A Inovação Aberta e os Benefícios para as Grandes Empresas

Entendendo Open Innovation

A inovação aberta ou open innovation é uma ferramenta que surge da compreensão de que as boas e as melhores ideias podem partir de pessoas tanto dentro como fora da organização . Foi formalmente conceituada pelo professor Henry Chesbrough sendo tratada como a solução para os negócios que buscam aprimorar seus processos e etc.

Muitas vezes a estrutura da sua empresa e seu modelo de negócio não favorecema criação de novas ideias, trazendo a necessidade de buscar informações externas, informações de qualquer natureza que possa ser aplicado na criação de um produto ou serviço.

Buscar soluções fora do ambiente da sua organização é buscar novos talentos, explorar a capacidade dos que cercam sua empresa. Para simplificar esse processo e tornar ágil a inovação aberta temos a tecnologia, é o meio mais direto de concretizar essa inovação, as startups servem de exemplo e mostram como tirar proveito disso.

Podemos dizer que a inovação aberta veio apenas para descrever esse modelo de negócio. Durante toda história das organizações famosas por inovar em seu setor, a inovação aberta foi implantada naturalmente pela experiência. Hoje se sabe que mais de 40% das ideias inovadoras vêm de fora dos portões da organização . Partindo do conceito de Inovação aberta, também temos a inovação fechada, que será citada a seguir.

O que é Inovação Fechada?

Segundo o professor Henry Chesbrough, a inovação fechada é um modelo de negócio tradicional baseado no entendimento de que toda inovação e desenvolvimento da empresa parte apenas de dentro. Isso envolvendo todo marketing e criação de novos projetos. O que fica claro para nós é que, a inovação fechada por si só, não funciona.

A existência desse conceito vem a calhar quando a inovação fechada age em conjunto com a inovação aberta, ou seja, estratégias e ferramentas para obter ideias de dentro da empresa , mas nunca desprezando ideias externas. Estratégia de inovação fechada pode ser por exemplo adquirir um software de ideias para que os colaboradores façam suas sugestões, dessa maneira só terá a agregar.

A AEVO Innovate dispõe uma plataforma que possibilita a interação dos colaboradores e a democratização das ideias. Através de uma ferramenta simples de fazer o uso, descontraída, que também oferece sistema de ranqueamento das melhores ideias, dando um controle maior para o gestor gerenciar o desempenho de seus colaboradores.

Inovação aberta e seus benefícios

As vantagens da inovação aberta são diversas, algumas serão dispostas a seguir.

  • A inovação se torna mais plural

Buscar a inovação sempre nas mesmas pessoas não apresenta muitas vantagens. Quando se busca colaboração externa os limites são ultrapassados, já que todas as pessoas possuem seus limites e tipos de criatividade, o que se quer com isso é explorar a criatividade alheia e trabalhar em conjunto.

  • Aprendizagem

Estar em constante contato com o mercado externo é uma constante pesquisa. Muitas informações são obtidas nesse processo, novas visões de negócio são adquiridas, paradigmas são quebrados, Deixar os processos tradicionais só pode acarretar sucesso para sua organização.

  • Otimização de processos

O que se busca com esse modelo de inovação é a melhoria da proposta da empresa. Com a melhoria dos processos da sua organização, o dia a dia do seu colaborador se torna mais simples, nos levando a outro tópico.

  • Qualidade de trabalho

A interação é saudável para qualquer organização. Com a inovação aberta o ambiente da organização se torna mais leve e propício para criação, quebrando a rotina de trabalho dos colaboradores e dando novas possibilidades.

  • Redução de custos com inovação

A inovação aberta traz essa facilidade também, é uma redução de tempo considerável. Reuniões e a criação de novas ideias requer tempo disponível e consequentemente dinheiro.Com as ideias externas esse processo pode muitas vezes ser poupado ou ao menos adiantado.

Inovação aberta na prática

Um exemplo claro de inovação aberta foi o BioStartup Lab em Minas Gerais. Foi uma iniciativa da Fundação Biominas, nessa edição em parceria com o Grupo Hermes Pardini e a Unimed-BH, para desenvolvimento de novas ideias e resolução de questões internas do setor. A iniciativa visa unir empresas interessadas em inovação aberta para apoiar startups do mesmo segmento em busca das melhores propostas.

As empresas que dão suporte para o BioStartup Lab não têm o interesse em expor os valores investidos, mas sim auxiliar nos custos do projeto. As melhores startups selecionadas conseguem o apoio das empresas para o desenvolvimento das propostas. Todas as organizações que trabalham em conjunto possuem apenas intenções de explorar novos segmentos e incentivá-los.

Outro exemplo famoso é o Cubo, é um dos maiores centros de empreendedorismo tecnológico da América Latina. Foi desenvolvido em 2015 pelo banco Itaú em conjunto com a Redpoint eventures. É um espaço para inovação, desenvolvimento tecnológico. Para as startups participarem do Cubo elas precisam apresentar uma ideia em potencial que já foi antes testada.

7 Dicas Para Aplicar a Inovação Aberta

  • Incentive os participantes

Para ter cada vez mais participantes, dê incentivos que reforcem a qualidade das suas ideias. Para a inovação aberta funcionar é preciso motivar os interessados em colaborar, para isso, é possível remunerar as boas ideias ou apenas expor a autoria dos participantes.

  • Feedback

O primeiro tópico logo nos leva aos feedbacks, mantenha-os constantemente . Os participantes podem estar ainda retraídos, manter o feedback serve de incentivo para a criação contínua, os deixando mais livres para expor suas ideias.

  • Defina as metas e os problemas

Faça uma reunião com os colaboradores da sua organização e liste os problemas principais a serem resolvidos e catalogue-os. Exponha esses problemas para os participantes e defina as metas a serem alcançadas.

  • Identifique os limites de recurso

O orçamento disponível e o tempo para realização deve ser medido, a estrutura do seu projeto pode se adaptar. A iniciativa pode ser tanto presencial como virtual , tudo vai depender do tamanho da sua questão, se é um problema ou não, e assim escolher a melhor forma que muitas vezes pode ser simples de aplicar.

  • Tenha o apoio da direção

Não adianta de nada criar um movimento de ideias se não tiver o apoio da alta liderança. Não dê nenhum passo antes de convencer os executivos da sua organização, para isso prove o potencial da sua ideia .

  • Seja organizado

A iniciativa precisa ser organizada, ter um representante e uma equipe focada por trás do projeto. Prazos precisam ser definidos, dê um tempo considerável mas visando sempre a velocidade, quão mais rápido melhor. Para a campanha seguir é imprescindível um gerente de projetos ditando os passos da iniciativa

  • Esclareça a Inovação aberta

A interação com outras empresas pode ter uma certa negação a princípio para algumas organizações, sabendo disso é necessário um preparo anterior, um esclarecimento das boas intenções da inovação aberta, que é basicamente visar sempre o desenvolvimento do setor e investimentos em pesquisa.

Inovação aberta é o futuro!

As iniciativas da inovação aberta antes de partir para ação, deve ser feita uma conscientização geralda empresa quanto ao porquê de adotar esse modelo de negócio. Muitas vezes as ideias de dentro da sua empresa podem não estar sendo compatíveis e mesmo assim não é uma equipe que você pretende descartar.

A inovação aberta pode vir a salvar uma organização como tirá-la da zona de conforto , se mostrando assim uma tendência que nunca perderá espaço.

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.