Tudo que você precisa saber sobre a Inovação Empresarial

Inovação empresarial - cover

A inovação empresarial começa na própria gestão do negócio. Inovar não é mais um diferencial, inovar é essencial para qualquer empresa que quer se manter competitiva. A disrupção nas corporações é algo cada vez mais presente e se tornou uma obrigação. 

Alcançar o sucesso nunca foi algo fácil, mas ultimamente tem se tornado cada vez mais difícil. Toda hora surgem novas marcas, novos serviços, novas oportunidades. 

Motivos não faltam para investir em inovação tecnológica. Isso permite que você se concentre mais nas estratégias, clientes e gestão do seu negócio. Além disso, a inovação tecnológica também abre novos mercados e pode reduzir custos. 

A mudança sempre foi algo que assustou o homem, pois é da natureza humana se acomodar. Nas empresas não é diferente, os desafios de inovar são enormes. Muitas organizações têm uma gestão engessada e tradicional, o que retarda esse processo. 

Muitos gestores e, principalmente, donos das empresas seguem a filosofia “time que tá ganhando não se mexe”. Isso é altamente prejudicial, pois impossibilita a criação de novos mercados, rápida expansão e um crescimento mais efetivo. Ter um Desenho Organizacional bem definido ajuda a ficar sempre em evolução. 

É importante ter em mente que inovação e estabilidade financeira andam lado a lado. Afinal, quando você se diferencia dos seus concorrentes, as chances do seu negócio prosperar são ainda maiores. Muitos acham que ter um atendimento, produto ou serviço excelente basta. Isso é extremamente importante, mas ter novos processos e novas soluções junto a isso é o que trará a sua empresa para o oceano azul das oportunidades. 

Por isso, você como gestor ou empresário, deve estar sempre atrás da inovação para o seu negócio. Assim, as possibilidades de sucesso e um futuro longo para a empresa serão cada vez maiores. 

Quais os Tipos de Inovação?

Produto/Serviço:

Inovar é o ato de mudar, transformar e repensar antigos costumes. Existem diversas formas e uma das principais são as de produtos e serviços. 

Quando essa inovação acontece em produtos ou serviços, cria-se algo novo ou melhor. É necessário haver uma disrupção para que de fato aconteça. Geralmente, mudanças técnicas, materiais ou até funcionalidades mudam quando querem inovar

Se for um produto simples, ele pode ser aperfeiçoado para que seu desempenho melhore. E se o produto for complexo, ele pode ser simplificado e ainda assim melhorar seu desempenho.

Já quando se fala em inovar em serviços, se busca atender a uma necessidade específica do cliente. Algo que ninguém tinha reparado, mas que estava o tempo todo ali. Quando se inova no serviço, existe uma melhora significativa para o cliente. 

O que é importante entender é que a inovação em serviços ou produtos sempre deve trazer algum valor a mais na percepção do cliente. Isso permite que o serviço ou produto possa ter um preço maior que os demais, já que ele é diferente. 

Inovação de Processo:

Mesmo sendo a que tem o menor risco para a empresa, a inovação de processo é o cerne de tudo. Ela é a base que sustenta todas as outras inovações e influencia todo o contexto.

Você deve entender que uma organização funciona como um sistema, em que “peças” se interagem para atingir seus objetivos comuns. Dentro desse sistema existem processos que são executados pelas pessoas envolvidas. Por combinar habilidades, tecnologias e estruturas, nem sempre essas inovações serão perceptíveis para os clientes.

Mesmo assim, as inovações processuais são muito reconhecidas internamente. Isso se dá pelo motivo dela trazer melhorias na produção e até reduzir custos. 

Organizacional:

É só a crise bater que as empresas procuram formas e enxugar gastos e diminuir despesas. Mas o que muitos esquecem é que a inovação organizacional é uma das ferramentas mais poderosas para esses momentos. Ela é um fator determinante para o sucesso das organizações.

Essa inovação organizacional que estamos falando diz respeito a mudanças nos métodos de negócio da empresa. Ela vai desde transformações físicas, no mercado e até nos clientes e fornecedores. 

Engana-se quem acha que a inovação organizacional é só ter um ambiente descontraído com videogame, pufes ou redes. Ela vai muito além. Inovar é entregar valor para o seu consumidor e fazer ele enxergar isso.

Um dos maiores exemplos de inovação organizacional é o Cirque du Soleil. Anos atrás, os circos tinham o mesmo formato, seguiam o mesmo padrão. Bichos, palhaço, trapezista…Todos nadavam no mesmo oceano vermelho da concorrência feroz e agressiva. Até que o Cirque du Soleil resolveu inovar. Focado na disrupção, criou o seu próprio oceano azul.

O Cirque du Soleil se tornou o que é hoje porque percebeu que as empresas precisavam criar novos espaços de mercado inexplorados. Tornar assim a concorrência irrelevante. 

Mudanças nos processos de gestão também fazem parte dessa inovação organizacional. A partir do momento que você está agilizando processos e tornando a empresa mais eficiente, você está inovando. 

Inovação de Marketing:

Utilizar novos métodos ou os mesmos, só que melhores, na área do marketing é inovação. Esses métodos podem ser um novo design do produto, da marca ou da embalagem. Pode ser também no posicionamento, precificação ou até nas formas de distribuição do produto. 

As mídias sociais podem ser consideradas como uma forma de inovação de marketing. Porém, é fundamental que as empresas usem-as da maneira correta e as adequem à sua realidade. 

Inovação Tecnológica:

Entre todos os tipos, a tecnológica é a mais comum. Isso se deve pelo fato dela estar muito presente na vida das pessoas. 

Quando se inova com tecnologia, normalmente, está se criando, adaptando, mudando ou evoluindo algo. Sempre com o objetivo de melhorar e facilitar a vida das pessoas próximas. 

Se engana quem pensa que esse tipo de inovação é algo recente. A tecnológica está presente na vida dos seres humanos desde os primórdios da humanidade. O fato do homem a aperfeiçoar suas ferramentas, armas e utensílios já era uma inovação. 

 

Você sabe o que são os níveis de inovação?

Antes de tudo, é importante ter fixado na cabeça que inovar necessariamente não custa caro. Fazer sua empresa viver em um ambiente de disrupção pode ser caro ou não, vai depender do que você está buscando. 

É fundamental compreender também que inovação e prejuízo não combinam. Inovação não é caridade, é preciso que os resultados sejam satisfatórios para todos. 

Existem 3 tipos de níveis de inovação: mundial, nacional e intraorganizacional.

Quando se quer comparar o nível de inovação de uma empresa com o restante do mundo, é feito a nível mundial. Já quando quer se comprar empresas do mesmo país, utiliza-se o nível nacional. Já quando se quer saber se essa prática ou produto é inovador para a própria empresa, é utilizado o nível intraorganizacional

 

Como planejar?

Especialistas afirmam que empresas que não investirem em inovação morrerão. Por isso, é fundamental inovar. Você deve estar se perguntando, “como assim planejar a inovação?” Pode parecer confuso, mas existem métodos que auxiliam no planejamento da inovação. 

Uma estratégia de inovação tem que passar pelas etapas de busca, seleção e implementação das ideias.

Com o AEVO Innovate você coloca em prática a estratégia de inovação da sua empresa com uma plataforma intuitiva e auto gerenciável.

Inovação Empresarial - Faca com que a gestao do seu projeto atinja o apice - Aevo Innovate

Posts Relacionados
Um gestor de uma empresa certamente deve estar antenado sobre tudo o que se passa
Um empreendedor pesquisou acerca de benefícios de programas de ideias na formatação de sua empresa.
Visando alcançar o topo empresarial, uma empresa resolve inovar na sua forma de gestão. Seus

Deixe uma resposta