O que é e como implementar gestão de qualidade?

Se você é um gestor que se preocupa não somente se a empresa está dando resultados, mas que tipo de resultados são esses, então provavelmente deve refletir muito a respeito da qualidade.

Mas o que é realmente e como fazer a gestão de qualidade? Para entender um pouco mais sobre o tema e tirar suas dúvidas, separamos o que há de mais importante e que você precisa saber sobre o assunto.

A gestão de qualidade

Seja no ramo da indústria, no comércio ou prestação de serviços, a gestão de qualidade terá um espaço para ser trabalhada. Isso porque tanto o que a sua empresa entrega como também quais os procedimentos envolvidos, desde o início até o final do processo, sempre podem ser avaliados e melhorados.

A ideia de melhoria contínua está muito fortemente ligada ao controle de qualidade. Na verdade, ela é o fundamento da coisa toda.

Quando falamos em gestão da qualidade, estamos voltando a nossa atenção para dois pontos principais. São eles: a diminuição do nível de desperdício e a correta adequação do escopo ao que foi solicitado.

Sendo assim, fazer uma boa gestão da qualidade implica em tomar todas as atitudes necessárias para que se possa minimizar os erros em cada fase da produção e garantir que sejam entregues outputs com a menor quantidade de falhas possíveis.

A importância da gestão de qualidade

Como já deu para perceber, fazer uma boa gestão da qualidade é extremamente importante para o negócio.

É preciso buscar sempre a otimização de procedimentos e redução de gastos com horas de trabalho, materiais e a contratação de fornecedores, ou seja, melhorando os níveis de satisfação dos clientes e agregando valor quando se consegue entregar produtos ou serviços de alta qualidade e sem falhas.

Objetivos da gestão de qualidade

Entendendo um pouco melhor do assunto, já podemos pontuar com mais precisão algumas das maiores preocupações que envolvem a gestão da qualidade.

Uma das grandes metas é conseguir agradar ao cliente. Afinal, é ele quem paga por toda a estrutura da empresa e que permite a sobrevivência ou não do negócio. Sendo assim, as necessidades e vontades do público devem ser consideradas e atendidas com todo o rigor.

Olhando novamente para dentro, a gestão da qualidade precisa se preocupar com a lucratividade da organização e garantir que cada atividade consiga gerar resultados positivos e não somente sugar recursos.

Outro foco das atenções é a prevenção. Pensar e agir de maneira estratégica significa evitar que os problemas aconteçam e ainda mais que se repitam. Nesse ponto, esbarramos mais uma vez na preocupação da melhoria contínua. Todo o progresso conseguido não pode ser perdido.

A mensuração constante dos resultados de cada processo também merece destaque. Ao medir o que se produz, é possível controlar em tempo real a qualidade, e é por isso que você precisa encontrar soluções adequadas e que te ofereçam indicadores confiáveis.

O que está envolvido na gestão da qualidade

Repare que, quando falamos em gestão da qualidade, citamos termos como processos, entregas, falhas e medição. Basicamente, esses tipos de conceitos são os que mais se ligam ao controle da qualidade.

Como é preciso monitorar tudo que é feito e quais os resultados que são conseguidos, fracionamos em etapas os processos do negócio. Assim, fica mais fácil enxergar onde estão os problemas que serão motivos de dores de cabeça futuras.

Dessa maneira são avaliados o atendimento, a parte de produção, o funcionamento das vendas, as entregas e a gestão financeira. Tudo que acontece dentro da empresa e que pode ser mensurado é passível de ter a sua qualidade avaliada e aprimorada.

Ao se perceber a partir de que ponto as coisas desandam, fica bem mais fácil identificar exatamente a fonte do problema e corrigi-lo.

Gestão da qualidade na prática

Se uma empresa revendedora de material de construção constata que vários clientes estão reclamando de imperfeições de um determinado material, por exemplo, toda a trajetória desse item precisa ser rastreada. Isso tem de ser feito para que se encontre a fonte do problema e resolva o caso.

Constatado que o produto em questão é comprado com um nível adequado de qualidade, vai ser necessário estudar o que ocorre com ele a partir da compra do fornecedor até a entrega para o cliente final.

Pode ser que o problema esteja no transporte oferecido pelo fornecedor, na forma de acondicionar o item no estoque da empresa ou na hora da entrega ao cliente. Pode ser ainda alguma instrução de uso inadequada, que o pessoal de vendas passou para os consumidores.

Assim, fica fácil perceber como é importante segmentar processos e medir o tipo de entrega de cada um deles, para alcançar um nível adequado de sucesso na gestão da qualidade.

Mensurando e gerindo a qualidade

Dependendo da sua cultura organizacional, maturidade de gestão e do ramo de trabalho em que seu negócio atua, uma ou outra ferramenta pode ser aplicada para que você atinja um melhor nível de sucesso na sua gestão da qualidade.

Sendo assim, é preciso refletir e definir qual ou quais as formas de trabalhar esse conceito em sua companhia.

Para que você não fique muito perdido na hora de escolher, listamos algumas ferramentas atuais que têm sido usadas para tratar do assunto.

Avaliação de desempenho

Conhecida pela maioria dos gestores, ela está voltada para o acompanhamento da produção do pessoal. Se bem trabalhada e com uma frequência adequada, pode levantar dados importantes.

Six sigma

É uma metodologia que anda bastante em alta e avalia o nível de erros em função do tamanho da produção. Usando essa escala previamente definida, hoje muitas empresas buscam entender melhor e adotar a ferramenta, principalmente as indústrias.

PDCA

Já conhecida por muitos gestores, o conceito do PlanDoCheckAct (ou Adjust) traduz muito bem a filosofia da repetição cíclica de passos em busca de um nível de excelência.

Scrum e Agile

Esses tipos de metodologias são muito presentes nas empresas voltadas para a tecnologia e o desenvolvimento de inovações e serviços. Basicamente, ajustam os processos de produção fatiando, priorizando e organizando tarefas de acordo com o planejamento. Fazem tudo isso sempre de olho na qualidade dos resultados.

Como podemos ver, a gestão de qualidade é algo extremamente importante em qualquer negócio. Uma vez entendido esse conceito, não se pode mais voltar atrás. Pense um pouco em sua empresa e como você pode começar a tratar do assunto.

Uma boa ideia é iniciar fazendo alguns testes. Para isso, veja que tipo de informações você já tem disponíveis por meio do seu sistema de gestão.

Se gostou desta matéria, sugerimos que baixe nosso ebook e confira 5 ferramentas de gestão. Você verá como são bem úteis no seu dia a dia!

Posts Relacionados
Todos insistem em dizer que sabem o que estão fazendo, por amar a própria ideia.
Não é novidade para ninguém que a gestão de projetos se tornou essencial para a
Com o cenário empresarial cada vez mais competitivo, é necessário inovar para se destacar. Buscar

Deixe uma resposta