas

Muitas empresas ainda não entendem a importância da gestão de pessoas. Elas não economizam na contratação excelentes profissionais com ótimos salários. Mas elas pecam em acreditar que só isso é o suficiente. Contratar um funcionário e oferecer a ele um simples treinamento inicial e depois esquecê-lo é um grande erro. Muitos gestores têm a falsa ideia de que contratando um bom profissional ele irá dá conta de tudo e não dará “trabalho”. Eles deixam os funcionários de lado, cumprindo suas atribuições do dia a dia. 

Antigamente essa visão até que fazia sentido. As pessoas antes visavam muito mais a parte financeira. Mas hoje é diferente, principalmente para os mais jovens. O que antes era resumido apenas em salário, benefícios e bônus, agora engloba fatores mais abstratos. 

Cabe aos gestores identificarem os pontos de melhorias nas organizações. Por isso, existem 5 pilares da gestão de pessoas que servem como base nas tomadas de decisões. 

Motivação

Motivação é a combustão de qualquer engrenagem que envolva um ser humano. Ela é a base de tudo. Sem a motivação, nenhum outro pilar da gestão de pessoas funcionaria. Afinal, sem o comprometimento individual de cada colaborador, seria impossível todo o resto engrenar. 

Um funcionário desmotivado rende muito menos do que ele poderia. E existem casos em que além de não render, atrapalha todo o funcionamento da empresa. Por isso, é fundamental os gestores buscarem entender o que motiva seus funcionários. Seja questões financeiras, propósito da empresa, desafio proposta ou o plano de carreira. 

Cada pessoa tem sua própria motivação e reage de maneira diferente a cada estímulo. É fundamental ter uma ferramenta de administração de gestão de pessoas para compreender o anseio de cada indivíduo. 

Comunicação

Como já vimos, a motivação dos colaboradores é fundamental para o sucesso do negócio. Mas para isso acontecer, é necessário uma boa comunicação. Engana-se quem pensa que essa comunicação se restringe apenas aos gestores e funcionários. É fundamental que a comunicação seja integrada e que esteja sempre disponível. 

Os gestores devem incentivar o diálogo, sempre de forma horizontal. Evitando “paredes” ou níveis hierárquicos, fazendo sempre com que todos se sintam à vontade para contribuir. Assim, fica muito mais fácil atingir o objetivo comum de todos os envolvidos no projeto.   

Trabalho em Equipe

Como todo mundo já sabe, uma empresa é feita de pessoas. E essas empresas são como um organismo que tem um objetivo comum. Independente do setor da empresa e das suas metas, o objetivo no final deve ser um só. Mas é importante que todos os colaboradores consigam enxergar esses objetivos. 

Só assim é possível ter um ambiente em que o trabalho em equipe funcione de verdade. As pessoas precisam entender como esse mecanismo funciona. Precisam compreender qual é o papel e a importância de cada um ali dentro. 

Quando a gestão de pessoas é bem feita, o intraempreendedorismo reina. O que acaba fazendo com que o trabalho em equipe aconteça de forma natural e orgânica. 

Conhecimento

A motivação junto de uma boa comunicação na empresa e atrelado a um ambiente propício ao trabalho em equipe de nada adianta sem conhecimento. Isso é, os colaboradores precisam possuir conhecimentos e competências para os cargos que estão. 

Todos os colaboradores devem conseguir exercer suas funções de maneira mais eficaz e satisfatória. Logo, é fundamental que os gestores consigam criar um ambiente em que todos possam crescer juntos. Com isso, os objetivos e resultados são alcançados de maneira mais rápida, gerando maior valor para o negócio. 

Todos os princípios da gestão de pessoas estão conectados. Sem uma boa prática de gestão de competências não é possível identificar os pontos a se melhorar. Por isso, esteja sempre aberto a conversas e feedbacks.

Treinamento e desenvolvimento

Como visto acima, quem não se prepara fica para trás. Isso vale tanto paras as empresas quanto para os seus colaboradores. Funcionários sem capacitação não conseguem entregar mais do que o trivial. O ideal é que todos estejam altamente treinados para a função e o cargo que ocupam. 

O treinamento e o desenvolvimento contínuo devem ser obrigação das empresas. Isso deve partir não só da organização em si, mas também dos funcionários. É fundamental que tenha um ponto de equilíbrio entre a vontade da empresa e do funcionário. Isso vai depender muito do quão engajado e motivado o funcionário está. Pois só assim conseguirá absorver e aplicar todos os conhecimentos obtidos nos treinamentos.  

O que o Programa de Ideias faz pela Gestão de Pessoas?

Para melhorar produtos e serviços, aumentando a produtividade e diminuindo os custos, as empresas precisam inovar. Estudos na área de gestão de pessoas conseguem criar formas efetivas de identificar talentos na própria empresa. Esses talentos muitas vezes não estão rendendo aquilo que podem. Por isso, cabe aos gestores identificar e colocá-los em suas funções. Assim, fazendo aquilo que eles têm mais afinidade, os resultados irão aparecer. 

As empresas criam programas de ideias e de sugestões com o intuito de incentivar os colaboradores a participarem do dia a dia da empresa. Dar voz aos colaboradores é um dos principais pilares para a gestão de pessoas. Por isso o programa de ideias é tão importante para uma eficiente gestão de pessoas. Vale lembrar que a gestão de inovação é aplicável tanto para as pequenas, quanto para as grandes empresas. 

Abrindo brecha para ideias dos colaboradores, eles se sentirão mais motivados para sempre contribuírem. Além de se sentirem mais útil dentro da organização, o que pode fazer com que seu rendimento aumente. 

Mas, alguns cuidados devem ser tomados para a implementação dos programas de ideias. É necessário que se crie uma comissão organizadora, com pessoas das mais diversas áreas da empresa. Eles devem julgar as ideias propostas pelos colaboradores e avaliar sua viabilidade. Existem casos de empresas que conseguem economizar até 10% só com sugestões dos funcionários. 

O programa de ideias promove o protagonismo dos colaboradores, fazendo surgir o intraempreendedorismo. Afinal, quando a empresa incentiva os funcionários a sugerirem ideias, eles ganham mais autonomia. Com essa autonomia, quem ganha é a empresa. Uma vez que eles se desenvolvem e conseguem melhorar seu rendimento.  

Uma forma de facilitar e otimizar o seu programa de ideias é utilizando um software de gestão de ideias. Com ele você consegue mensurar cada etapa desse programa e avaliar se está dando o retorno esperado. Com o AEVO Innovate você tem um software integrado e automatizado para facilitar seu programa de ideias. 

Confira abaixo como estruturar um programa de ideias de sucesso:

3 Dicas para Implementar seu Programa de Ideias

Não tem jeito, para se diferenciar da concorrência é preciso inovar. E para inovar de maneira eficaz é indispensável implementar um Programa de Ideias. Existem diversas estratégias que se pode adotar para que a inovação se torne parte do dia a dia da empresa. Um exemplo é incentivar a colaboração de todos nas mais variadas tarefas. Por isso, separamos 3 dicas para facilitar esse processo. 

Conheça o Funil de Inovação

Para implementar o programa de ideias é fundamental conhecer o funil da inovação. Ele é basicamente uma série de etapas que se deve seguir composto pelas seguintes etapas:

  1. Alinhamento: com base na sua estratégia, a empresa analisa e identifica quais temas devem direcionar a criação de ideias inovadoras.
  2. Ideias no ar: os colaboradores são incentivados a criarem ideias inovadoras para solucionar os desafios da empresa.
  3. Conceituação: as ideias são avaliadas e melhoradas para se tornarem viáveis para implantação.
  4. Ir ou não ir em frente: hora de definir quais ideias são mais viáveis e se merecem ir pra frente..
  5. Implantação: momento que a ideia ganha forma.

Vale lembrar que esse funil por variar de empresa para empresa, pois cada uma tem sua característica própria. Use o funil da inovação para lapidar cada etapa do processo de implantação do programa de ideias.

Dê Reconhecimento aos Colaboradores

Como já visto, para que o programa de ideias funcione de maneira correta, é preciso da participação de todos. O engajamento é fundamental para que as ideias inovadoras surjam. Por isso, é essencial que todos os colaboradores sintam que existe o reconhecimento da ação de cada. 

Uma maneira simples e viável de mostrar o reconhecimento é criar um quadro dos mais inovadores do mês. Além de oferecer prêmios e bônus, o que trará uma competitividade saudável para o ambiente. 

Existem empresas que vão além. Elas dão parte do ganho financeiro obtidos com a inovação proposta pelo funcionário. 

Tenha um Software para Gestão de Inovação

Quanto mais forma ganha a cultura da inovação na empresa, mais importante é a existência de um software de gestão de inovação. Só com esse software você consegue mensurar e avaliar com exatidão se o programa está sendo viável ou não. 

Com o AEVO Innovate, você consegue ter um maior controle nos projetos. Facilitando assim sua gestão e permitindo trazer mais inovação para a empresa. Com ela você tem diversas funcionalidades para facilitar ainda mais o seu programa de ideias: 

  1. Lançamento de Desafios ou Campanhas de Inovação;
  2. Envio de ideias pelos colaboradores;
  3. Colaboração nas ideias de outros por comentários e “curtidas”;
  4. Parecer técnico de especialistas;
  5. Priorização de ideias e aprovação do Comitê de Inovação;
  6. Controle da implementação das inovações;
  7. Monitoramento do retorno financeiro ou ROI das inovações;
  8. Recompensas financeiras para os colaboradores mais inovadores;
  9. Sistema de pontuação e resgate de prêmios;
  10. Indicadores e KPI’s das inovações para acompanhamento dos seus resultados.

Inovação Empresarial - Faca com que a gestao do seu projeto atinja o apice - Aevo Innovate

Posts Relacionados
Um gestor de uma empresa certamente deve estar antenado sobre tudo o que se passa
Um empreendedor pesquisou acerca de benefícios de programas de ideias na formatação de sua empresa.
Visando alcançar o topo empresarial, uma empresa resolve inovar na sua forma de gestão. Seus

Deixe uma resposta