Gestão de alta performance: 5 dicas para desenvolvê-la

Implementar uma gestão de alta performance é algo desafiador, mas traz recompensas significativas para qualquer negócio. Por meio dela, a empresa passa a funcionar de modo sistemático, entregando o resultado ideal no momento esperado.

Empresas que buscam se diferenciar na mente dos consumidores e conquistar uma posição de vantagem em relação às suas competidoras devem começar por uma diferenciação interna. Essa premissa está diretamente ligada a gestão de alta performance.

Aumentar a produtividade, padronizar suas entregas para gerar confiança nos consumidores e usar a inovação como uma estratégia competitiva são alguns passos nessa direção, e combinar tudo isso é a tarefa cumprida por uma gestão de alta performance.

Esse modelo, que combina simplicidade na execução e excelência nos resultados, é o que diferencia as empresas capazes de transformar os movimentos do mercado em oportunidades, das que são devoradas pelos seus riscos.

O que é gestão de alta performance?

A gestão de alta performance é um conjunto de práticas executadas com o objetivo de aumentar a eficiência da organização, seja nos aspectos produtivos ou nos processos de administração do negócio.

Essa visão pode ser resumida em duas palavras: melhorias e consistência.

A gestão de alta performance constrói soluções cada vez melhores para os desafios do negócio, e cria processos para entregar essas soluções constantemente.

Para ter sucesso, ela precisa envolver as pessoas em todos os setores e níveis hierárquicos da empresa, pois um profissional que não está engajado com essa mentalidade cria barreiras que podem gerar atrasos ou erros para todo o time.

Como desenvolver uma gestão de alta performance

Gestores com esse objetivo devem combinar o domínio de práticas administrativas e a integração de elementos inovadores, acessando o melhor desses dois mundos para conduzir sua equipe em direção à alta performance.

1 – Tenha uma gestão estratégica

Uma gestão de alta performance não é conquistada pela sorte, e requer estratégia para acontecer.

A gestão estratégica mapeia todos os fatores relevantes dentro e fora do negócio – competidores, clientes, fornecedores, situação econômica, novas tecnologias e etc – definindo o melhor curso de ação para a empresa em um dado momento.

Essa visão global é necessária porque a alta performance não é um conceito vazio ou abstrato.

Ela pode ser entendida como a execução eficiente da ação mais adequada dentro de um cenário, e conforme o panorama se transforma, as ações ideais também serão modificadas.

Ao olhar para dentro do negócio, a gestão estratégica ainda pode otimizar o uso de recursos, encontrar oportunidades para inovar ou destacar colaboradores para novas funções, entre muitas outras possibilidades que elevam a performance da organização.

2 – Dê atenção especial ao recrutamento e seleção

Cada profissional selecionado para a empresa deve ter um papel bem definido, e chegar preparado para entregar uma alta performance no nível individual.

É claro que as capacidades disponíveis no mercado de trabalho nem sempre vão atender à demanda da organização, mas é importante recrutar com um perfil ideal em mente.

Um candidato que se integra rapidamente às suas funções, exigindo pouco treinamento, permite que toda a equipe mantenha um ritmo eficiente, pois não cria gargalos para o fluxo de trabalho.

A construção dos treinamentos, bem como o processo de onboarding para alinhar novos profissionais ao funcionamento e à cultura da organização, também devem ser encarados dessa maneira, com foco na integração rápida do colaborador ao fluxo de trabalho geral.

3 – Capacite as lideranças

A gestão de alta performance só pode atingir seu potencial máximo quando as lideranças da empresa estão afiadas em suas posições.

Isso requer um ajuste na mentalidade desses profissionais, bem como uma dinâmica de capacitação constante para desenvolver novas habilidades.

Quem lidera a equipe deve ser um exemplo da busca pela alta performance e dos seus benefícios, conduzindo o time na mesma direção.

Para quem não sabe por onde começar, metodologias de gestão como six sigma e lean enterprise são um ótimo ponto de partida.

Elas valorizam a eficiência dos processos organizacionais e a eliminação de erros na cadeia produtiva, elementos que tem tudo a ver com uma gestão de alta performance.

4 – Desenvolva os colaboradores

Seguindo o movimento começado pela liderança, também é fundamental capacitar os colaboradores para que eles possam entregar resultados de alta performance em suas respectivas tarefas.

Cada departamento ou função dentro de uma empresa terá o próprio conjunto de habilidades e competências relevantes, e será preciso avaliar fatores como o comportamento do mercado, a existência de novas tecnologias e os passos dos competidores para identificar o que a empresa necessita de cada profissional.

Além da capacitação técnica, para exercer as funções, é importante olhar também para o alinhamento à cultura da organização e aos seus objetivos de alta performance.

O colaborador deve entender o que é esperado dele, como a sua dedicação contribui para o sucesso do negócio, e quais recompensas estão disponíveis para quem se comprometer com essa visão.

5 – Tenha uma cultura aberta à inovação

A inovação pode ser usada pela gestão de alta performance em duas frentes.

Por um lado, ela permite que os colaboradores possam testar novas soluções para os seus desafios, aperfeiçoando cada vez mais os processos da organização e caminhando na direção de resultados acima da média.

Por outro, possibilita que esses mesmos resultados sejam impulsionados por meio de novos produtos e serviços, para que a empresa aumente seu faturamento e conquiste novos setores do mercado.

Esse movimento duplo faz com que o negócio tenha uma base sólida e eficiente, ao mesmo tempo em que cria as condições para se expandir de forma ágil.

O incentivo a uma cultura de inovação é o que garante tais conquistas, dando abertura para que cada colaborador possa contribuir à sua maneira, sentindo-se seguro para compartilhar suas ideias e recompensado quando elas ajudam a organização.

Conclusão

Implementar uma gestão de alta performance é algo desafiador, mas traz recompensas significativas para qualquer negócio. Por meio dela, a empresa passa a funcionar de modo sistemático, entregando o resultado ideal no momento esperado.

Você pode se aproximar ainda mais desse cenário ao utilizar uma plataforma de gestão como o AEVO Innovate para conduzir o seu negócio.

Por meio dela, é possível gerenciar os processos atuais e criar projetos inovadores, envolvendo toda a equipe por meio de uma interface simples e diversos recursos para facilitar a sua comunicação.

Solicite uma demonstração gratuita e saiba como a AEVO pode fazer a diferença para a sua empresa.

Deixar uma resposta

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com nossos conteúdos sobre o universo da Inovação.


    Eu li e concordo com a Política de Privacidade.